Mustang GT Premium: um tour pela lenda

Lançamentos
Typography

Quem acompanha o setor automotivo sabe que a Ford, enfim, trouxe para o Brasil o Mustang. E ele veio com tudo, em sua versão topo de linha, equipada com motor V8 5.0 de 466 cv e 56,7 kgfm de torque e câmbio automático de 10 marchas. A lenda dos esportivos já foi vendida aqui ao longo dos seus 54 anos de história, mas nunca de forma oficial.

O Mustang GT Premium sai por R$ 299.900. Em Londrina, três foram vendidos no período de pré-venda. Um deles pode ser conhecido (mas não pilotado) no estande da Ford na ExpoLondrina, que segue até o dia 15 de abril. Foi lá nosso primeiro contato com o esportivo, graças à boa vontade de um dos proprietários.

Como dito, ainda não dirigimos a lenda, mas fizemos um verdadeiro tour pelo modelo, conhecendo cada detalhe (ao menos o ronco do motor nós ouvimos!).

Basta entrar no cockpit para entender a diferença entre um carro tradicional e um verdadeiro esportivo. A posição de direção no Mustang é baixa e lembra carros de corrida, com os objetos em posições ligeiramente diferentes das que estamos acostumados. O freio de mão, por exemplo, fica na altura do cotovelo, bem ao lado do motorista.

O painel digital de 12 polegadas, além da excelente visibilidade, é totalmente configurável. Por meio do botão MODE, no console, pode-se selecionar o modo de direção entre Normal, Esportivo, Esportivo+, Pista, Drag, Neve/Molhado e My Mode. A disposição das informações no painel muda de acordo com a escolha do condutor, privilegiando, por exemplo, o conta-giros, no caso do esportivo. Há mais de 20 opções de cores.

O sistema de escapamento também é configurável por meio de um botão que traz o desenho do cavalo no volante multifuncional. Pode-se selecionar os modos Silencioso, Normal, Esportivo e Pista.

O interior do Mustang tem acabamento premium, com materiais de alta qualidade e agradáveis ao toque. Há muitos pontos cromados e escovados e vários botões, típico dos esportivos. 

A central multimídia é a mesma presente em outros modelos da Ford, como o Fusion. O SYNC3 de 8 polegadas oferece emparelhamento com Apple CarPlay e Android Auto, possui interface AppLink, Bluetooth e duas entradas USB - além de comandos de voz e GPS.

Volante e painel do Mustang. Fotos: Cecília França
Multimídia SYNC3 equipa o Mustang

Nascido para as pistas

O Mustang vem equipado com o Track Apps, ferramenta que permite registrar vários dados de performance do veículo, como aceleração, tempo de volta, frenagem e força G. O famoso "bornout" (aquecimento dos pneus traseiros em largadas, recurso exclusivo para uso em pistas) é feito eletronicamente por meio do Line Lock, que bloqueia as rodas dianteiras.

O porta-malas de mais de 380 litros surpreende em um esportivo, já o espaço traseiro para passageiros, não. É exíguo.

Rodas são aro 19
Detalhe do câmbio de 10 marchas
Porta-malas tem 382 litros

 

A versão do Mustang que conhecemos já tem dono e nós o conhecemos, por acaso, no estande da Ford. Ele nos contou que concordou em deixar seu modelo exposto até o fim da ExpoLondrina e que ainda não andou no carro. A compra também não tem caráter emocional, foi uma sugestão do filho. Mas planos para quando levar o Mustang para casa ele já tem: viajar com a esposa para o litoral catarinense. A Serra do Mar que o aguarde!

Ficha técnica

Motor: V8 5.0

Cilindrada: 5.038 cm3

Combustível: gasolina

Potência: 466 cv a 7.000 rpm

Torque: 56,7 kgfm a 4.600 rpm

Câmbio: automático de 10 marchas

Direção: elétrica

Tração: traseira

Entre-eixos: 2.720 m

Porta-malas: 382 litros

Cecília França

e-max.it: your social media marketing partner