Segundo Cablestock reunirá atletas da Tríplice Fronteira

Esporte
Typography

Cerca de 40 atletas do Brasil, Paraguai e Argentina estarão reunidos em Foz do Iguaçu (PR), no dia 9 de dezembro, para participar do 2º Cablestock, o Campeonato de Wakeboard promovido pelo Wake Iguassu Cable Park com apoio da ADERE (Associação de Desenvolvimento de Esportes Radicais e Ecologia).

As disputas terão início as 12 horas e seguirão ao longo da tarde nas categorias iniciante, feminino, intermediário, open (profissional) e mini riders (infantil).

Além de acompanhar as manobras radicais, o público poderá participar de uma série de atividades esportivas e ainda ajudar o projeto social Um Chute Para o Futuro, que atende mais de 260 crianças carentes no bairro Porto Belo.

Ao longo do dia serão oferecidas oficinas de slackline e stand up paddle (SUP), aulas de yoga, jiu jitsu e escalada. Caiaques estarão disponíveis aos visitantes e uma mini ramp também será montada para os skatistas. O valor para participar do evento é de R$ 15 (antecipado) e um quilo de alimento não perecível, que será doado ao projeto social.

“É um festival para toda a família. Todos estão convidados a participar. Além das oficinas, teremos praça de alimentação, flash tattoo com Wina Brasil e música durante todo o dia”, conta o organizador do evento, Ettore Oro Amaral.

Ele explica que a ideia de reunir o wakeboard com outras modalidades esportivas é justamente para atrair os mais diferentes públicos. “No primeiro Cablestock tivemos as oficinas de slackline, sup e caiaque, e desta vez resolvemos ampliar as opções para que a galera aproveite ainda mais”, afirma. No ano passado, mais de 500 pessoas participaram do evento.

Competição 

No cablepark, é utilizado um sistema  de cabos que puxam os atletas sobre suas pranchas de um lado a outro da lagoa, construída especialmente para a prática esportiva. Durante o campeonato, cada atleta terá pouco mais de três minutos para percorrer os obstáculos e apresentar seu melhor desempenho. Nesta competição são avaliados o estilo do atleta, a intensidade, variação, altura e a distância das manobras. Segundo Ettore, os atletas não são selecionados por idade, mas por nível de evolução no esporte. Os primeiros colocados em cada categoria ganharão troféus e brindes. Os segundos e terceiros colocados receberão medalhas e brindes. A premiação acontece durante o pôr do sol e uma grande festa – com djs e banda - marcará o encerramento das atividades.

Fonte: Assessoria 

e-max.it: your social media marketing partner