Você concorda? 5 motivos para alugar em vez de comprar um carro

Lançamentos
Typography

Alugar ou comprar um carro? Essa é uma pergunta que cada vez mais pessoas estão se fazendo no Brasil e no mundo. O trânsito caótico das grandes cidades e os custos de se manter um automóvel são apenas alguns dos fatores que contribuem para essa tendência. A Vai.Car, startup americana que simplifica e democratiza o aluguel de automóveis, da 5 motivos para alugar ao invés de comprar um carro. Veja se concorda.

 

Investimento

Manutenção, documentação, seguro e IPVA geralmente estão incluídos no preço fixo das locadoras. Ao comprar um automóvel, o impacto financeiro é muito maior, pois é preciso arcar com todas essas despesas separadamente. Além disso, ainda existem os gastos eventuais, como custo da franquia do seguro, se for acionado, além do reparo do veículo em caso de defeito ou acidente. Não é preciso se preocupar com esses fatores com um carro alugado; basta ter uma CNH (Carteira Nacional de Habilitação) válida. 

Oportunidade de trabalho

Os aplicativos de mobilidade urbana têm sido uma opção cada vez mais frequente para quem deseja ter um aumento de renda, ou mesmo renda fixa em tempos de escassez no mercado de trabalho. Só na cidade de São Paulo, estimula-se que existem entre 150 mil e 240 mil motoristas cadastrados nas três principais plataformas. A locação pode ser uma boa alternativa para quem atua neste segmento, pois elimina a necessidade de se fazer dívidas a longo prazo e evita a desvalorização e rápida depreciação do carro.

Liberdade

Dirija um carro novo quando precisar, devolva quando terminar, sem comprometimentos. A locação abre um leque de possibilidades para conhecer e testar diversos modelos e marcas, por um tempo muito maior do que é oferecido nas concessionárias. Antes, era necessário comprar para experimentar todos os recursos e dirigibilidade dos veículos. Hoje, basta verificar os catálogos dos carros disponíveis nas locadoras.

Segurança

As fabricantes recomendam que a revisão de um carro seja realizada a cada 10 mil quilômetros ou a cada seis meses (o que acontecer primeiro). É uma forma de prever e reparar possíveis defeitos e evitar desastres no trânsito. Isso demanda tempo e investimento. Essa preocupação não existe quando se opta pelo aluguel em vez da compra de um veículo, pois as locadoras mantêm as revisões periódicas em dia. O mesmo vale para a documentação e a proteção do automóvel.

Sustentabilidade

De acordo com o SPC Brasil e Confederação Nacional dos Dirigentes Lojistas (CNDL), 46% dos consumidores optam pelo consumo colaborativo para evitar o desperdiço, 45% querem combater o consumo excessivo e 31% consideram a preservação do meio ambiente importante. Por conta disso, grande parte da população passou a enxergar o automóvel como o serviço que ele pode proporcionar, e não como um bem material. A locação nada mais é do que um único produto usado por vários membros da mesma sociedade e apenas quando necessário. Quanto mais pessoas optam pelo carro terceirizado, menor é a frota que circula nas ruas, o que diminui consideravelmente o trânsito em centros urbanos e a emissão de poluentes proveniente dos meios de transporte a combustão.

O modelo de propriedade de automóveis está mudando. Mobilidade, aplicativos, inovações tecnológicas de carros elétricos e autônomos fazem parte dessa nova indústria automobilística. "Seguindo o conceito de disrupção, estamos oferecendo produtos acessíveis a uma nova geração de consumidores. O seu carro atual provavelmente será o penúltimo ou último que você comprou. O próximo já não será seu ", afirma Helio Netto, sócio e CEO da Vai.Car.

Com assessoria

e-max.it: your social media marketing partner