Seu carro sempre novo e brilhante? Saiba como cuidar dele

Lançamentos
Typography

Automóvel está na lista de desejos do brasileiro, que também inclui mulher e futebol. No futebol, o papel é torcer; já conquistar mulher demanda um pouco mais de tempo, mas como o portal não é especializado no assunto romance, vamos falar apenas de como manter o possante bem cuidado e lindo. 

 

Os cuidados começam logo pela limpeza, sobretudo no momento da lavagem. É preciso ter cuidado para não riscar a pintura, muito comum em lava-rápidos. Essa modernidade, que tem o objetivo de facilitar a vida do motorista, pode fazer o contrário, uma vez que as cerdas do rolo giratório correm o risco de estarem ressecadas ou com resíduos de areia e terra, o que irá estragar a pintura do veículo. Com isso, a melhor maneira de deixar o automóvel impecável é lavar do modo antigo: manual. 

Produtos adequados

Da mesma forma que se escolhe um cosmético de qualidade para evitar algum dano à pele, é necessário optar pelo produto adequado ao veículo. Uma escolha indevida pode ocasionar danos à pintura. Não menos importante é a maneira de limpar o automóvel. É importante estar atento à forma correta de aplicar os produtos.O ideal é utilizar sabão neutro com pH 7, preferencialmente biodegradável. 

Como lavar o carro corretamente

 

Lavar o carro corretamente é essencial para evitar o aparecimento de manchas e ainda acabar com as manchinhas mais fáceis de ser removidas. O primeiro alerta é não lavar o veículo com a lataria quente, e começar a limpeza pelo teto.

Para que o banho do carro não se converta em decepção e traga riscos, é importante verificar se a bucha utilizada não está com resquícios de areia ou de sujeira, por exemplo.Se for usar pano, prefira flanela, lã de carneiro ou tecido de algodão. Utilize panos macios diferentes para lavar e para secar.

Enxágue 

Os cuidados com a lavagem devem obedecer a algumas normas básicas, como enxaguar a lataria constantemente, com água corrente, para que o sabão não seque. Deixe as laterais e as partes inferiores por último, lavando-as com panos distintos. Finalmente, é importante secar toda a lataria com outro pano, incluindo os vãos onde possa acumular-se água.

Quando fazer polimento

O polimento só é necessário caso o carro esteja com a pintura fosca ou queimada. Se for esse o caso, não faça economia de panos ou estopas. É importante isolar os componentes plásticos e emborrachados com fita crepe antes de iniciar o procedimento.

Não lave o veículo somente quando estiver sujo, pois ele sofre diariamente com a ação química da poluição. Outra coisa que pode danificar a lataria é encerá-la quente.

Quanto mais se lava, mais rápido passa o efeito do polimento. Entretanto existem as ceras cristalizadoras, que têm maior resistência aos raios ultravioletas e aderem mais fortemente à lataria.

As ceras cristalizadoras podem durar cerca de seis meses, enquanto as comuns têm duração de dois a três meses. Se o carro permanecer sem brilho, vale a pena levá-lo a uma loja especializada para um procedimento de “reavivamento”.

Recuperando a pintura

Se mesmo com todos esses cuidados o veículo continuar cheio de manchas e de riscos, será necessário um polimento profissional. Entretanto, a cada polimento feito o verniz é retirado, e a pintura fica cada vez mais desgastada até não existir mais. Quando chega a esse ponto, a solução é refazer a pintura.

Existe um tipo de carro que sofre mais os danos dos agentes agressores naturais ou químicos da poluição: os automóveis com pintura feita de pigmentos orgânicos de cor amarela e vermelha, que ao ficarem continuamente expostos ao sol iniciam a descoloração, efeito da reação com a pintura.

Mantenha a pintura como nova

Para manter a pintura sempre nova são necessários alguns cuidados especiais. Durante o ano, aplique pelo menos quatro vezes lustradores e protetores após a lavagem, sempre com o carro seco.

Lave o veículo com regularidade utilizando xampu apropriado e panos ou esponjas suaves. Isso é o que basta se o carro for novo ou a pintura estiver em excelente situação. Lembre-se de não utilizar sabão caseiro ou detergente que não seja neutro, para evitar danos à pintura.

Uma vez por ano o automóvel deve ser polido com pasta e flanela próprias para esse fim nas regiões com riscos críticos.

Cuidados ao estacionar

Nos tempos modernos, a poluição tem sido outro grande fator prejudicador da beleza automotiva. Por isso, os cuidados para prevenir o desgaste da pintura não se limitam à lavagem. Outro é a atenção ao estacionar, evitando parar debaixo do sol e de árvores. No caso destas, não só pelo fato de reunirem pássaros, mas porque muitas liberam toxinas invisíveis que podem corroer a pintura do veículo.

Vale lembrar que a pintura dos carros constitui-se de uma delicada camada de poucos milímetros, revestida de verniz, portanto a lavagem correta e a aplicação de cera num intervalo de dois meses bastam para manter a luz e a proteção das máquinas contra fatores externos.

Se ocorrer de o carro passar a noite na rua, antes de qualquer coisa jogue um jato de água para retirar o sereno e em seguida seque a lataria com um pano.

 

e-max.it: your social media marketing partner