Apesar do índice de conscientização masculina ter aumentado ao longo dos últimos anos, muitos homens ainda deixam a saúde e os exames de rotina de lado. Segundo o Dr. Massimo Colombini, especialista em medicina da família do Docway, existem cinco eixos de cuidados que todo homem deveria ter: 1 – ingestão de água; 2- controle do estresse; 3 – alimentação saudável e controle do peso; 4- atividade física regular; e 5 – relações interpessoais. “São dicas simples, mas muitos homens deixam esses cuidados de lado no dia a dia, o que acaba por acarretar problemas graves com o passar do tempo”, explica o médico.

A ingestão de água nas quantidades recomendadas, é de extrema importância, já que o corpo humano é composto por 74% dela. “A água é necessária para o metabolismo de cada uma das 70 trilhões de células que temos no corpo humano. Precisamos de água para realizar as trocas gasosas da respiração. Utilizamos água para que o rim possa eliminar os resíduos do metabolismo. Nosso corpo utiliza água para o trânsito intestinal. Temos água em todas as articulações e colunas vertebrais para protegê-las do atrito com outros ossos (líquido sinovial). Praticamente todas as funções fisiológicas dependem da água para ocorrerem”, comenta o especialista. Quando ingerimos uma quantidade menor que a quantidade utilizada pelo corpo (entre 1,5 a 3 litros), começam a aparecer diversas doenças.

Outro fator importante na prevenção de doenças é o controle do nível de estresse. Um estudo apresentado pela pesquisadora Kelly McGonigal (2013), mostra que a ocorrência de altos níveis de estresse aumenta em 43% a ocorrência de mortes entre as pessoas que acreditam que o estresse é prejudicial à saúde. Já as pessoas que entendem a resposta ao estresse como uma reação natural do organismo, apresentam os menores índices de mortes. “Ou seja, a forma como encaramos o estresse influencia a ocorrência de mortes em decorrência dele. Costumo perguntar aos pacientes como podemos controlar o estresse e peço para eles relacionarem maneiras de proceder diante situações de estresse, com música, atividades físicas, yoga, meditação, são atividades que ajudam o paciente nesse controle, cada pessoa tem atividades que fazem se sentir bem e relaxadas, são preferências individuais”, revela Colombini. 

Segundo Robert Waldinger, um dos pesquisadores responsáveis maior estudo sobre a felicidade, conduzido pela Harvard, que acompanha 724 adultos há mais de 75 anos, a qualidade das relações interpessoais que desenvolvemos durante nossa vida está diretamente ligada com a saúde. Pessoas mais satisfeitas com a vida em decorrência das relações interpessoais, apresentaram melhores condições de saúde, e menos ricos ou problemas com doenças.

Outro ponto importante para uma melhor qualidade de vida está relacionado aos nossos cuidados com a alimentação. Para o médico, o ser humano precisa reaprender a comer, não só alimentos mais saudáveis, mas sim levando em consideração as quantidades necessárias para a fisiologia do seu corpo. Essa dificuldade que muitos têm em emagrecer, por exemplo, está diretamente ligada ao que aprendem a comer durante a infância, por isso, é importante conscientizar as crianças desde muito cedo sobre sua alimentação. Colombini lembra ainda, que a quantidade de alimentos ingeridos pelo homem deve diminuir quando o processo de crescimento é interrompido.

Por fim, mas não menos importante, além dos cuidados básicos com a saúde citados, o médico lembra da importância dos exames preventivos e consultas de rotina. “Muitos homens deixam de cuidar da saúde, atribuem pouca importância aos exames periódicos e preventivos, enquanto esse tipo de atitude precisa mudar, visto que a medicina avançou muito e muito pode ser feito para prevenir as doenças e complicações, com grande impacto na qualidade de vida e impacto em toda a família”, completa Colombini.

 Fonte: Assessoria

O Deputado Federal, Sérgio Souza, retirou, nesta terça-feira (15), a emenda solicitando a conversão da Universidade da Integração Latino-Americana (Unila) em Universidade Federal do Oeste do Paraná (UFOPR).  A Medida Provisória 785/17 foi publicada no Diário Oficial  dia 7 de julho.  

A possível mudança causou muitas manifestações, entre professores e estudantes. Entidades de Foz do Iguaçu, onde é a sede da universidade, também se mobilizaram e emitiram nota em apoio a Unila. E que se acontecesse, a Unila perderia sua missão institucional de formar recursos humanos para toda a América Latina.

A Unila foi criada em 2010. Ela recebe estudantes de 19 países. Entre eles, El Salvador, Haiti, Costa Rica,  Cuba, Guatemala, Panamá e República Dominicana. 

Conheça mais a Unila em 

O drama nacional O Filho Eterno, baseado na obra do escritor Cristóvão Tezza será exibido nesta segunda-feira (7) às 23h na Tela Quente, na Rede Globo. O filme é estrelado pelo ator-mirim iguaçuense Pedro Vinícius de Matos Francisco. No longa metragem, Pedro é Fabrício, filho de Roberto (Marcos Veras) e Cláudia (Débora Falabella). 

O menino foi selecionado para o papel em Curitiba, entre mais de 50 crianças com Síndrome de Down. O filme foi lançado em 2016. 

Veja abaixo a sinopse:

O casal Roberto e Cláudia aguarda ansiosamente pela chegada de seu primeiro bebê. Roberto, que é escritor, vê a chegada do filho com esperança e como um ponto de partida para uma mudança completa de vida. Mas toda a áurea de alegria dos pais é transformada em incerteza e medo com a descoberta de que Fabrício, o bebê, é portador da Síndrome de Down. A insatisfação e a vergonha tomam conta do pai, que terá de enfrentar muitos desafios para encontrar o verdadeiro significado da paternidade.

A base

A obra de Tezza foi premiada com o Jabuti de Melhor Romance de 2008. Para o cinema, a história foi adaptada. O roteiro é de Leonardo Levis e a direção é de Paulo Machline. A trama se desenvolve a partir da chegada de Fabrício à vida do pai, Roberto, e da transformação imposta por esta paternidade.

Com JIE 

 Ela pode ser considerada coadjuvante por muitos na hora de arrumar as malas, mas a nécessaire é sim uma aliada importante no quesito organização. Segundo a consultora de Comportamento Profissional e de Etiqueta Social, Maria Inês Borges da Silveira, professora do ISAE – Escola de Negócios, arrumar essa pequena bolsa exige não só objetividade, como autoconhecimento. Como seu próprio nome diz, nela carregamos o estritamente necessário para determinada ocasião. Prática, ela pode ser arrumada com tudo, desde maquiagens até remédios e produtos de primeiros socorros. “É pratico carregar nela tudo que vamos precisar na viagem, assim ela serve como um auxílio caso necessário”, explica.

Para a especialista, as mulheres geralmente optam por uma ou duas nécessaire. “É legal ter uma básica na bolsa, com produtos básicos e nossa maquiagem diária: base, corretivo, delineador, rímel e batom”. Maria Inês comenta que é interessante levar um estojo de sombras e lembrar, também, de hidratantes e cremes. “Quando essa nécessaire vai na bolsa de mão, os produtos devem ter no máximo 100ml, respeitando as normas. Acima desse limite, eles podem ser retidos no aeroporto. É bom tomar esse cuidado”, detalha a especialista.

Já as pessoas que gostam de viajar levando demaquilante, óleos, perfumes, quites com pasta de dentes e escova, ela recomenda que eles sejam despachados com a mala. “Todos os produtos devem estar devidamente embalados em sacos plásticos, nunca soltos, mesmo dentro da nécessaire, já que no transporte eles podem vazar ou quebrar e estragar algumas peças de roupas, por isso é sempre bom usar o plástico como proteção”, completa Maria Inês.

Em qualquer evento com familiares e amigos tem um detalhe que é indispensável: a bebida gelada. Pode ser a cerveja do churrasco, a água para se refrescar no clube ou o suco do encontro ao ar livre. Nesse caso, o cooler é uma ótima solução, pois ele mantém a temperatura da bebida e pode ser facilmente levado de um lugar para o outro.

Como o Dia dos Pais está chegando, a partir desta terça-feira, dia 1º agosto, nas compras acima de R$ 300 no Cataratas JL Shopping, o cliente ganha um cooler para manter as bebidas sempre geladas.

Dá para escolher entre quatro modelos exclusivos. É um brinde por CPF e enquanto durar o estoque. Para participar é preciso apresentar as notas ficais de compras nas lojas participantes no posto de trocas no piso L2. “Decidimos apostar novamente no formato compre e ganhe com um produto que agrada aos pais de todas as idades”, destaca o superintendente do Cataratas JL Shopping, Lindenor Cavalheiro. 

Para a data, os lojistas do Cataratas JL Shopping prepararam ofertas e condições de pagamento especiais. De roupas, calçados, livros a produtos criativos e de beleza, os consumidores encontram opções para papais de todos os estilos. Dicas de produtos podem ser conferidas nas redes sociais do Shopping (Instagram, Twitter e Facebook).

 

Representantes da sociedade civil e de órgãos públicos elegeram a mesa diretora do Codefoz (Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social de Foz do Iguaçu) nesta quarta-feira, 26. A diretoria, eleita por aclamação, foi composta pelo empresário Mário Camargo (presidente) e pelos jornalistas Alexandre Teixeira (vice-presidente) e Gilmar Piolla (secretário).

A mesa diretora do Codefoz foi formada a partir de consenso entre os membros do colegiado. O mandato tem vigência de um ano. Participaram da plenária de eleição empresários, gestores públicos e integrantes das 37 instituições que compõem o conselho socioeconômico e as comissões técnicas.

Mário Alberto Camargo é diretor de Comércio Exterior da ACIFI (Associação Comercial e Empresarial de Foz do Iguaçu). Alexandre Teixeira é assessor especial do diretor-geral brasileiro da Itaipu Binacional e Gilmar Piolla é secretário municipal de Turismo, Indústria, Comércio e Projetos Estratégicos de Foz do Iguaçu.

À plenária, Mário Camargo agradeceu a confiança dos membros do Codefoz, disse estar honrado pela oportunidade de presidir o órgão e enfatizou o trabalho em equipe. “É um desafio grande, mas estamos preparados para fazer um grande trabalho juntamente com os colegas da diretoria, que são muito preparados e especialistas em várias áreas”, frisou.

Fonte: Assessoria

O Papai Noel vai chegar com força total em 2017, em Foz do Iguaçu. Depois de 12 anos, o Natal no Gramadão da Vila A, uma das maiores atrações culturais da cidade, vai voltar. Além de patrocinar o Natal das Cataratas, no centro da cidade, a Itaipu vai novamente promover a festa natalina no Gramadão – que, no auge, chegou a receber 80 mil pessoas num só dia.

A programação cultural incluirá a apresentação da Orquestra Sinfônica do Paraná, espetáculo de fogos de artifício e muitos shows musicais, além de uma árvore de 20 metros de altura, do Auto de Natal e da Árvore Wifi, que oferecerá ao público acesso à internet gratuitamente. O tema do Natal das Cataratas, este ano, será "Eu Amo Foz".

Paralelamente aos dois grandes eventos, um caminhão com a casinha do Papai Noel vai circular pelos bairros da cidade, promovendo o que há de melhor da música local, com shows itinerantes de artistas de Foz e região.

O calendário de programação das duas festas ainda não está definido, mas a previsão é que a abertura ocorra na Praça da Paz, no centro da cidade, no dia 30 de novembro, uma quinta-feira. Às sextas-feiras, sábados e domingos, as apresentações artísticas e culturais serão feitas sempre no Gramadão.

Além dos pórticos, que vão receber um novo visual, boa parte do centro da cidade será iluminada com luzes de led. A estrutura existente, utilizada para a realização do Natal das Cataratas em anos anteriores, será reaproveitada. 

Árvore Wifi

Em reuniões com o prefeito Chico Brasileiro e representantes de várias entidades para discutir a realização do Natal das Cataratas, Alexandre Teixeira, assessor do diretor-geral brasileiro da Itaipu, Luiz Fernando Leone Vianna, adiantou que uma das grandes novidades deste ano será a Árvore Wifi. Ela será instalada na Praça da Paz e oferecerá internet grátis a todo o público.

A programação cultural descentralizada, sobre rodas, incluirá atividades em vários bairros do município, no Gramadão da Vila A e na Praça da Paz. “Uma programação complementará a outra. A ideia é melhorar a autoestima do iguaçuense e oferecer mais opções para a população da fronteira, que une o Brasil, Paraguai e Argentina, e também aos turistas que visitam a cidade. Um Natal de solidariedade”, diz Teixeira.

Natal no Gramadão

Em 2004, a festa recebeu mais de 80 mil pessoas, o maior público já registrado em todos os Natais de Itaipu.

O Natal no Gramadão começou em 1999, com a primeira festa natalina para a comunidade promovida pela Itaipu Binacional, exatamente naquele espaço. Em 2000, o Gramadão ganhou a Concha Acústica e, com apresentação de shows variados, ficou ainda mais preparado para uma grande festa.

A cada ano havia uma surpresa diferente para o público. Em 2005, o Natal do Gramadão ganhou um “Encantado” no nome. Em 2004, a festa recebeu mais de 80 mil pessoas, o maior público já registrado em todos os Natais de Itaipu.

Com assessoria 

O Programa Oeste em Desenvolvimento (POD) encaminhou uma carta ao Governador do Paraná, Beto Richa, solicitando agilidade na publicação do Procedimento de Manifestação de Interesse (PMI) que selecionará a empresa responsável pelo estudo de ampliação da Estrada de Ferro do Oeste do Paraná (Ferroeste).

A necessidade de aumentar a ferrovia em pelo menos mais mil quilômetros (hoje tem 250 km) voltou a ser tema central da reunião de coordenação do Oeste em Desenvolvimento, nesta terça-feira (18), na sede Associação Comercial e Industrial de Cascavel (Acic). O POD atuará para que a região Oeste tenha mais opções de modais no escoamento da produção e, assim, torne-se mais competitiva. Hoje, apenas 10% da safra chega ao Porto de Paranaguá por linha férrea.

A previsão é que até 2030 o Porto aumente a sua capacidade de movimentação, passando de 45 milhões de toneladas por ano para 80 toneladas. Sem ferrovia, a única opção do Oeste para chegar à Paranaguá seria por rodovia – uma matriz muito cara.

Além dos integrantes da coordenação do programa e das Câmaras Técnicas, a reunião contou com a presença do diretor-presidente da Coopavel, Dilvo Grolli; do prefeito de Matelândia, Rineu Menoncin (Teixeirinha); e do assistente do diretor-geral brasileiro da Itaipu, Alexandre Teixeira.

PMI

Segundo o presidente do POD, Danilo Vendruscolo, os dois maiores gargalos da região são energia e logística. “Nosso compromisso é solicitar ao Governo do Estado agilidade no processo de uma nova concessão. A estrada precisa ser ampliada e reformada. Parte dela foi construída em 1880”, disse.

O Procedimento de Manifestação de Interesse (PMI) prevê selecionar a empresa interessada em elaborar o estudo de implantação de novos ramais. A previsão é que esse levantamento custe R$ 30 milhões. O valor estimado da obra gira em torno de R$ 10 bilhões, de acordo com dados da Ferroeste. Neste modelo, o valor do diagnóstico não sairia dos cofres públicos. O retorno para o investidor viria com o funcionamento da estrada.

O estudo contemplará o projeto de construção de linhas entre Guarapuava e o Porto de Paranaguá, a revitalização existente e a extensão de um ramal de Cascavel a Dourados, no Mato Grosso do Sul, o tempo de retorno do investimento e avaliações ambientais. “Precisamos buscar alternativas para reduzir os custos dos nossos produtos. Embora essa não seja a única saída, a ampliação da ferrovia já nos ajudaria muito”, defendeu o vice-presidente do Programa, Elias Zydek.

“O Governo do Paraná já aprovou implantação de nova ferrovia. A previsão é que a licitação seja lançada em junho em 2018, mas precisamos que ocorra o quanto antes”, afirmou Vendruscolo.

Outras alternativas

Além da ampliação da Ferroeste, durante a reunião foram apresentadas outras sugestões para melhorar a logística da região. Dilvo Grolli defendeu a construção de uma nova ferrovia. Segundo ele, o custo seria em torno de R$ 12 bilhões.  

Segundo Grolli, o Brasil inverte as matrizes e por isso fica cada vez mais difícil ser competitivo. Nos Estados Unidos, um país com dimensões semelhantes às brasileiras, 61% do transporte de grãos é feito pelas hidrovias, enquanto no Brasil apenas 10% vão de barcaças. Lá, apenas 10% da produção é escoada por rodovias, número bem inferior ao brasileiro: 65%. O transporte férreo é semelhante: 23% dos grãos vão de trem pelos Estados Unidos; no Brasil, 25%.

“Precisamos diminuir o modal rodoviário. Atualmente, 2% da produção regional é gasta com pedágio. Um caminhão com 600 sacas de soja paga R$ 767,20 em pedágio para ir de Foz do Iguaçu à Paranaguá”, disse.

Alexandre Teixeira destacou a importância das hidrovias. Segundo ele, a Itaipu vem negociando com o Paraguai a utilização de barcaças no lago da usina. “Não podemos olhar apenas para o Porto de Paranaguá, mas sim para o nosso país vizinho, que é o segundo no mundo na frota de barcaças.”

Oeste em Desenvolvimento

Lançado em 2014, o Programa Oeste em Desenvolvimento é uma iniciativa que une mais de 60 instituições públicas e privadas, como a Itaipu Binacional, o Parque Tecnológico de Itaipu (PTI), o Sebrae/PR, o Sistema Cooperativo, a Caciopar, a Amop, a Emater e a Fiep, além de instituições de ensino superior.

O programa tem como objetivo promover o desenvolvimento econômico sustentável dos 54 munícipios do Oeste do Paraná por meio de ações integradas e com foco nas potencialidades regionais.

Toda a ação tem como base as sete cadeias produtivas do território, também chamadas de exportadoras, pois recebem recursos e investimentos de outras regiões brasileiras e até do exterior. São elas: cadeia do frango, leite, suíno, pescado, grãos, indústria metalmecânica e turismo.

Este ano a decoração de natal de Foz do Iguaçu terá como destaque a iluminação. O prefeito, Chico Brasileiro, nomeará na próxima semana, a comissão que organizará o “Natal das Cataratas 2017”, a ser realizado durante todo o mês de dezembro, em Foz do Iguaçu.

A nomeação é exigida por lei e contará com representantes das secretarias de Turismo, de Trabalho, Desenvolvimento Socioeconômico, Indústria e Comércio, Fundo Iguaçu, Itaipu Binacional, Associação Comercial e Industrial de Foz do Iguaçu (ACIFI), além de sindicatos, conselhos e associações dos setores de turismo.

Os nomes dos representantes da comissão e detalhes de como será o Natal das Cataratas foram discutidos nesta quarta-feira (12), no gabinete no prefeito. A próxima reunião para definir os locais a serem decorados e a programação preliminar está marcada para a próxima sexta-feira (21).

A proposta é fazer o natal das luzes e da sustentabilidade, pois Foz é o município que mais produz energia do planeta. Embora vários pontos do município serão decorados, diferente dos anos anteriores, a programação artística será concentrada na Praça da Paz, na Avenida JK, que está passando por reforma.

“Foz terá um natal de luz. E com muitas novidades”, adiantou a primeira-dama, Rosa Jeronymo, voluntária na organização do Natal. Segundo Rosa, a prefeitura buscará parcerias para iluminar a cidade e montar uma programação que valorize os artistas locais. “Queremos que o iguaçuense e os turistas entrem no clima natalino. E tenham orgulho da nossa cidade. Que queiram levar os seus filhos para visitar a Casa do Papai Noel e assistir às apresentações.

Wifi

O assessor do diretor-geral da Itaipu, Alexandre Teixeira, afirmou que a empresa mais uma vez será parceira do Natal das Cataratas. “Queremos resgatar a autoestima do iguaçuense. Vamos colaborar propondo um natal do amor e da solidariedade”.

Segundo Teixeira que uma das contribuições da empresa será uma programação cultural descentralizada, sobre rodas, que incluirá atividades em vários bairros do município, no Gramadão da Vila A e na Praça da Paz.

A empresa também envelopará um dos carros elétricos da frota para puxar o trenó do Papai Noel. E a grande novidade ficará por conta de uma “Arvore Wifi”, que será instalada na Praça. A ideia é oferecer internet grátis a todo público.

Acifi

Como objetivo é reunir todos os setores e promover um grande natal, a comissão também apoiará as ações da Acifi em parceria com a Federação das Associações Comerciais e Empresariais do Paraná (Faciap) que distribuirá mais de R$ 1 milhão em prêmios, entre uma camionete, carros, motos e vales-compras dentro do “Natal Sonho Dourado 2017”.  

 

Pouco mais de três meses após sua participação no reality show musical The Voice Kids da Rede Globo, o jovem talento de 14 anos, Juan Carlos Poca, se prepara para uma apresentação especial em Foz, sua terra natal.  No próximo dia 14 de julho, o cantor que sensibilizou o país com sua história de vida e conquistou os ouvidos brasileiros com interpretações emocionantes, se apresenta no palco do Wood’s Foz.

Com uma voz potente e muito carisma, Juan Carlos Poca, mostrou desde muito pequeno sua indiscutível aptidão para a música e para os palcos. De origem humilde, o artista já precisou vender doces na rua para ajudar a família e viveu em um abrigo para crianças e adolescentes. Incentivado pelos cuidadores e companheiros da instituição, Juan se inscreveu no The Voice Kids e conquistou o público logo nas primeiras audições. O timbre rouco e as apresentações marcantes levaram o paranaense à final da competição.

O show no Wood’s Foz, marca um dos primeiros passos da carreira do cantor fora do programa. O público de Foz do Iguaçu e região, terá a oportunidade de conferir ao vivo uma apresentação de Juan Carlos Poca com um repertório especial repleto de sucessos da música sertaneja.

O Wood’s Foz fica na Avenida Jorge Schimmelpfeng, 450). O evento será realizado a partir das 22h. Os ingressos antecipados custam R$20 e estão disponíveis na bilheteria da casa. Mais informações no site www.portalwoods.com.br.