All for Joomla All for Webmasters

Novo Classe C200 EQ Boost só chega em novembro, mas já testamos

Autos e Motos - Roberto Nunes
Typography

Carro-chefe da alemã Mercedes-Benz, o sedã Classe C está em sua quinta geração e ganhou uma reestilização com direito a novo pacote visual, itens de tecnologia e conforto e uma inédita configuração, a C200 EQ Boost. Produzido em Iracemapólis (São Paulo), o novo Classe C chega ao mercado em novembro e será um dos destaques do Salão Internacional do Automóvel de São Paulo. O jornalista Roberto Nunes participou do lançamento essa semana em São Paulo. 

O sedã Classe C é o Mercedes-Benz mais vendido no mundo e chega com visual repaginado e uma versão meio-híbrida, a C 200 EQ Boost equipada com motor 1.5 turbinado, de  183 cavalos de potência e 28,6 kgfm de torque. A grande sacada é o uso de um pequeno propulsor elétrico com 14 cv e 16,3 kgfm para elevar assim potência e torque combinados para render até 197 cavalos.Sai por R$ 228.990 e vem com melhoria mecânica e um pacote recheado de itens, incluindo painel de instrumentos digital, tela central do sistema multimídia maior (10,2 polegadas), ajuste elétrico na porta e memorizador para o banco do motorista, além de espelhos retrovisores antiofuscantes, airbag de joelhos para o motorista, sensor de chuva e teto solar elétrico.

Mas, a Mercedes oferece também versões com o motor 1.6 turbo de 156 cavalos e 25,5 kgfm de torque aliado a uma transmissão automática de nove velocidades, igual ao da nova versão C200 EQ Boost. O Classe C, líder em vendas entre os sedãs do segmento premium, chega com os modelos C180, C200 e C300 produzidos no Brasil.

Já na versão de entrada, a C180 Avantgarde, a Mercedes adota visual de frente com grade cromada, faróis e lanternas full-LED. As rodas são novas e de liga leve com 17 e há ainda console central em piano black e volante igual ao do Classe E com displays sensíveis ao toque. Tem botão de partida (não há chave para colocar na ignição, bastando apenas estar com o motorista), sistema multimídia inédito, assistente de frenagem ativo, ar-condicionado de duas zonas; direção elétrica e revestimento interno de couro. O carro tem conexão bluetooth, USB para telefones e sistema CarPlay e AndroidAuto para espelhamento do smartphone no multimidia.

Todas as versões do Classe C compartilham o pacote de equipamentos com câmera de ré e sensores de estacionamento dianteiro e traseiro, além de sistema de auxílio em manobras, controlador automático de velocidade com limitador, suspensão com três modos de condução e touchpad no console para comando do computador de bordo. O sedã traz ainda sistema de monitoramento da pressão dos pneus, airbags dianteiros e laterais, controles eletrônicos de tração e estabilidade e sistema Isofix para fixação de cadeirinhas infantis.

A Mercedes reserva cuidados no acabamento e revestimentos internos com opções de tom e cores. O novo Classe C ganha em estilo, conforto e potência em sua versão mais forte, a C300 Sport. Entre os diferenciais, a Classe C300 Sport vem com rodas de desenho exclusivo e de 18 polegadas, grade frontal cromada e opção de revestimentos de couro em tons vermelho ou marrom. A principal diferença é realmente sob o capô: o motor 2.0 turbo gera bons 258 cavalos (antes eram 245 cv) e 37,7 kgfm de torque, com auxílio da caixa automática de nove marchas. O carro ganha escapamento com ponteira dupla;  itens da linha AMG na carroceria, relógio analógico no centro do console; retrovisores externos rebatíveis eletricamente e acabamento em madeira no painel de instrumentos.

Energia recuperada nas frenagens

O jornalista Roberto Nunes andou no novo Classe C200 EQ Boost em um test drive realizado entre São Paulo e Mariporã para conhecer as vantagens da nova versão C200 EQ Boost. Em nenhum momento, a marca alemã posicionou esta configuração como carro híbrido. No entanto, o Classe C200 EQ Boost traz um sistema bem similar ao de modelos híbridos, usando o motor elétrico para tração. O recarregamento do motor elétrico é feito com a energia recuperada em desacelerações e frenagens.

O novo Classe C200 EQ Boost vem equipado com uma rede elétrica adicional de 48 volts, com um motor de arranque/alternador unificado acionado por correia (BSG – Belt-driven Starter-generator). O novo motor 1.5 turbo a gasolina equipa o novo C200 EQ Boost e seus componentes elétricos tradicionais, como as luzes, são alimentados por uma rede com 12 volts.  A combinação de uma nova rede elétrica de 48 volts e o BSG cria condições para funções adicionais que ajudam a diminuir ainda mais o consumo de combustível, aumentando, ao mesmo tempo, a agilidade e as características de conforto.

Ao acelerar, o BSG pode auxiliar o motor de 183 cv/280 Nm com um “empurrão” de 14 cv e torque de 160 Nm, superando o curto instante até que o turbocompressor tenha desenvolvido sua pressão total de alimentação. Esse recurso também é usado para alcançar a rotação ideal do motor o mais rapidamente possível durante as trocas de marchas: assim, os tempos de trocas da transmissão automática são reduzidos. Nas reduções de velocidade, o motor elétrico funciona como um alternador recuperando energia cinética e carregando a bateria. A bomba d’água é movida a eletricidade e comandada por um mapa que adapta continuamente o fluxo do líquido de resfriamento à necessidade do momento.

Versões e preços:

Classe C 180 Advantage – R$187.900

Classe C 180 Exclusive – R$ 188.900

C 200 EQ Boost – R$ 228.900

C 300 Sport – R$ 259.900

O jornalista viajou a convite da Mercedes-Benz do Brasil

e-max.it: your social media marketing partner