O mercado de automóveis no Brasil volta, aos poucos, a esquentar a economia nacional. Só em 2017, mais de 16 milhões de carros foram negociados. Neste cenário, a venda de usados e seminovos se destaca ainda mais, com média superior a 1 milhão de unidades vendidas por mês, de acordo com dados da Federação dos Revendedores de Veículos (Fenauto).

Com 19,8 mil emplacamentos, a Renault fechou o mês de junho com 10,2% de participação de mercado, ficando entre as quatro marcas com maior número de licenciamentos no período. Os destaques foram o Sandero, quarto colocado no ranking de vendas, com 6,1 mil unidades comercializadas; e o Kwid, na décima posição, com mais de 5 mil emplacamentos. No acumulado do primeiro semestre, a Renault tem 8,3% de participação de mercado, um ganho de 0,9 ponto percentual em relação ao mesmo período de 2017.

O presidente Michel Temer, assinou nessa quinta-feira (5), a medida provisória (MP) que cria o Rota 2030 Mobilidade e Logística, a nova política industrial para o setor automotivo. Agora a expectativa é que o Brasil se torne um pais mais competitivo na produção de veículos.

A GM Mercosul escolheu Foz do Iguaçu para apresentar o mais importante lançamento comercial da marca em 2018: o Spin. A apresentação da versão 2019 do crossover que está com um visual mais moderno, muito mais ousado, com mais equipamentos tecnológicos e novos itens de segurança, movimentou a cidade durante dois dias (4 e 5 de julho).