A segunda parte do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) é no próximo domingo (12). E é claro que nesse momento tão importante é bom estar preparado. E para te ajudar nessa tarefa, a psicopedagoga especialista em gestão escolar e educação, Ana Regina Caminha Braga, separou 12 dicas para ajudar em todo esse processo.  “As dicas para os alunos que participarão do ENEM têm o objetivo de minimizar a ansiedade ocasionada pelo momento repleto de expectativas, sonhos de uma nova etapa a ser iniciada e também de vários receios”, comenta.

Os seis principais líderes cooperativistas da região Oeste do Paraná: Alfredo Lang, presidente da C. Vale; Dilvo Grolli, presidente da Coopavel; Irineo da Costa Rodrigues, presidente da Lar; Ricardo Chapla, presidente da Copagril, Valter Pitol, presidente da Copacol e Valter Vanzella, presidente da Frimesa, receberão nesta sexta-feira (10), em Cascavel, por parte da Amop (Associação dos Municípios do Oeste do Paraná), o título de Cidadãos Honorários do Oeste do Paraná. 

Doença mais comum entre homens acima de 50 anos, o câncer de próstata vai atingir um a cada sete homens em algum momento na vida. A informação é do médico urologista do IBCC, Dr. Álvaro Dias Bosco, que afirma ainda que a doença é responsável por 25% dos casos de câncer na classe masculina.

O jornalista Marcos Piangers, escritor do best seller “Papai é Pop”, arrancou sorrisos e lágrimas de um público mais de mil pessoas, na última terça-feira (31), no Mabu Thermas Grand Resort, em Foz do Iguaçu. Ele falou, por pouco mais de uma hora, de um jeito leve e extrovertido, sobre as delícias e as dificuldades da paternidade. Assuntos que, muitas vezes, são tabus nas famílias, causam discussões entre os casais, mas essenciais para a felicidade.

O número de vagas ofertadas no ensino superior cresceu 13% entre 2012 e 2016 nos 54 municípios do Oeste do Paraná. Eram 30.586 e agora são 34.685. A quantidade de faculdades também teve acréscimo de 5%, enquanto na média brasileira houve redução de 2,2%. O maior avanço foi de instituições públicas. Eram oito em 2012 e, agora, são 12. A cidade com mais faculdades da região é Foz do Iguaçu, com 13 instituições, seguida de Cascavel, com 11, e Toledo, com seis instituições de ensino superior.

O pai, jornalista e escritor Marcos Piangers, considerado hoje uma das figuras mais populares da internet - mais de 2 milhões de seguidores no Facebook – visitará os atrativos turísticos de Foz do Iguaçu, nesta terça-feira (31). 

Ele e a família vem a Foz para contar um pouco de sua experiência com a paternidade, dentro do projeto “Faça a Diferença”, que pretende trazer a cada três meses para a cidade pessoas que, com pequenos gestos, são capazes de fazer a diferença em suas comunidades. O encontro ocorrerá nesta terça-feira, às 20h, no Mabu Thermas e Resort. Logo depois, Piangers fará uma sessão de autografo do livro “Papai é Pop”, que já vendeu mais de 150 mil cópias.

Durante a palestra, Piangers falará sobre o impacto da paternidade na vida de um homem, a nova concepção de pai moderno e sobre, o contrato que deve ser firmado entre pai e filhos, onde fica garantido que pai e filhos nunca se separarão, nunca brigarão para sempre, nunca dirão à Deus e nunca morrerão, mas terão uma vida próspera para sempre. “Todo pai tem o direito de passear com seu filho de mãos dadas; todo o pai tem direito dizer Eu te amo em qualquer hora, lugar ou situação; todo pai tem direito de fazer cócegas na barriga da filha e todo pai tem direito de chorar nas apresentações escolares”.

Papai e Pop

Depois da palestra, ele terá um encontro com os fãs para autografar o livro “Papai é Pop” que relata suas aventuras com as filhas: Anita e Aurora e, com a esposa, Ana. 

Desde seu lançamento em 2015, todo o lucro com a venda do “Papai é Pop”, que já esteve entre os 10 livros mais vendido do Brasil, na categoria não-ficção, segundo a revista Veja, é revertido para instituições que cuidam de crianças em situação de fragilidade social. 

“Minhas filhas não precisam de grana, pois tenho o meu trabalho. Mas todo o lucro do livro é revertido para crianças que necessitam, diz Piangers. Segundo o escritor, as filhas, precisam de um mundo mais justo. De um mundo onde mulheres ganham o mesmo que os homens; que não sejam assediadas e que a intimidade delas não vá para a internet. 

“Esperava vender 300 cópias, até fizemos um bolão na editora. Eu apostei 300, mas na primeira semana foram vendidos 7 mil exemplares. Acredito que ele tenha encontrado audiência nos pais que não abandonaram mulheres grávidas, homens que decidiram ser pais e participar da maior missão do ser humano, que é criar uma outra pessoa”. 

Promoção Professores

Os ingressos para a palestra estão à venda na Livraria Página, no Cataratas JL Shopping. Ao adquirir um ingresso, ganha um livro.

E também pelo telefone (45) 99967-9799, com Lucas. O Valor é R$ 89, mas crianças, idosos e estudantes pagam meio. Os professores também têm desconto especial, além de pagar meio, na compra de três ingressos, o quarto é de graça. E na compra a cima de 10 unidades, tem desconto especial. 

 

 

 

Numa época onde pessoas estão desenvolvendo uma doença chamada namofobia, que vem do inglês “no more phone phobia”, que significa “medo de ficar sem telefone” ou incomunicável, e até depressão, por ficar tanto tempo nas redes sociais, a reportagem da Sobre Rodas conversou com três iguaçuenses totalmente alheios a esta tecnologia: o cirurgião dentista Marcelo Fava; a apresentadora, Magda Carvalho e, a secretária Andreia Cordeiro. Mas há muito mais. 

O Poliambulatório do Porto Meira não atenderá neste final de semana. Ele passará por manutenção, desinfecção e limpeza. A solicitação foi feita pela direção da unidade e é reflexo das fortes chuvas que atingiram a cidade nos últimos dias. 

A unidade encerrará suas atividades na tarde de hoje (27) à partir das 15 horas, retornando na segunda-feira (30) à partir das 8 horas. 

Eventuais atendimentos que venham a ser prejudicados por conta do fechamento serão remarcados oportunamente. Casos de urgência e emergência devem ser encaminhados para UPA Dr. Walter Cavalcanti Barbosa, no bairro Morumbi.

Representantes da entidade Aldeias Infantis SOS Brasil/Foz do Iguaçu voltaram de Curitiba com o troféu que simboliza a eficácia de uma proposta inédita, desenvolvida na fronteira. O Projeto Escola de Pais foi anunciado como vencedor do Prêmio SESI ODS – 2017 (categoria terceiro setor, nível federal) durante cerimônia, na terça-feira (17), no Campus da Indústria do SESI. Ao todo, foram entregues 14 prêmios em cinco setores (indústria, empresa, poder público, terceiro setor e instituição de ensino), em nível local, estadual e federal. O Escola de Pais também foi contemplado com o Selo SESI ODS, que certifica o impacto causado em relação ao atingimento dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável estabelecidos pela ONU, em 2015.

Para o gestor da Aldeias Infantis, em Foz, Alex Thomazi é o momento de agradecer aos voluntários, colaboradores, investidores e a cada um dos que acreditaram no projeto, mas, e em especial, às famílias que aceitaram participar dessa proposta. “Estou muito feliz pelo reconhecimento desse importante prêmio,” disse ele, “e certo de que a prevenção é a melhor resposta ao direito de viver em família."

O Escola de Pais

Em dois anos, o projeto Escola de Pais evitou que, pelo menos, 32 crianças e adolescentes fossem retiradas de famílias em situação de vulnerabilidade social. A ação – que atende três comunidades de Foz (Lagoa Dourada, Portal da Foz e Cidade Nova) – garante que a criança permaneça em casa, com o estabelecimento de um ambiente seguro, promovido com o apoio de assistentes sociais e psicólogos. Esses profissionais geram ações de reintegração, além de orientarem pais e mães sobre como criar filhos.

“Eu não sabia que era preciso dizer para meus filhos que os amo,” admitiu Doralice Fure, mãe de sete filhos, atendida pelo projeto. “Agora, meu filho - que nunca tinha falado que me ama - falou!”, comemorou ela. A iniciativa também possibilitou economia de cerca de R$ 800.000,00 para os cofres públicos desde 2015, ano em que foi iniciada, evitando situações de acolhimento em casas-lares. De acordo com Rita Borges, coordenadora do projeto, “há métodos parecidos sendo usados no Brasil, mas nenhum reúne todas essas ações”.  

"O Projeto Escola de Pais e o Prêmio SESI ODS - 2017 retratam o ‘CUIDADO’. Comungamos desta ação que perpassa pela proposta da agenda 2030 e pelo direito à convivência familiar e comunitária. O cuidado passa a incorporar o cotidiano das famílias que integram o Projeto Escola de Pais, onde o direito de viver em família seja o prisma nesta realidade,” concluiu Alex Thomazi.

Mais reconhecimento

Além do Prêmio SESI ODS - 2017, o Escola de Pais foi certificado, este ano, pela Fundação Banco do Brasil como “tecnologia social”, compondo atualmente seu banco de projetos e tendo concorrido com outras 735 iniciativas do Brasil[1]. Em 2017, a Aldeias Infantis também foi eleita uma das 100 Melhores ONGs do país[2].

Fonte: Assessoria