Ecomuseu de Itaipu abre três exposições nesta quinta-feira (18)

Turismo
Typography

Um coração que palpita na proximidade da mulher amada, o coser da máquina de costura e o céu estrelado em movimento diante do olhar do espectador estão entre as delicadas peças do acervo de Du Salzane, um dos três artistas que terão parte de suas obras expostas no Ecomuseu de Itaipu, em Foz do Iguaçu (PR). A solenidade de abertura será nesta quinta-feira (18), às 19h.

 

Ao todo, são quase 80 peças entre esculturas, telas, teares e tecidos nas três mostras: A Poesia do Movimento Mecânico, de Du Salzane; Sway Luccas Cristalvo, do jovem artista plástico homônimo; e Aovyta, de propriedade do Museo de Itaipu Tierra Guarani, mantido pelo lado paraguaio da Itaipu, e emprestadas ao Ecomuseu para a exposição.

As exposições, que serão abertas ao público na sexta-feira (19), ficam no Ecomuseu até março de 2019. As visitas ocorrem de terça a domingo, das 8h às 17h. Os ingressos custam R$ 14 (inteira) e R$ 7 (meia entrada). Moradores dos municípios da região trinacional, lindeiros ao Lago de Itaipu e ao Parque Nacional do Iguaçu não pagam.

Delicadeza em movimento

Os autômatos de Du Salzane reproduzem movimentos a partir de princípios mecânicos e físicos, aplicados em materiais reutilizados após o descarte. O acervo impressiona pela delicadeza dos movimentos e pela poesia que cada item traz consigo. Há alusão aos espetáculos circenses, aos sentimentos universais e às atividades do cotidiano. Para o Ecomuseu, o artista trará cerca de 20 itens. Confira o trabalho do artista na página dele no Youtube, com acesso pelo link https://www.youtube.com/channel/UCBvfIznyE2OVJdMcqfd_aLg.

Na sexta-feira (19), o autor ministrará para a comunidade o workshop “Construindo Autômatos”. A inscrição é gratuita (com almoço incluso). As vagas são limitadas. Para participar é necessário ser maior de 18 anos, em função da manipulação de algumas ferramentas.

As inscrições podem ser feitas pelo e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.. Envie nome completo, RG e telefone para contato. No campo assunto inclua a frase "Inscrição para Oficina Du Salzane". Os participantes deverão levar avental e utilizar roupas que possam sujar com poeira. Os demais materiais utilizados na oficina serão oferecidos pelo Ecomuseu.

Expressão em tela

As 42 telas de Luccas Cristalvo, jovem iguaçuense diagnosticado há cerca de dois anos com Transtorno do Espectro Autista (TEA), compõem a exposição Sway Luccas Cristalvo. O artista usa da sua habilidade para mostrar sentimentos, valores e interpretação do mundo a partir de sua arte. O resultado são telas de muita expressão e beleza.

A mostra tem como objetivo levar conhecimento e conscientização à sociedade sobre o autismo, expondo potencialidades e talentos daqueles diagnosticados com o transtorno.

Já a mostra Aovyta apresenta o patrimônio têxtil do Paraguai. São teares, cestarias e tecidos que remetem à cultura do país vizinho. Os teares, por exemplo, concebem os tradicionais ponchos paraguaios de 60 listras.

Fonte: Assessoria 

e-max.it: your social media marketing partner