Os Correios colocam em circulação, nesta terça-feira (26), a Emissão Especial Estrada de Ferro da Serra do Mar Paranaense. A cerimônia de lançamento ocorrerá no saguão da Serra Verde Express, na Estação Ferroviária de Curitiba (Avenida Presidente Affonso Camargo, 330, Centro), às 18h30, e contará com a presença dos presidentes da Paraná Turismo, Jacó Gimennes, e da Serra Verde Express, Adonai Aires de Arruda. Os Correios serão representados pelo gerente da Macrorregião Comercial de Encomendas, Carlos Henrique Richter.

Sobre a Estrada de Ferro

Inaugurada em 2 de fevereiro de 1885, a ferrovia Curitiba - Paranaguá é um extraordinário feito da engenharia do século 19 no Brasil. Atualmente é um dos mais interessantes passeios turísticos do Paraná, com trajeto que passa por reservas ecológicas da Serra do Mar, cachoeiras e antigas estações.

A ferrovia começou a ser construída em 1880 e visava ligar o litoral do Paraná a Curitiba, buscando o desenvolvimento da região e conectando o Porto de Paranaguá ao sul do Brasil. Foi uma das mais ousadas obras da época e um imenso desafio de engenharia. A execução do projeto contou com mais de 9 mil homens.

São 110 quilômetros de extensão, 14 túneis, 30 pontes e muitos viadutos. Destacam-se a Ponte São João, com 55 metros de altura, e o Viaduto Carvalho, ligado ao Túnel do Rochedo, assentado sobre cinco pilares de alvenaria na encosta da rocha.

Sobre os selos

A emissão é composta por quatro selos que apresentam pontos percorridos na ferrovia Paranaguá-Curitiba. As técnicas usadas para a arte foram fotografia e computação gráfica. A tiragem é de 720 mil selos (180 mil de cada imagem), que podem ser adquiridos nas agências dos Correios, na loja virtual (www.correios.com.br/correiosonline) e na Central de Vendas a Distância (Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.).

Foto: Marcos Labanca

Ponto de encontro, lazer e cultura para moradores e turistas, a primeira edição da Feirinha do Bosque Guarani acontece no dia 5 de agosto, a partir das 16 horas, na praça do Zoológico Bosque Guarani. Realizado na região central de Foz do Iguaçu, às sextas-feiras, o evento contará com exposição e comercialização de produtos da agricultura familiar, gastronomia, artesanato e atividades culturais.

Na próxima quarta-feira, dia 27 de julho, o Simples Assim, casa curitibana especializada em comida de boteco, vai promover um evento de harmonização de preparos tradicionais da noite curitibana com cervejas artesanais. A ação, promovida em parceria com a AMBEV, será comandada pelo chef da casa, Guilherme De Rosso, e pela someelier da cervejaria, Gabriele Rizental Pascolat.

Que tal registrar os melhores momentos do Inverno e de quebra poder participar de uma exposição na cidade de Curitiba? Esta é ação Cenas de Inverno, promovida pelo tradicional curso de fotografia do Centro Europeu, uma das principais escolas de profissões e idiomas do Brasil. 

Para participar, basta o fotógrafo amador tirar uma foto que represente seu Inverno e publicar nas redes sociais (Facebook e Instagram), até o dia 30 de julho, com a hashtag #CenasDeInvernoCE. Um júri técnico, formado por professores do Centro Europeu, irá analisar as imagens, que podem ser feitas com qualquer câmera, levando em consideração conceitos de fotografia. 

As fotos selecionadas na ação Cenas de Inverno vão fazer parte de uma exposição especial, que ficará em cartaz na Galeria Virtual Centro Europeu, localizada no Shopping Crystal (Rua Comendador Araújo, 731- Piso L4), em Curitiba, e serão divulgadas nas redes sociais da instituição. Mais informações pelo telefone (41) 3233-6669 ou no site www.centroeuropeu.com.br. 

 

Quem não abre mão de nas manhãs de domingos participar de encontros, comprar frutas frescas, apreciar um bom artesanato e comer um delicioso pastel com caldo de cana ou café com leite, na Feirinha da JK, em Foz do Iguaçu, tem motivos de se alegrar. A tradicional feirinha vai ganhar mais um horário a partir de agosto. 

Além do domingo pela manhã, a feira também terá horário noturno e será instalada na praça da Paz, próximo à terceira pista da JK. A mudança atende a um pedido dos feirantes e uma solicitação parlamentar.

O pedido foi aceito pela Fundação Cultural e os interessados já podem procurar a autarquia para fazer parte do novo projeto.

Os Correios lançaram nesta segunda-feira (27), no Rio de Janeiro, a emissão Nossos Selos Rio 2016 – Jogos Olímpicos e Paralímpicos, que destaca 16 artes selecionadas no concurso cultural de selos postais promovido pelo Comitê Organizador dos Jogos Rio 2016, realizado por meio do aplicativo digital Meu Rio 2016. O lançamento ocorreu na Escola Ginásio Vicente Licínio Cardoso, que possui três alunas vencedoras: Hemilly Pereira, Danielle Martins e Samara Brum.

Também estão entre os vencedores do concurso Alicia Teberga, André Paiva, Anne Beth, Athos Spilborghs, Fernando Degrossi, Gabriel Trindade, Girlan Quidute, Hegildo Alencar, Ivan Mola, Larissa Mazza, Mateus Kuwer e Valéria Boelter, que registraram, de maneira criativa, a temática “O que mais te inspira no espírito Olímpico e Paralímpico”.

A reunião das ilustrações vencedoras do concurso foi feita pelos Correios em uma folha com 16 selos, com as artes apresentadas no formato de seixo, uma característica da identidade visual da Rio 2016, inspirado nas curvas da paisagem carioca. A emissão possui tiragem de 45 mil folhas e estará à venda nas principais agências dos Correios e na loja virtual da empresa.

Você está com impostos ou tem curiosidade de saber quanto já pagou de impostos até hoje? Acesse o site da Aconfoz e saiba detalhe sobre os principais impostos.

-  Cálculo e Emissão de Quotas da Declaração de Imposto de Renda

- Pagamento e Agendamento On Line de Tributos e Contribuições Federais - Aviso ICP-Brasil

- Informações úteis sobre o Sicalc

- Cálculo de Contribuições para Empresa e Órgão Público

- Cálculo de Contribuições Previdenciárias - Contribuintes filiados à Previdência Social antes de 29/11/1999

- Cálculo de Contribuições Previdenciárias - Contribuintes filiados à Previdência Social a partir de 29/11/1999

- Cálculo dos Impostos Federais do Sicalc On-line

- Cálculos financeiros

- Cálculos variados

- Cálculos de ICMS - ST

- Simulação do Imposto de Renda (Pessoa Física)

Desde a inauguração do Shopping Catuaí Palladium é grande a movimentação de moradores da região trinacional e turistas ao empreendimento localizado na Avenida das Cataratas, principal corredor turístico próximo da aduana Argentina. Segundo a administração do Shopping mais de 80 mil pessoas visitaram o Shopping nos primeiros dez dias após a inauguração em dia 10 de junho. As placas dos veículos no estacionamento do Shopping revelam que os visitantes são procedentes de Foz do Iguaçu, cidades da região oeste do Paraná e também muitos argentinos e paraguaios. De táxi, ônibus e vans de turismo chegam os turistas de diferentes lugares que estão a passeio em Foz do Iguaçu.

Depois de 20 anos, o casal paulistano Hilton e Roseli Penna escolheu Foz do Iguaçu para a segunda lua-de-mel. O Shopping entrou no roteiro turístico pela cidade e agradou os visitantes. “É um local muito agradável, elegante e com um padrão do Morumbi Shopping de São Paulo. É uma ótima opção para o turista”, disse Roseli Penna. Outro exemplo, são os turistas argentinos Leonardo Colatruglio, Leonela Mattia e Leonel Rodrigues, de Buenos Aires, que decidiram passear no Shopping antes do embarque no aeroporto com destino a Israel. “Aproveitamos nosso tempo livre para conhecer o novo shopping. Está muito bonito e os preços muito bons”, afirma Leonela Mattia.

No último fim de semana, devido ao feriado na sexta-feira (17/6) na Argentina,  aumentou significativamente o fluxo de visitantes argentinos no Shopping. Henrique Salinas veio com a esposa Ludimila Kopetscky e os amigos que moram em Puerto Iguazu. “A localização é ótima e o shopping é bem diversificado. Com certeza, vamos voltar mais vezes porque o ambiente é agradável e os preços estão ótimos”, comenta Henrique Salinas.

Pelos corredores dos dois pisos de mall se identifica também famílias de paraguaios, das cidades fronteira com Foz do Iguaçu. Os amigos Raul Ibarrola e Alexi Larroza, de Ciudad del Este,  trouxeram a esposa e os filhos para conhecer o Shopping Catuaí Palladium. “Gostamos muito da praça de alimentação e da estrutura do shopping. Tem variedade de lojas e comidas, o serviço é muito bom e tudo é lindo”, concordam as famílias Ibarrola e Larroza.

Além do mix de lojas do Shopping, a estrutura do estacionamento chama a atenção dos visitantes. Logo na chegada o sistema de cancelas automáticas da SKI DATA facilita o rápido acesso ao estacionamento.  “É fácil de chegar e sair sem congestionamento de trânsito. As vagas são amplas e bem sinalizadas. Viemos no dia da inauguração e como moramos perto já voltamos pela segunda vez. Com certeza estaremos sempre por aqui”, comenta Alejandro Miguel Pedroso ao lado da esposa Indianara e do filho Victor Hugo. 

O aposentado Leopoldo Lanviski, 87 anos, de Santa Terezinha de Itaipu, veio com família e elogiou a área especial do estacionamento para idosos e cadeirantes. “A maioria dos lugares não dá atenção para os idosos. São poucas vagas e muitas vezes temos que descer do carro para estacionar. Gostei muito do Shopping porque o estacionamento é separado e bem seguro, além do elevador exclusivo para a gente”, avalia Lanviski.

O estacionamento do Shopping Catuaí Palladium tem área exclusiva com vagas de cadeirante e idoso, todas cobertas, mais seguras e com elevador para os dois pisos de mall. A área está sinalizada na cor roxa, no lado direito do estacionamento coberto.  O estacionamento para ônibus e vãs de turismo também é diferenciado. O acesso é na entrada à direita após a cancela de saída do estacionamento de carros. Outro benefício para o público é  o estacionamento gratuito temporariamente.

Texto: Sônia Mendonça 

Impostos sobem, produtos essenciais ficam caros, contas regulares - como de luz e água – também estão elevadas. As famílias entram em cortes de despesas que afetam todos os sentidos, desde o passeio no final de semana, até aquele produto ou serviço banal para o consumo. O momento atual acaba tornando-se de muita cautela. Os últimos acontecimentos com a troca do governo, a economia enxuta e passando por dificuldades, entre outros problemas que envolvem o país, acabam “estourando” sobre o orçamento familiar. O desemprego ronda constantemente as empresas, por isso a importância de não criar contas a longo prazo, pela incerteza de paga-las. Com isso, o crédito dado pelas financeiras é menor.

Para o professor de finanças Pedro Salanek, do Instituto Superior de Administração e Economia (ISAE), de Curitiba, o consumidor tem que estar atento as mudanças. “Entendo que precisamos ficar atento as variações de preços dos principais produtos. Pesquisar em diversos locais e avaliar a real necessidade de consumo deve fazer parte desse processo, mesmo se tratando de produtos básicos”, comenta. Um grande vilão para o orçamento familiar é o cartão de crédito, que acaba tornando-se a fuga para estes momentos de aperto. Porém, os juros, que passam de 400% por ano, acabam levando grande parte do dinheiro, até porque apenas prorroga a conta. “Um risco do cartão de crédito são as compras parceladas feitas de forma descontrolada, sem um acompanhamento frequente do saldo da fatura. Recomendo estabelecer um limite máximo do valor da fatura mensal e quando ultrapassar este valor esqueça o seu cartão de crédito em casa. Sua saúde financeira agradece”, sugere o professor.

Colocar suas contas todas na ponta do lápis auxiliam e muito na hora de realizar os pagamentos. Até porque é importante saber para onde o seu dinheiro está indo. Uma forma de economizar dinheiro, é realizando pesquisas dos produtos que precisam ser comprados. Hoje, uma família com três pessoas não gasta menos de R$ 400 reais em um mercado, pois todos os produtos básicos acabaram subindo. Salanek comenta que acompanhar a variação dos preços e procurar outras marcas pode auxiliar o caixa. “É preciso fazer uma avaliação daquilo que é necessário comprar, além de um acompanhamento (pesquisas) da variação dos preços destes produtos. Procurar produtos que possuem maiores ofertas, em certos períodos, é uma boa forma de se estabelecer uma adaptação de consumo”.

Porém, é necessário que as famílias tenham esperança que as coisas irão melhorar. O Brasil já passou por outras crises, que acabaram com o tempo e a economia melhorou. Para Pedro Salanek, o mercado precisa de confiança para se restabelecer, dessa maneira o consumo cresce e faz a economia girar. “Temos que ficar esperançosos e acreditar que em breve teremos uma melhoria. Tanto que, o primeiro passo, para a superação desse momento é a recuperação da confiança, o que é fundamental para que as empresas voltem a investir e assim reverter o quadro atual de queda de consumo e aumento do desemprego”, completa o especialista.

Fonte: Assessoria