Passeio ciclístico marca inauguração de mais 26 km da Rota Beira Parque

Esporte
Typography

Um passeio ciclístico nesse domingo de manhã (23) entre Céu Azul e Santa Tereza do Oeste simbolizou a inauguração do terceiro trecho da Rota Beira Parque. Cerca de 800 ciclistas de vários municípios da região participaram do evento. A largada foi no Posto de Informação e Controle (PIC), em Céu Azul. Eles percorreram os 26 quilômetros da nova pista, que recebeu canaletas para contenção da água da chuva e pavimentação com cascalho. Com mais esse trecho inaugurado, já são 80 km, dos 220 km previstos.

 

Antes da pedalada, houve um ato simbólico de inauguração da via com a presença de autoridades locais – entre elas, o prefeito de Santa Tereza do Oeste, Élio Marciniak (Kabelo) e o de Céu Azul Germano Bonamigo. A Itaipu Binacional foi representada pelo diretor de Coordenação, Newton Kaminski e Luciano Veras da Assistência da Diretoria Geral.

Houve também sorteio de brindes e um café da manhã, com muitas frutas, sucos e água. Tudo para hidratar os atletas. O plantio simbólico de três Ipês completou as atividades. A proposta é que seja feita uma cortina de Ipês ao longo dos 26 km da pista.

Segundo o diretor de Coordenação, a Rota Beira Parque faz parte do projeto Caminhos do Iguaçu, que nasceu há pouco mais de seis meses e que prevê uma série de ações para criar novas alternativas de turismo dentro do PNI.

“Estamos preparando uma via para ser referência no cicloturismo internacional. Com toda a infraestrutura e segurança para ciclistas, cavaleiros e caminhantes. Vocês, municípios e grupos de ciclistas, são nossos maiores incentivadores”, disse Kaminski.

Bonamigo agradeceu a Itaipu pela parceria. “Somos honrados por poder participar de um projeto de desenvolvimento da nossa região”.

“Essa rota da oportunidade para que nossa população pratique um esporte saudável, com segurança”, disse o prefeito Kabelo.

A iniciativa é da Itaipu Binacional, em parceria com a Agência de Desenvolvimento do Turismo (Adetur) e os oito municípios lindeiros ao PNI.

A Rota

Depois de pronta, a Rota Beira Parque terá 220 km e ligará Foz do Iguaçu a Cascavel, margeando o Parque Nacional do Iguaçu (PNI) passando por propriedades rurais e ambientes com belezas naturais. O caminho conecta oito municípios da região.

O trajeto inicial, de 44,5 km em Cascavel, foi inaugurado em março. O de Foz do Iguaçu, considerado trecho final, com 10 km de extensão ficou pronto em junho. A previsão é que a pista completa esteja finalizada até junho de 2019.

Kaminski anunciou que a Itaipu já realizou a licitação para contratar as empresas responsáveis para fazer a comunicação e sinalização ao longo da via. “Teremos pontos estratégicos para área de descanso e pontos de paradas. Ela será toda georeferenciada para que ninguém se perca”, disse. 

A primeira etapa das obras custará cerca de R$ 6,5 milhões. Desse montante, 70% estão sendo pagos pela Itaipu Binacional e os outros 30% pelos municípios.

Numa segunda fase, de acordo com Kaminski, será incentivada a inciativa privada a construir pousadas e restaurantes O trabalho está sendo coordenado pela Superintendência de Obras da Itaipu.

Ciclismo, esporte que cresce

Ciclistas experientes e novatos de vários municípios da região participaram do passeio. Rose e a filha Laila Tartari começaram a pedalar há pouco mais de dois meses. Elas fazem parte de um grupo que cresce a cada dia.

“Somos de Céu Azul e não tínhamos local para pedalar, a não ser na BR 277. Agora, ganhamos um incentivo. Teremos um espaço seguro para passear”.

Cristiano Czekay coordena o Grupo Pedal Sul, de Cascavel. Eles foram em 19 ciclistas. “Tenho certeza que esta pista atrairá ciclistas de várias partes do Brasil e do mundo. O cicloturismo ganhou muito com essa rota”, afirmou.

Arlênio Boaroli é do grupo STI Bikers. Eles foram de Santa Terezinha de Itaipu a Céu Azul em 25 ciclistas. “O ciclismo é um dos esportes que mais crescem no país. Nossa região está se tornando referência nessa modalidade. Estamos felizes por termos uma pista com uma infraestrutura tão completa”. Incentivada pelo pedal, a indústria de bicicletas cresceu quase 50% no último ano.

Abilene Rodrigues

Fotos: Adenésio Zanella 

e-max.it: your social media marketing partner