Uma pesquisa realizada pelo IBOPE, encomendada pelo Instituto Pró-Livro e divulgada em 2016, mostrou que 56% dos brasileiros dizem ler com frequência (pelo menos 1 livro em partes ou inteiro nos últimos três meses), um número recorde no país. Segundo a mesma pesquisa, o brasileiro lê 4,96 livros por ano, do total 2,43 foram terminados e 2,53 foram lidos apenas em partes.

O ex-ministro de Infraestrutura e das Comunicações, Ozires Silva, fará uma palestra sobre inovação e desenvolvimento tecnológico no dia 5 de fevereiro, às 15h, no Show Rural Coopavel, em Cascavel. O bate-papo com ex-ministro, que foi presidente e co-fundador da Embraer, faz parte das atividades do Programa Oeste em Desenvolvimento (POD), que promoverá uma série de palestras, apresentações e bate-papos durante todo o Show.

Estreia no dia 15 de janeiro, nesta segunda-feira das 14h às 16h30, o programa de rádio “Depois das Duas” com as jornalistas Daniela Valiente e Renata Thomazi. Elas comandam o programa de variedades que irá ao ar toda semana, de segunda a sexta-feira. “Depois das Duas” os ouvintes receberão muita informação, bom humor, entretenimento, notícias da fronteira e ainda lazer, cultura, política, esportes, tretas e boas risadas.

Um grupo de jovens da igreja Assembleia de Deus, em Foz do Iguaçu, promove no sábado (13), a 3ª Festa do Sorvete. A festa mais gelada do ano ocorrerá das 15h às 19h, na igreja Assembleia, do centro. O objetivo é arrecadar fundos para um retiro espiritual que acontece durante o carnaval. 

Desde segunda-feira 98), o Conselho Tutelar 1, de Foz do Iguaçu, está atendendo em novo endereço, na Rua Tarobá, nº 177, próximo ao Sismufi (Sindicato dos Servidores Municipais de Foz do Iguaçu). A mudança de endereço atende a uma antiga reivindicação dos conselheiros, e da própria população, que sofria com a estrutura precária do antigo imóvel, na Travessa Julio Pasa. 

“Estávamos trabalhando em uma estrutura totalmente precária, com problemas na rede elétrica e hidráulica, parte do forro caindo, falta de equipamentos. Em dias de chuva o trabalho ficava comprometido, porque tinha goteiras em várias salas”, detalhou o presidente do Conselho Tutelar 1, Joel Rodolfo Gerling. 

Na nova sede, os conselheiros terão uma estrutura adequada para o atendimento ao público, com 10 salas amplas e climatizadas, banheiros e cozinha. Uma licitação está em andamento para aquisição de mobiliário e também está prevista a aquisição de mais um veículo com recursos do Governo do Estado. 

O atendimento ao público está sendo feito normalmente, já no novo endereço, das 8h as 12h e das 14h as 18h. As instalações de telefone e internet ainda estão sendo feitas, mas a previsão é de que tudo esteja normalizado dentro de alguns dias. Nos próximos dias o Conselho Tutelar 1 atenderá somente via o telefone de plantão: 99921-7576. 

Economia

Com a mudança, o município também fará uma economia de R$ 4,5 mil ao mês, já que o imóvel na Travessa Julio Pasa custava aos cofres públicos R$ 12,3 mil, e o aluguel da casa na Rua Tarobá será de R$ 7,5 mil. “Além de otimizar recursos, a nova sede do Conselho Tutelar vai oferecer melhores condições de trabalho e maior comodidade ao público”, disse o diretor de gestão do Sistema Único da Assistencia Social (SUAS), André dos Santos.  

Com Assessoria 

Foto: Alexandre Marchetti

O clima festivo que tomou Foz do Iguaçu com as comemorações natalinas, em dezembro, está de volta neste início de 2018. Começa nesta sexta-feira (5) a 2ª edição do Festival de Arte e Circo do Gramadão, promovido pela Itaipu Binacional. Até 3 de fevereiro, os artistas da Circocan, Escola Internacional de Circo, darão aulas circenses e farão apresentações artísticas.

O Ministério da Educação liberou R$ 344,9 milhões de recurso extra para as universidades e institutos federais de todo o país no final do exercício de 2017. “Esses recursos chegam às instituições permitindo aos reitores fecharem o exercício com mais tranquilidade e planejarem o início de 2018, seja honrando contratos já em andamento, seja adiantando ordens de serviços e planejamento de obras, o que dá a eles uma maior capacidade de execução de ações”, avaliou o ministro da Educação, Mendonça Filho.

No caso das universidades federais, o repasse foi de R$ 251,2 milhões. Para os institutos federais foram destinados R$ 93,7 milhões. A verba poderá ser utilizada para ações de custeio e investimento em obras de ampliação ou reforma, aquisição de equipamentos e contratação de serviços terceirizados. Como se trata de recursos descontingenciados, a instituição tem total autonomia para aplica-los nas ações que considere mais importantes.