Sobre trailers e trucks, comida de rua ganha força em Londrina

Turismo
Typography

Há cerca de dois anos, a onda dos food trucks invadiu Londrina e deu cara nova à comida de rua. Sobre trailers, furgões ou trucks, eles agregaram valor e opções aos lanches de rua, antes concentrados nas tradicionais feiras da lua e nos "carrinhos" de sanduíche espalhados pela cidade.

Desde o início deste ano, os food trucks estão autorizados a ocupar espaços públicos, em feiras gastronômicas organizadas pela prefeitura, nas quais é possível experimentar desde pizza e chopp até sorvetes e churros, tudo artesanal. As feiras já ocorrem em cinco locais semanalmente, dentre eles, a Praça Nishinomiya, ao lado do Aeroporto Governador José Richa.

"Xuxão" Mendes, proprietário do truck de pizzas artesanais Poderoso Chefão - um dos pioneiros em Londrina - participa de quatro das cinco feiras semanais. Ele explica que o conceito dos food trucks é de agregar valor ao produto final, o que justifica, também, o preço mais elevado em relação aos tradicionais lanches de rua.

"Nosso produto é todo dia fresco. Eu uso carne, queijo de primeira...", explica. "Tem muito aventureiro nessa área, mas não é fácil trabalhar. Os critérios de legalização dos trucks também são maiores", afirma.

O Poderoso Chefão: um dos pioneiros em Londrina
Xuxão Mendes, do Poderoso Chefão

Xuxão está animado com o movimento nas feiras gastronômicas, assim como Otacílio Teles Filho e Fernando Araújo, proprietários do trailer Blitz da Batata. Há apenas quatro meses no ramo, os pintores ainda estão pagando o investimento inicial, mas já ambicionam dedicação exclusiva ao negócio em um futuro próximo.

"Hoje tem bastante variedade na rua e mudou bastante a visão das pessoas (sobre a comida de rua)", comenta Otacílio.

O casal Anny e Fernando Franzini concorda. Eles costumam frequentar as tradicionais feiras da lua e se animaram com a possibilidade de diversificar na feira de food trucks da Praça Nishinomyia.

Food trucks agregaram valor à comida de rua

"A gente vai muito na feira da lua, mas deu uma enjoada. Aqui é bem gostoso, um clima bem família, e mais perto de casa", diz Anny. A professora Edinalva Oliveira caminha às quartas-feiras na Praça Nishinomiya e comemorou a possibilidade de poder se refrescar com um chopp artesanal de um dos trucks após o treino.

"Eu saí da academia e do pilates para me exercitar ao ar livre e ainda posso tomar um refresquinho depois, adorei!", comemora.

Confira os dias e horários das feiras gastronômicas em Londrina:

Domingo - estacionamento do Zerão (onde acontece a Feira da Lua na quarta-feira), das 18h às 22h; Lago Igapó II (próximo ao cruzamento da Rua Joaquim de Matos Barreto com a Avenida Higienópolis), das 18h às 22h (NÃO OCORRE NESTE DOMINGO, 11 DE FEVEREIRO. RETORNA APÓS O CARNAVAL)

Quarta-feira - Praça Nishinomiya (ao lado do aeroporto), das 18h às 22h

Quinta-feira - Praça dos Três Poderes (Centro Cívico), das 15h às 21h

Sábado - Mercado Quebec, das 18h às 22h

Cecília França

e-max.it: your social media marketing partner