Stock Car: Nonô Figueiredo vence Corrida 2 no Velo Città

Esporte
Typography

Nem mesmo o lastro de desempenho de 80 quilos no carro, por ser líder do campeonato, tem impedido Nonô Figueiredo de manter a regularidade nas etapas da Copa Petrobras de Marcas. Depois da segunda colocação na primeira corrida da rodada dupla no sábado, o piloto pulou de sétimo para a vice-liderança da prova e aproveitou um erro de Thiago Marques na curva 5 para ultrapassá-lo e conquistar a vitória na prova 2, realizada neste domingo (06/08), no Autódromo Velo Città, em Mogi Guaçu (SP). A segunda posição ficou com Vicente Orige e Thiago Marques foi o terceiro.

“Seria uma corrida se ele não tivesse errado, porque ser agressivo carregando o lastro é bem difícil. Ele não estava tão rápido e me segurava, felizmente ele acabou errando, facilitando a minha vida e a do Vicente”, destaca o dono do Chevrolet Cruze #11.

Restando três rodadas para o fim do campeonato, a briga pelo título está ficando cada vez mais isolada entre Nonô Figueiredo e Vicente Orige e isso ficou evidente após as corridas no Velo Città. “Vitória bem importante, no momento em que o Vicente crescia no campeonato. Foi bom para interromper e importante para ir para essa reta final de campeonato com um pouco de vantagem para que quando algo de errado acontecer eu ter um pouco de vantagem para continuar na briga pelo título”, destaca Nonô, que lidera a competição com 192 pontos.

Vicente Orige tentou manter a perseguição ao líder depois da vitória na primeira corrida em Mogi Guaçu, mas deixa a etapa com a mesma diferença de 27 pontos após a segunda posição na prova deste domingo. “Não consegui me aproximar dele. Tirei três pontos ontem e os perdi hoje. Minha meta na prova era ficar na frente dele, mas o Nonô largou muito bem e ainda sofri um toque na traseira que me atrapalhou. Os resultados foram bons, mas ele está mantendo a vantagem na reta final e está ficando cada vez mais difícil, mas vamos batalhar até a última corrida”. O vice-líder da competição está com 165 pontos.

O terceiro colocado Thiago Marques liderou boa parte da prova, mas um erro ao engatar a marcha na curva 5 o fez perder a posição para Nonô e Orige. “A gente sabe que para andar com os carros da Chevrolet precisamos guiar 110% e eu não estava com capacidade para isso hoje. Sabia que não podia errar, fui tentar fazer a curva em primeira e o câmbio bloqueou. Acho que foi o que dava pra fazer. Vamos para frente”, declara o piloto do Renault Fluence #1, que ocupa a quarta posição na classificação do campeonato.

 

BLOG COMMENTS POWERED BY DISQUS
e-max.it: your social media marketing partner