No acumulado dos três primeiros meses do ano, a montadora sul-coreana atingiu 9,9% de participação de mercado, com mais de 46 mil unidades comercializadas no período.

Em meio a um mercado que retraiu 28,3% nas vendas de automóveis e comerciais leves, de acordo com a Fenabrave, nos três primeiros meses de 2016, as vendas da Hyundai atingiram 46.028 unidades, somando veículos nacionais e importados. Este resultado confirmou o posicionamento da montadora sul-coreana na quarta colocação do mercado nacional, com 9,9% de participação – em 2015, no mesmo período, a marca obteve 7,47% de participação.

No comparativo entre os meses de fevereiro e março deste ano, a Hyundai obteve crescimento de 24,3%, ao emplacar mais de 17,3 mil automóveis e comerciais leves nacionais e importados. As vendas do HB20, incluindo todas as versões do modelo, registraram alta de 24,8%, entre os meses de fevereiro e março deste ano.

 Para o presidente da ABRAHY – Associação Brasileira dos Concessionários Hyundai, Daniel Kelemen, este é um excelente resultado, principalmente se for observado o comportamento de todo o mercado no período. “O resultado consolidado se mostrou importante para as operações da Hyundai no Brasil. Estamos cada vez mais empenhados em conquistar a preferência do consumidor, com produtos inovadores e, principalmente, um atendimento diferenciado em nossa rede. Os números têm mostrado que estamos no caminho certo”, comentou, acrescentando que o modelo fabricado no Brasil foi o segundo modelo mais vendido no mês.

Fonte: Assessoria

 

 

Na opinião do presidente da ABRAHY, o trabalho desenvolvido em conjunto com a montadora, especialmente na área de serviços e pós-vendas, contribui para o consumidor tenha uma boa experiência nas concessionárias, garantindo maior fidelização e engajamento com a marca. “A Hyundai quer ser a marca mais amada do Brasil. E a Rede trabalha para levar este conceito ao consumidor, por meio de um ótimo atendimento em vendas e, especialmente, no pós-venda”, pontua Kelemen.

 

 

 

Segundo Kelemen, as vendas da Família HB20 devem seguir os dados projetados pela Fenabrave, com leve retração ao final de 2016. De acordo com o presidente da ABRAHY, no entanto, esta tendência poderá ser alterada, caso ocorram mudanças no cenário político e econômico no Brasil.

 

 

Resultado da iniciativa de um grupo de moradores e empresários de Foz do Iguaçu, a duplicação da Avenida Felipe Wandscheer está às vésperas de ser entregue à população. Prometendo ser um modelo de mobilidade, a nova avenida que antes tinha um projeto de um simples alargamento, teve como marco zero uma audiência pública que contou com a presença do prefeito Reni Pereira, ocorrida no ginásio do Colégio COC Semeador em abril de 2014. Prova da força da mobilização popular e da capacidade de ação da iniciativa privada, a obra trará benefícios extras, como aumento da segurança e redução de alagamentos.

Os três quilômetros da obra contemplam a construção de quatro pistas, estacionamentos, ciclovias, canteiro central, calçadas, galerias pluviais, bocas de lobo, semáforos, iluminação pública e recuos para o transporte coletivo. Serão beneficiadas mais de dez mil edificações, entre residências e estabelecimentos comerciais.

Muito aguardada pela população, não só pela melhoria de circulação que irá proporcionar como também pela liberação da pista que resultará no fim dos transtornos com bloqueios e canteiros de obras, a nova avenida só não foi concluída ainda devido a interrupções ocasionadas pelas chuvas mais intensas de setembro do ano passado a janeiro de 2016. A finalização, agora prevista para o final de maio, também dependerá da celeridade do poder público na vistoria e sinalização da pista, que forma uma importante ligação entre o centro e os bairros da região leste.

“Essa é uma obra essencial, posto que o tráfego foi ficando mais intenso ao longo dos anos e a duplicação se apresenta como uma solução efetiva e bem-vinda por toda a população”, afirma José Elias Castro Gomes, Mantenedor do Colégio COC Semeador. Além de Castro Gomes, também capitanearam o movimento de duplicação Roberto Brugnera, proprietário da Agropasso, e Marcelo Consalter, proprietário do Supermercado Consalter.

Fonte: Assessoria

A Sobre Rodas participou na última sexta-feira (8), no Hotel Loi Suítes, em Puerto Iguazú, na Argentina do lançamento da Ford Ranger 2017.  A apresentação do produto reuniu jornalistas do Brasil, México, Argentina e Chile. 

Além do visual renovado, com nova grade e faróis, a Ranger ganhou um interior mais requintado e tecnologias inéditas de assistência ao motorista, como piloto automático adaptativo e alerta de colisão. Seu conjunto de segurança, com sete airbags, é o melhor da categoria e o conhecido desempenho dinâmico e fora de estrada da picape também foi aprimorado, com avanços nos motores 2.2 e 3.2 Diesel e 2.5 Flex, direção elétrica e controle eletrônico de estabilidade de série. 

A nova geração do Audi A4 desembarca no mercado brasileiro trazendo uma síntese fascinante de modernidade e estética. Toda a tecnologia presente no novo A4 foi redesenvolvida e, mais uma vez, estabelece os parâmetros do segmento. Para o lançamento do modelo, a Audi traz ao país a série limitada Launch Edition, oferecida com um pacote especial de equipamentos com excelente custo-benefício, por R$ 172.990. Em maio chegam a versão de entrada Attraction, que parte de R$ 159.900, e a Ambiente, que sai por R$ 182.990. A Ambition, equipada com motor 2.0 de 252 cv, e o A4 Avant começam a ser vendidos no segundo semestre.