Governadora anuncia investimentos de R$ 72 milhões em Foz

Variedades
Typography

A Governadora do Paraná Cida Borghetti anunciou investimento de R$ 72 milhões em ações de habitação para Foz do Iguaçu. Serão construídas 604 moradias e a regularização fundiária de 2.605 imóveis, que irão beneficiar 3.209 famílias. O anúncio foi feito durante a inauguração do Centro Especializado em Reabilitação Doutor José Carlos Azeredo (CER IV), nessa quinta-feira (14).

 

Das 604 casa, 340 serão construídas na região da Gleba Guarani, com recursos do Fundo de Arrendamento Residencial (FAR). As obras receberão R$ 26,2 milhões de subsídios do programa Minha Casa Minha Vida que permitirão que as famílias com renda de até R$ 1,8 mil por mês paguem prestações mensais que variam de R$ 80 a R$ 270 por casas de 43 metros quadrados.

Famílias com renda superior, mas que também não possuem casa própria, poderão adquirir uma unidade do Residencial Clube Cohapar Foz do Iguaçu, composto por 224 apartamentos financiados pelo Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), com investimentos de R$ 38,1 milhões. As casas de 73 metros quadrados custam a partir de R$ 169 mil, com descontos que chegam até R$ 19 mil por imóvel por meio do programa Minha Casa Minha Vida.

 

Cida Borghetti e o prefeito Chico Brasileiro também assinaram convênio para construção de 40 moradias para a Terceira Idade, na região do Lagoa Azul. O investimento será de R$ 5 milhões em parceria entre a Prefeitura, Copel, Sanepar e Governo do Estado.

Reabilitação

O Centro Especializado em Reabilitação (CER IV) é o primeiro do Paraná, e foi construído com recursos do Governo Federal (R$ 5 milhões) e contrapartida de R$ 2 milhões do município. Como lembrou o prefeito Chico Brasileiro durante a cerimônia, à obra estava completamente abandonada, assim como muitas outras deixadas pela antiga gestão. 

“Um ponto muito positivo dessa conquista é o resgate de uma obra abandonada, que era puro mato, em estado de abandono absoluto e que nós conseguimos resgatar e investir. Recomeçamos, equipamos, contratamos os profissionais e buscamos junto ao Governo Federal o processo de habilitação junto ao Ministério da Saúde para o custeio das despesas que serão divididas entre União e município. Era um compromisso da gestão municipal resgatar essas obras”, disse o prefeito de Foz, Chico Brasileiro.

O CER IV começa a funcionar na próxima segunda-feira (18). Ele será um ponto de atenção ambulatorial especializado em reabilitação em quatro modalidades: Auditiva, Física (incluindo Ostomizados), Intelectual (incluindo espectro autista) e Visual, tornando-se uma referência para a atenção à saúde da pessoa com deficiência. 

A unidade realizará diagnóstico, avaliação, orientação, estimulação precoce e atendimento especializado em reabilitação, concessão, adaptação e manutenção de tecnologia assistiva e das órteses, próteses e meios auxiliares de locomoção. “É um orgulho para Foz ser uma referência nacional nesse tipo de atendimento, e com um centro que possibilitará um atendimento humanizado e qualificado as pessoas com necessidades especiais”, concluiu o chefe do executivo.  A estrutura com 2.500 metros quadrados fica na Avenida Andradina e tem capacidade para atender 800 pacientes por mês.

Com Assessoria 

 

e-max.it: your social media marketing partner