Cuidar do bem-estar e, porque não, do visual, são práticas diárias que deveriam fazer parte da nossa rotina. Desde tratar da saúde até cogitar um corte de cabelo diferente, ou uma barba mais bonita. Pensando nisso, o barbeiro Jonathan, da curitibana GriloGringo (Street 444), preparou algumas dicas para auxiliar no cuidado individual da barba, e assim, fazer com que ela cresça e fique com uma ótima aparência.

Para manter a higiene e a boa aparência são necessários procedimentos bem simples. Lavar a barba com um shampoo próprio é um primeiro passo. Usar um pente de madeira e um secador ajudam a tirar a umidade e manter um aspecto mais arrumado. E para finalizar, passar óleo nos pelos para que a barba fique macia.

Quando o assunto é o crescimento da barba, é preciso ter paciência. O ideal é procurar um profissional que possa criar um desenho enquanto ela ainda está curta. Isso vai fazer com que ela já cresça com um formato interessante. A partir daí, frequentar o barbeiro a cada 20 ou 30 dias é importante para que a barba não fique com um aspecto de malcuidada.

Confira mais algumas dicas especiais para serem adotadas no dia-a-dia:

 

·        Evite enrolar a barba com os dedos, pois os pelos começam a ficar deformados;

·        Minancora é muito boa para evitar irritações na pele;

·        Torne comum a utilização de óleos para barba; 

·        Procure um profissional com certa frequência para ajudar a manter a barba bem alinhada.

 

Apesar do índice de conscientização masculina ter aumentado ao longo dos últimos anos, muitos homens ainda deixam a saúde e os exames de rotina de lado. Segundo o Dr. Massimo Colombini, especialista em medicina da família do Docway, existem cinco eixos de cuidados que todo homem deveria ter: 1 – ingestão de água; 2- controle do estresse; 3 – alimentação saudável e controle do peso; 4- atividade física regular; e 5 – relações interpessoais. “São dicas simples, mas muitos homens deixam esses cuidados de lado no dia a dia, o que acaba por acarretar problemas graves com o passar do tempo”, explica o médico.

A ingestão de água nas quantidades recomendadas, é de extrema importância, já que o corpo humano é composto por 74% dela. “A água é necessária para o metabolismo de cada uma das 70 trilhões de células que temos no corpo humano. Precisamos de água para realizar as trocas gasosas da respiração. Utilizamos água para que o rim possa eliminar os resíduos do metabolismo. Nosso corpo utiliza água para o trânsito intestinal. Temos água em todas as articulações e colunas vertebrais para protegê-las do atrito com outros ossos (líquido sinovial). Praticamente todas as funções fisiológicas dependem da água para ocorrerem”, comenta o especialista. Quando ingerimos uma quantidade menor que a quantidade utilizada pelo corpo (entre 1,5 a 3 litros), começam a aparecer diversas doenças.

Outro fator importante na prevenção de doenças é o controle do nível de estresse. Um estudo apresentado pela pesquisadora Kelly McGonigal (2013), mostra que a ocorrência de altos níveis de estresse aumenta em 43% a ocorrência de mortes entre as pessoas que acreditam que o estresse é prejudicial à saúde. Já as pessoas que entendem a resposta ao estresse como uma reação natural do organismo, apresentam os menores índices de mortes. “Ou seja, a forma como encaramos o estresse influencia a ocorrência de mortes em decorrência dele. Costumo perguntar aos pacientes como podemos controlar o estresse e peço para eles relacionarem maneiras de proceder diante situações de estresse, com música, atividades físicas, yoga, meditação, são atividades que ajudam o paciente nesse controle, cada pessoa tem atividades que fazem se sentir bem e relaxadas, são preferências individuais”, revela Colombini. 

Segundo Robert Waldinger, um dos pesquisadores responsáveis maior estudo sobre a felicidade, conduzido pela Harvard, que acompanha 724 adultos há mais de 75 anos, a qualidade das relações interpessoais que desenvolvemos durante nossa vida está diretamente ligada com a saúde. Pessoas mais satisfeitas com a vida em decorrência das relações interpessoais, apresentaram melhores condições de saúde, e menos ricos ou problemas com doenças.

Outro ponto importante para uma melhor qualidade de vida está relacionado aos nossos cuidados com a alimentação. Para o médico, o ser humano precisa reaprender a comer, não só alimentos mais saudáveis, mas sim levando em consideração as quantidades necessárias para a fisiologia do seu corpo. Essa dificuldade que muitos têm em emagrecer, por exemplo, está diretamente ligada ao que aprendem a comer durante a infância, por isso, é importante conscientizar as crianças desde muito cedo sobre sua alimentação. Colombini lembra ainda, que a quantidade de alimentos ingeridos pelo homem deve diminuir quando o processo de crescimento é interrompido.

Por fim, mas não menos importante, além dos cuidados básicos com a saúde citados, o médico lembra da importância dos exames preventivos e consultas de rotina. “Muitos homens deixam de cuidar da saúde, atribuem pouca importância aos exames periódicos e preventivos, enquanto esse tipo de atitude precisa mudar, visto que a medicina avançou muito e muito pode ser feito para prevenir as doenças e complicações, com grande impacto na qualidade de vida e impacto em toda a família”, completa Colombini.

 Fonte: Assessoria

O Deputado Federal, Sérgio Souza, retirou, nesta terça-feira (15), a emenda solicitando a conversão da Universidade da Integração Latino-Americana (Unila) em Universidade Federal do Oeste do Paraná (UFOPR).  A Medida Provisória 785/17 foi publicada no Diário Oficial  dia 7 de julho.  

A possível mudança causou muitas manifestações, entre professores e estudantes. Entidades de Foz do Iguaçu, onde é a sede da universidade, também se mobilizaram e emitiram nota em apoio a Unila. E que se acontecesse, a Unila perderia sua missão institucional de formar recursos humanos para toda a América Latina.

A Unila foi criada em 2010. Ela recebe estudantes de 19 países. Entre eles, El Salvador, Haiti, Costa Rica,  Cuba, Guatemala, Panamá e República Dominicana. 

Conheça mais a Unila em 

O drama nacional O Filho Eterno, baseado na obra do escritor Cristóvão Tezza será exibido nesta segunda-feira (7) às 23h na Tela Quente, na Rede Globo. O filme é estrelado pelo ator-mirim iguaçuense Pedro Vinícius de Matos Francisco. No longa metragem, Pedro é Fabrício, filho de Roberto (Marcos Veras) e Cláudia (Débora Falabella). 

O menino foi selecionado para o papel em Curitiba, entre mais de 50 crianças com Síndrome de Down. O filme foi lançado em 2016. 

Veja abaixo a sinopse:

O casal Roberto e Cláudia aguarda ansiosamente pela chegada de seu primeiro bebê. Roberto, que é escritor, vê a chegada do filho com esperança e como um ponto de partida para uma mudança completa de vida. Mas toda a áurea de alegria dos pais é transformada em incerteza e medo com a descoberta de que Fabrício, o bebê, é portador da Síndrome de Down. A insatisfação e a vergonha tomam conta do pai, que terá de enfrentar muitos desafios para encontrar o verdadeiro significado da paternidade.

A base

A obra de Tezza foi premiada com o Jabuti de Melhor Romance de 2008. Para o cinema, a história foi adaptada. O roteiro é de Leonardo Levis e a direção é de Paulo Machline. A trama se desenvolve a partir da chegada de Fabrício à vida do pai, Roberto, e da transformação imposta por esta paternidade.

Com JIE 

 Ela pode ser considerada coadjuvante por muitos na hora de arrumar as malas, mas a nécessaire é sim uma aliada importante no quesito organização. Segundo a consultora de Comportamento Profissional e de Etiqueta Social, Maria Inês Borges da Silveira, professora do ISAE – Escola de Negócios, arrumar essa pequena bolsa exige não só objetividade, como autoconhecimento. Como seu próprio nome diz, nela carregamos o estritamente necessário para determinada ocasião. Prática, ela pode ser arrumada com tudo, desde maquiagens até remédios e produtos de primeiros socorros. “É pratico carregar nela tudo que vamos precisar na viagem, assim ela serve como um auxílio caso necessário”, explica.

Para a especialista, as mulheres geralmente optam por uma ou duas nécessaire. “É legal ter uma básica na bolsa, com produtos básicos e nossa maquiagem diária: base, corretivo, delineador, rímel e batom”. Maria Inês comenta que é interessante levar um estojo de sombras e lembrar, também, de hidratantes e cremes. “Quando essa nécessaire vai na bolsa de mão, os produtos devem ter no máximo 100ml, respeitando as normas. Acima desse limite, eles podem ser retidos no aeroporto. É bom tomar esse cuidado”, detalha a especialista.

Já as pessoas que gostam de viajar levando demaquilante, óleos, perfumes, quites com pasta de dentes e escova, ela recomenda que eles sejam despachados com a mala. “Todos os produtos devem estar devidamente embalados em sacos plásticos, nunca soltos, mesmo dentro da nécessaire, já que no transporte eles podem vazar ou quebrar e estragar algumas peças de roupas, por isso é sempre bom usar o plástico como proteção”, completa Maria Inês.

Em qualquer evento com familiares e amigos tem um detalhe que é indispensável: a bebida gelada. Pode ser a cerveja do churrasco, a água para se refrescar no clube ou o suco do encontro ao ar livre. Nesse caso, o cooler é uma ótima solução, pois ele mantém a temperatura da bebida e pode ser facilmente levado de um lugar para o outro.

Como o Dia dos Pais está chegando, a partir desta terça-feira, dia 1º agosto, nas compras acima de R$ 300 no Cataratas JL Shopping, o cliente ganha um cooler para manter as bebidas sempre geladas.

Dá para escolher entre quatro modelos exclusivos. É um brinde por CPF e enquanto durar o estoque. Para participar é preciso apresentar as notas ficais de compras nas lojas participantes no posto de trocas no piso L2. “Decidimos apostar novamente no formato compre e ganhe com um produto que agrada aos pais de todas as idades”, destaca o superintendente do Cataratas JL Shopping, Lindenor Cavalheiro. 

Para a data, os lojistas do Cataratas JL Shopping prepararam ofertas e condições de pagamento especiais. De roupas, calçados, livros a produtos criativos e de beleza, os consumidores encontram opções para papais de todos os estilos. Dicas de produtos podem ser conferidas nas redes sociais do Shopping (Instagram, Twitter e Facebook).

 

Representantes da sociedade civil e de órgãos públicos elegeram a mesa diretora do Codefoz (Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social de Foz do Iguaçu) nesta quarta-feira, 26. A diretoria, eleita por aclamação, foi composta pelo empresário Mário Camargo (presidente) e pelos jornalistas Alexandre Teixeira (vice-presidente) e Gilmar Piolla (secretário).

A mesa diretora do Codefoz foi formada a partir de consenso entre os membros do colegiado. O mandato tem vigência de um ano. Participaram da plenária de eleição empresários, gestores públicos e integrantes das 37 instituições que compõem o conselho socioeconômico e as comissões técnicas.

Mário Alberto Camargo é diretor de Comércio Exterior da ACIFI (Associação Comercial e Empresarial de Foz do Iguaçu). Alexandre Teixeira é assessor especial do diretor-geral brasileiro da Itaipu Binacional e Gilmar Piolla é secretário municipal de Turismo, Indústria, Comércio e Projetos Estratégicos de Foz do Iguaçu.

À plenária, Mário Camargo agradeceu a confiança dos membros do Codefoz, disse estar honrado pela oportunidade de presidir o órgão e enfatizou o trabalho em equipe. “É um desafio grande, mas estamos preparados para fazer um grande trabalho juntamente com os colegas da diretoria, que são muito preparados e especialistas em várias áreas”, frisou.

Fonte: Assessoria

O Papai Noel vai chegar com força total em 2017, em Foz do Iguaçu. Depois de 12 anos, o Natal no Gramadão da Vila A, uma das maiores atrações culturais da cidade, vai voltar. Além de patrocinar o Natal das Cataratas, no centro da cidade, a Itaipu vai novamente promover a festa natalina no Gramadão – que, no auge, chegou a receber 80 mil pessoas num só dia.

A programação cultural incluirá a apresentação da Orquestra Sinfônica do Paraná, espetáculo de fogos de artifício e muitos shows musicais, além de uma árvore de 20 metros de altura, do Auto de Natal e da Árvore Wifi, que oferecerá ao público acesso à internet gratuitamente. O tema do Natal das Cataratas, este ano, será "Eu Amo Foz".

Paralelamente aos dois grandes eventos, um caminhão com a casinha do Papai Noel vai circular pelos bairros da cidade, promovendo o que há de melhor da música local, com shows itinerantes de artistas de Foz e região.

O calendário de programação das duas festas ainda não está definido, mas a previsão é que a abertura ocorra na Praça da Paz, no centro da cidade, no dia 30 de novembro, uma quinta-feira. Às sextas-feiras, sábados e domingos, as apresentações artísticas e culturais serão feitas sempre no Gramadão.

Além dos pórticos, que vão receber um novo visual, boa parte do centro da cidade será iluminada com luzes de led. A estrutura existente, utilizada para a realização do Natal das Cataratas em anos anteriores, será reaproveitada. 

Árvore Wifi

Em reuniões com o prefeito Chico Brasileiro e representantes de várias entidades para discutir a realização do Natal das Cataratas, Alexandre Teixeira, assessor do diretor-geral brasileiro da Itaipu, Luiz Fernando Leone Vianna, adiantou que uma das grandes novidades deste ano será a Árvore Wifi. Ela será instalada na Praça da Paz e oferecerá internet grátis a todo o público.

A programação cultural descentralizada, sobre rodas, incluirá atividades em vários bairros do município, no Gramadão da Vila A e na Praça da Paz. “Uma programação complementará a outra. A ideia é melhorar a autoestima do iguaçuense e oferecer mais opções para a população da fronteira, que une o Brasil, Paraguai e Argentina, e também aos turistas que visitam a cidade. Um Natal de solidariedade”, diz Teixeira.

Natal no Gramadão

Em 2004, a festa recebeu mais de 80 mil pessoas, o maior público já registrado em todos os Natais de Itaipu.

O Natal no Gramadão começou em 1999, com a primeira festa natalina para a comunidade promovida pela Itaipu Binacional, exatamente naquele espaço. Em 2000, o Gramadão ganhou a Concha Acústica e, com apresentação de shows variados, ficou ainda mais preparado para uma grande festa.

A cada ano havia uma surpresa diferente para o público. Em 2005, o Natal do Gramadão ganhou um “Encantado” no nome. Em 2004, a festa recebeu mais de 80 mil pessoas, o maior público já registrado em todos os Natais de Itaipu.

Com assessoria 

O Programa Oeste em Desenvolvimento (POD) encaminhou uma carta ao Governador do Paraná, Beto Richa, solicitando agilidade na publicação do Procedimento de Manifestação de Interesse (PMI) que selecionará a empresa responsável pelo estudo de ampliação da Estrada de Ferro do Oeste do Paraná (Ferroeste).

A necessidade de aumentar a ferrovia em pelo menos mais mil quilômetros (hoje tem 250 km) voltou a ser tema central da reunião de coordenação do Oeste em Desenvolvimento, nesta terça-feira (18), na sede Associação Comercial e Industrial de Cascavel (Acic). O POD atuará para que a região Oeste tenha mais opções de modais no escoamento da produção e, assim, torne-se mais competitiva. Hoje, apenas 10% da safra chega ao Porto de Paranaguá por linha férrea.

A previsão é que até 2030 o Porto aumente a sua capacidade de movimentação, passando de 45 milhões de toneladas por ano para 80 toneladas. Sem ferrovia, a única opção do Oeste para chegar à Paranaguá seria por rodovia – uma matriz muito cara.

Além dos integrantes da coordenação do programa e das Câmaras Técnicas, a reunião contou com a presença do diretor-presidente da Coopavel, Dilvo Grolli; do prefeito de Matelândia, Rineu Menoncin (Teixeirinha); e do assistente do diretor-geral brasileiro da Itaipu, Alexandre Teixeira.

PMI

Segundo o presidente do POD, Danilo Vendruscolo, os dois maiores gargalos da região são energia e logística. “Nosso compromisso é solicitar ao Governo do Estado agilidade no processo de uma nova concessão. A estrada precisa ser ampliada e reformada. Parte dela foi construída em 1880”, disse.

O Procedimento de Manifestação de Interesse (PMI) prevê selecionar a empresa interessada em elaborar o estudo de implantação de novos ramais. A previsão é que esse levantamento custe R$ 30 milhões. O valor estimado da obra gira em torno de R$ 10 bilhões, de acordo com dados da Ferroeste. Neste modelo, o valor do diagnóstico não sairia dos cofres públicos. O retorno para o investidor viria com o funcionamento da estrada.

O estudo contemplará o projeto de construção de linhas entre Guarapuava e o Porto de Paranaguá, a revitalização existente e a extensão de um ramal de Cascavel a Dourados, no Mato Grosso do Sul, o tempo de retorno do investimento e avaliações ambientais. “Precisamos buscar alternativas para reduzir os custos dos nossos produtos. Embora essa não seja a única saída, a ampliação da ferrovia já nos ajudaria muito”, defendeu o vice-presidente do Programa, Elias Zydek.

“O Governo do Paraná já aprovou implantação de nova ferrovia. A previsão é que a licitação seja lançada em junho em 2018, mas precisamos que ocorra o quanto antes”, afirmou Vendruscolo.

Outras alternativas

Além da ampliação da Ferroeste, durante a reunião foram apresentadas outras sugestões para melhorar a logística da região. Dilvo Grolli defendeu a construção de uma nova ferrovia. Segundo ele, o custo seria em torno de R$ 12 bilhões.  

Segundo Grolli, o Brasil inverte as matrizes e por isso fica cada vez mais difícil ser competitivo. Nos Estados Unidos, um país com dimensões semelhantes às brasileiras, 61% do transporte de grãos é feito pelas hidrovias, enquanto no Brasil apenas 10% vão de barcaças. Lá, apenas 10% da produção é escoada por rodovias, número bem inferior ao brasileiro: 65%. O transporte férreo é semelhante: 23% dos grãos vão de trem pelos Estados Unidos; no Brasil, 25%.

“Precisamos diminuir o modal rodoviário. Atualmente, 2% da produção regional é gasta com pedágio. Um caminhão com 600 sacas de soja paga R$ 767,20 em pedágio para ir de Foz do Iguaçu à Paranaguá”, disse.

Alexandre Teixeira destacou a importância das hidrovias. Segundo ele, a Itaipu vem negociando com o Paraguai a utilização de barcaças no lago da usina. “Não podemos olhar apenas para o Porto de Paranaguá, mas sim para o nosso país vizinho, que é o segundo no mundo na frota de barcaças.”

Oeste em Desenvolvimento

Lançado em 2014, o Programa Oeste em Desenvolvimento é uma iniciativa que une mais de 60 instituições públicas e privadas, como a Itaipu Binacional, o Parque Tecnológico de Itaipu (PTI), o Sebrae/PR, o Sistema Cooperativo, a Caciopar, a Amop, a Emater e a Fiep, além de instituições de ensino superior.

O programa tem como objetivo promover o desenvolvimento econômico sustentável dos 54 munícipios do Oeste do Paraná por meio de ações integradas e com foco nas potencialidades regionais.

Toda a ação tem como base as sete cadeias produtivas do território, também chamadas de exportadoras, pois recebem recursos e investimentos de outras regiões brasileiras e até do exterior. São elas: cadeia do frango, leite, suíno, pescado, grãos, indústria metalmecânica e turismo.

Este ano a decoração de natal de Foz do Iguaçu terá como destaque a iluminação. O prefeito, Chico Brasileiro, nomeará na próxima semana, a comissão que organizará o “Natal das Cataratas 2017”, a ser realizado durante todo o mês de dezembro, em Foz do Iguaçu.

A nomeação é exigida por lei e contará com representantes das secretarias de Turismo, de Trabalho, Desenvolvimento Socioeconômico, Indústria e Comércio, Fundo Iguaçu, Itaipu Binacional, Associação Comercial e Industrial de Foz do Iguaçu (ACIFI), além de sindicatos, conselhos e associações dos setores de turismo.

Os nomes dos representantes da comissão e detalhes de como será o Natal das Cataratas foram discutidos nesta quarta-feira (12), no gabinete no prefeito. A próxima reunião para definir os locais a serem decorados e a programação preliminar está marcada para a próxima sexta-feira (21).

A proposta é fazer o natal das luzes e da sustentabilidade, pois Foz é o município que mais produz energia do planeta. Embora vários pontos do município serão decorados, diferente dos anos anteriores, a programação artística será concentrada na Praça da Paz, na Avenida JK, que está passando por reforma.

“Foz terá um natal de luz. E com muitas novidades”, adiantou a primeira-dama, Rosa Jeronymo, voluntária na organização do Natal. Segundo Rosa, a prefeitura buscará parcerias para iluminar a cidade e montar uma programação que valorize os artistas locais. “Queremos que o iguaçuense e os turistas entrem no clima natalino. E tenham orgulho da nossa cidade. Que queiram levar os seus filhos para visitar a Casa do Papai Noel e assistir às apresentações.

Wifi

O assessor do diretor-geral da Itaipu, Alexandre Teixeira, afirmou que a empresa mais uma vez será parceira do Natal das Cataratas. “Queremos resgatar a autoestima do iguaçuense. Vamos colaborar propondo um natal do amor e da solidariedade”.

Segundo Teixeira que uma das contribuições da empresa será uma programação cultural descentralizada, sobre rodas, que incluirá atividades em vários bairros do município, no Gramadão da Vila A e na Praça da Paz.

A empresa também envelopará um dos carros elétricos da frota para puxar o trenó do Papai Noel. E a grande novidade ficará por conta de uma “Arvore Wifi”, que será instalada na Praça. A ideia é oferecer internet grátis a todo público.

Acifi

Como objetivo é reunir todos os setores e promover um grande natal, a comissão também apoiará as ações da Acifi em parceria com a Federação das Associações Comerciais e Empresariais do Paraná (Faciap) que distribuirá mais de R$ 1 milhão em prêmios, entre uma camionete, carros, motos e vales-compras dentro do “Natal Sonho Dourado 2017”.