Renault apresenta o Kwid num show épico

Lançamentos
Typography

O carro mais esperado do ano, o Kwid, foi apresentado em grande estilo pela montadora francesa com fábrica no Paraná, num show épico no Allianz Park (Estádio do Palameiras) em São Paulo, na última quarta-feira (2). Cerca de 800 artistas, jornalistas, concessionários de várias partes do Brasil, entre eles a reportagem da Sobre Rodas, puderam acompanhar a apresentação do carro que superou em quatro vezes as vendas da Renault, na pré-venda. 

 

O modelo, chamado de SUV dos compactos, continuará a ser comercializado com preço a partir R$ 29.990,00, um dos automóveis zero quilômetro mais baratos disponíveis no mercado brasileiro. A justificativa, segundo o diretor de Comunicação da Renault, Caique Ferreira, é a inovação. “A aliança Renault-Nissan desenvolveu uma plataforma que será utilizada para montar cinco modelos. Um dos motivos para conseguir reunir design, tecnologia e segurança, num valor acessível”.

A noite foi marcada por surpresas. Diante de um show pirotécnico, o Kwid surgiu trazendo os garotos-propaganda do modelo durante a pré-venda e mestres de cerimônia, Marina Rui Barbosa e Bruno Gagliasso. A surpresa maior ficou para os primeiros compradores do carro. A iguaçuense Andréia e o marido Elvis Marimoto reservaram o Kwid quatro minutos após o início da pré-venda. A compra já estava garantida, o que eles não esperavam é que iriam ganhar o carro de presente. 

A campanha inédita, desenvolvida em parceria com a Marwel, tendo o Hulk como protagonista também arrancou aplausos do público. Para fechar a noite, um show inédito: Anitta cantou ao lado do mestre Gilberto Gil.

Porque SUV

Embora seja um carro compacto, o Kwid foi homologado como SUV devido as suas medidas. O veículo se destaca pela maior altura do solo (180 mm) da categoria e os ângulos de entrada (24°) e de saída (40°) dignos do segmento utilitário-esportivo. Somando-se às características SUV, o Kwid tem ainda o maior espaço interno e o maior porta-malas da categoria (290 litros).

 “A Renault traz mais uma vez aquilo que os exigentes clientes desejam, levando ao segmento de entrada um veículo com diversas características do universo SUV – o que mais cresce no país –, além de itens de segurança e espaço interno não encontrados nos veículos compactos”, afirma o diretor-geral da Renault, Luiz Pedrucci. 

Durante o teste-drive em São Paulo, a reportagem pode conferir detalhes, chamado pela montadora como “best-in-class” em consumo de combustível entre os veículos compactos de entrada. Ele chega a 15,2 km/l com gasolina e 10,5 km/l quando abastecido com etanol, em trajeto misto (urbano-rodoviário). O veículo é também uma nova referência em segurança, trazendo, de série, quatro airbags (dois frontais e dois laterais) – algo inédito no segmento de entrada –, além de diversos outros itens de segurança e reforços estruturais.

Com apenas 758 kg, o Kwid oferece a melhor relação peso/potência, para uma dirigibilidade ágil, com ótimas respostas. Com etanol no tanque, rende 70 cv de potência a 5.500 rpm e torque de 9,8 kgfm a 4.250 rpm. Com gasolina, são 66 cv a 5.500 rpm e 9,4 kgfm a 4.250 rpm.

A Renault tem a inovação como marca da sua história no mundo e no Brasil. Foi a primeira a lançar, por exemplo, um monovolume – o Scénic – no Brasil, assim como trouxe o inovador Twingo. O Clio foi o primeiro hatch a trazer dois airbags frontais de série, e trouxe, ainda, os comandos de rádio na coluna de direção. A Oroch foi a primeira picape média do mercado, entre outras inovações. 

 

e-max.it: your social media marketing partner