Cataratas têm o melhor julho da história

Turismo
Typography

As Cataratas do Iguaçu fecharam julho com 179.678 visitantes, 2,3% a mais do que em julho de 2015 (175.638). É o melhor resultado da história para o mês de julho. A queda de 2,3% no número de visitantes brasileiros foi compensada com o aumento do número de estrangeiros, principalmente argentinos, paraguaios e norte-americanos, segundo balanço feito pela Cataratas do Iguaçu S.A., que administra a visitação no Parque Nacional do Iguaçu.

Da Argentina, vieram 62.097 turistas, 10,3% a mais que em julho do ano passado (56.279). Do Paraguai, o crescimento percentual foi mais expressivo: 101%. Foram 4.376 visitantes no mês, ante 2.173 em 2015. Já o número de turistas dos Estados Unidos, que em julho de 2015 foi de 2.304 pessoas, saltou para 2.747 em julho deste ano, aumento de 19,2%.

A participação percentual dos turistas argentinos na visitação do Parque Nacional do Iguaçu subiu de 32% em julho do ano passado para 34,5% em julho deste ano. Além dos hotéis e dos atrativos de Foz do Iguaçu, os argentinos também movimentaram o comércio da cidade, onde os preços da maioria dos produtos equivalem até à metade do que pagam em seu país.

Cataratas argentinas

No Parque Nacional Iguazú, onde estão as Cataratas do lado argentino, o movimento também foi grande em julho, embora inferior ao do mesmo mês de 2015, que registrou recorde histórico. No total, o parque recebeu 165 mil visitantes, ou 5% a menos do que os 173.665 registrados em julho de 2015. Mesmo assim, foi o segundo melhor mês da história do parque argentino.

A maioria dos visitantes – cerca de 75% – era procedente do próprio país, principalmente da província de Buenos Aires. Os demais eram estrangeiros, com destaque para os países do Mercosul.

No Brasil

No lado brasileiro, os dez países com maior número de visitantes em julho foram, pela ordem: Brasil (88.682), Argentina (62.097), Paraguai (4.376), Estados Unidos (2.747), França (2.154), Alemanha (1.558), Uruguai (1.335), Inglaterra (1.291), Espanha (1.274) e Peru (1.106).

Em relação a julho de 2015, os Estados Unidos perderam a terceira posição para o Paraguai, mas suplantaram a França, enquanto o Chile perdeu a posição de um dos “dez mais”. Veja como foram os números em 2015: Brasil (90.814), Argentina (56.279), França (2.712), Estados Unidos (2.304), Uruguai (2.280), Paraguai (2.173), Inglaterra (1.558), Alemanha (1.471), Peru (1.324) e Chile (1.160).

Olimpíada

A expectativa para agosto e setembro, no Parque Nacional do Iguaçu, é de aumento no número de visitantes estrangeiros. Muitos turistas que vieram ou ainda virão ao Brasil para assistir à Olimpíada do Rio de Janeiro deverão aproveitar para esticar a estadia e conhecer outros destinos turísticos do País. E Foz do Iguaçu tem como chamariz de visitantes as Cataratas do Iguaçu, conhecidas no mundo inteiro por sua beleza e pelo título de uma das sete maravilhas da natureza.

De outro lado, porém, a própria Olimpíada deve provocar uma redução ainda maior na visitação de brasileiros. Somada, ainda, à redução de voos para Foz do Iguaçu, que diminuíram a facilidade de acesso ao destino.

Fonte: Assessoria

e-max.it: your social media marketing partner