Nova diretoria do POD vai atuar para tornar a região livre de febre aftosa sem vacinação

Variedades
Typography

O empresário iguaçuense Danilo Vendruscolo terá à frente da diretoria do Programa Oeste em Desenvolvimento (POD), como um de seus principais desafios, melhorar a infraestrutura e a logística da região, um dos principais entraves para a expansão da economia local. Ele também se compromete a batalhar por políticas públicas específicas, como a sanidade animal, e por reformas trabalhistas.

Segundo Vendruscolo, o Oeste precisa lutar para se tornar uma região “Livre de Aftosa sem Vacinação”. Com esse status, os produtores de leite terão valor agregado ao produto em pelo menos 10% e abrirão novos mercados para exportação da carne bovina.

Vendruscolo assumiu o cargo ao lado do vice-presidente Elias Zydek, diretor-executivo da Cooperativa Lar. A nova diretoria tomou posse em solenidade, na manhã desta terça-feira (7), no Show Rural Coopavel, em Cascavel.

Participaram da cerimônia o secretário estadual de Agricultura, Norberto Ortigara, o presidente da Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA), Francisco Turra, empresários, presidentes de cooperativas, representantes de empresas públicas e privadas e de instituições de ensino dos 54 municípios da região, que fazem parte do POD.

Vendruscolo e Zydek assumiram a presidência do POD m substituição ao arquiteto de Toledo, Mario Costenaro e do prefeito de Assis Chateaubriand, Marcel Micheletto. Os dois agora fazem parte do Conselho Consultivo do programa.

Missões

Vendruscolo afirmou que dará continuidade ao trabalho dos antecessores tendo como meta construir resultados efetivos. A infraestrutura precária onera os custos das cadeias produtivas do Oeste. “Precisamos estar muito fortes e unidos para resolver esse gargalo”. E ressaltou: “Não podemos depender apenas das rodovias; precisamos de investimentos em outros modais, como o ferroviário e o hidroviário. Só assim conseguiremos baixar os custos da produção e ser competitivos mundialmente”.

Despedida

Mário Costenaro se despediu fazendo um agradecimento e um rápido histórico de seu trabalho no programa. “Nesse período, buscamos o fortalecimento das potencialidades com a união das instituições públicas e privadas. O Oeste mostrou sua força. Os novos diretores farão mesmo”

POD

Lançado em agosto de 2014, o POD busca promover o desenvolvimento sustentável da região por meio de um processo participativo. Para isso, reúne mais de 60 instituições públicas e privadas como empresas, cooperativas, instituições de apoio e fomento, sindicatos e associações de classe, universidades, centros de pesquisas e tecnologias dos 54 municípios da região.

e-max.it: your social media marketing partner