Mesmo em baixo de chuva, 500 ciclistas participaram do Circuito Sest-Senat na Itaipu 

Esporte
Typography

 A chuva da manhã desse domingo (18) não foi impedimento para que cerca de 500 ciclistas participassem do Circuito Ciclístico do Sest-Senat, na Usina de Itaipu, em Foz do Iguaçu.  

Durante o trajeto de quase 1 hora, foram várias paradas para fotos e selfies. O momento mais esperado por adultos e crianças, veteranos e iniciantes no mundo do pedal, foi a parada no Mirante do Vertedouro da Itaipu. 

Renato Ribas veio de Santa Terezinha para participar do passeio com família toda: a mulher Cleci e as duas filhas Ana Carolina de 12 anos e Vitória de três anos. “Gostamos de pedalar, mas o trajeto do circuito foi o que mais chamou minha atenção. Não conhecia Itaipu. Esta foi a oportunidade que encontrei”, disse.

Soraia Benites já é adepta do ciclismo. Ela participa de um grupo de pedal há dois anos. Desta vez, convenceu o marido Eduardo e a filha Emanuelly, de 10 anos a participar. “Emprestamos duas bicicletas e viemos. O pedal é superação. É a qualidade de vida. É união”, disse.

O casal Leonardo e Mayara Abril encontrou no pedal um laço que fortalece ainda mais a união deles. “Pedalamos de duas a três vezes por semana. Melhora o sono, o condicionamento físico e os relacionamentos”, contou Leonardo.

Ao final do circuito, já com pouca chuva, as crianças se divertiram no espaço kids enquanto os adultos aguardavam o sorteio de brindes. Além de bicicletas, foram sorteados, perfumes e passeios nos atrativos turísticos de Foz. 

Qualidade de vida

O Circuito Ciclístico faz parte do Programa de Esporte e Lazer, do Sest-Senat, cujo objetivo é estimular a prática da atividade física, a busca por mais qualidade de vida para o trabalhador do transporte e seus dependentes.

Segundo Eraldo de Oliveira, diretor da unidade de Foz do Sest-Senat, a proposta da instituição é cuidar da saúde do trabalhador. Uma das alternativas encontradas foi promover o circuito ciclístico, uma atividade física que remete à infância. “A maioria dos trabalhadores do setor é muito sedentária, pois ficam muito tempo sentados. Com o ciclismo, conseguimos movimentar esse pessoal de forma saudável e, acima de tudo, junto com a família”. 

Oliveira destacou que a unidade de Foz tem um diferencial. “Procuramos participar de todos os projetos da instituição. Das centenas de unidades do Sest-Senat pelo Brasil, Foz do Iguaçu foi uma das 17 cidades escolhidas para receber a 2ª edição do Circuito Ciclístico. A meta do projeto é até o final do ano, movimentar 13 mil pessoas.

A iniciativa contou com o apoio da Itaipu Binacional, Rádio 97,7, Loumar turismo, Cataratas S.A, Óticas Carol, La Petisquera, Pomare, Kattamaram 2, Hotel Recanto Cataratas, BESS, Sax, Sicoob e Altair Cycles.

 Abilene Rodrigues

e-max.it: your social media marketing partner