Testamos: Nissan LEAF o carro que pode ser carregado na tomada de casa

Lançamentos
Typography

Já imaginou se livrar do posto de combustível? Poder carregar seu carro na tomada de casa, como se fosse um smartphone? E depois utilizar a bateria do carro para abastecer a casa em horários de pico? Essa tecnologia já existe. Já está disponível para venda e a reportagem da Revista Sobre Rodas já testou. 

Durante o Salão do Automóvel de São Paulo, que terminou nesse domingo (18), a reportagem testou o modelo elétrico mais vendido no mundo, o Nissan LEAF. Desde seu lançamento em 2010 já foram comercializadas 365 mil unidades. Agora, chega ao Brasil. Durante o evento, a Nissan anunciou a pré-venda do modelo por R$ 178.400.  Faça sua reserva.

O exterior é bastante semelhante aos hatchs médios premium, com visual elegante e dinâmico. O interior é espaçoso e com bom acabamento. Os bancos são de couro e o painel é bem elegante. 

Ele não perde em nada para outros modelos premium. Tem partida por botão e muitos elementos tecnológicos, como sensor de ponto cego, piloto automático adaptativo, sensor de mudança de faixa, chave presencial, controle de som no volante, computador de bordo, ar condicionado digital, conexão USB e aquecimento dos bancos. 

Ele conta também com a inovadora visão 360º inteligente que detecta qualquer objeto ao seu redor, seja parado ou em movimento. As quatro câmeras posicionadas no carro proporcionam uma visão em close do que está à sua frente, na traseira e nas laterais. Os sensores de ré na traseira também auxiliam a direção. 

100% elétrico

O grande diferencial fica por conta do motor. É um carro 100% elétrico. Tem muita força e torque. O motor tem 149 cv de potência e 32Kgfm de torque.

Embora sua primeira aparição tenha sido em 2010, chega ao Brasil para transformar a maneira na qual os veículos são conduzidos, impulsionados e integrados na sociedade, para atingir um futuro com zero emissão e zero acidente.

Dirigir é simples e fácil. O câmbio é elétrico, por isso, não precisa se preocupar com trocas de marcha. Há várias maneiras de dirigir. A mais econômica é a E-pedal. Nessa configuração você acelera e freia no mesmo pedal. Conforme o motorista freia, a bateria vai carregando automaticamente. Ou seja, ele é mais econômico na cidade, que na estrada. É bastante divertida e oferece mais controle. 

Em média, tem uma autonomia de 389 quilômetros com carga completa de bateria. 

Tomada comum

Apesar de existir sistemas mais modernos, o LEAF pode ser carregado na tomada comum. O carregamento completo pode demorar de 8 horas a 10 horas. 

Mas ele também pode ser ligado à rede elétrica, permitindo abastecer a casa com a energia armazenada na bateria do LEAF. 

Abilene Rodrigues

 

e-max.it: your social media marketing partner