Os Correios já começaram a distribuir os carnês do IPTU, mas para os contribuintes que quiserem se antecipar e consultar os valores do imposto predial e territorial urbano de 2016 poderão fazê-lo acessando a página da prefeitura na internet no www.pmfi.pr.gov.br. As informações já estão disponíveis nesse site, onde é possível consultar e imprimir a guia de recolhimento e também o carnê. Para isso basta ter em mãos o número da inscrição predial. 

O vencimento para o pagamento à vista e também da primeira parcela, para quem vai optar pela quitação em parcelas, está previsto para o dia 11 de abril. 

O contribuinte que optar pela quitação do imposto à vista terá um desconto de 10%. O prazo para a solicitação de revisão do IPTU será iniciado em 11 de abril. Já os pedidos de isenção serão recebidos entre 12 de abril e 11 de junho. 

O cálculo do IPTU é feito com base no valor venal do imóvel.  No caso dos imóveis com edificação a porcentagem é de 1% sobre o valor venal determinado pela legislação vigente. Já para os terrenos vagos, a porcentagem é de 2%. 

No carnê além da cobrança do IPTU estão incluídas também as taxas de: coleta de lixo para imóveis prediais; de combate incêndio e a Contribuição para Custeio da Iluminação Pública, para imóveis territoriais, aqueles sem construção.

 

Iniciada em dezembro de 2014, a duplicação da Avenida José Maria de Brito, em Foz do Iguaçu, está chegando à etapa final.  O trecho entre a Avenida Paraná e a Rua Paço da Pátria, próximo à rodoviária, recebeu galerias pluviais, foram construídas doze bocas de lobo simples e quatorze duplas. A via foi duplicada, pavimentada e também já conta com ciclovia.

O lendário Ford  T, que abriu o caminho da industrialização dos automóveis, é sempre uma atração na história de recordes do setor automotivo. Desta vez, um casal de holandeses já percorreu mais de 80.000 km numa volta ao mundo com um “Fordinho” 1915, praticamente original, iniciada em 2012. A aventura ganhou visibilidade nas mídias sociais e tem também um apelo de grande alcance por arrecadar fundos para vários projetos mundiais mantidos pela organização internacional de ajuda a crianças SOS – Children’s Villages. 

Todo ano é a mesma coisa, mas não adianta querer fugir. Chegou a hora de acertar as contas com o leão. Em todo o Brasil, 28,5 milhões de pessoas devem apresentar a declaração de rendimentos à Receita Federal. No Paraná o dever cairá sobre 1,7 milhões de pessoas, sendo 46,5 mil iguaçuenses. 

O senador e ex-presidente do Uruguai José Alberto Mujica, o Pepe Mujica, disse nesta terça-feira (15), em Foz do Iguaçu (PR), que a integração dos países da América Latina será um passo obrigatório para a região enfrentar a formação de grandes blocos econômicos, como a União Europeia e o Pacto do Pacífico, que reúne gigantes como Estados Unidos, México e Japão.

Segundo ele, “os latino-americanos, quanto mais separados estamos, mais distantes vamos estar de poder equilibrar o que está acontecendo hoje no mundo”. “Os inimigos da integração sobram [no mundo]. E o pior inimigo é não percebermos a nossa própria economia”, disse.

Mujica veio à cidade para proferir a aula magna da Universidade Federal da Integração Latino-Americana (Unila), no Cineteatro dos Barrageiros, dentro do complexo hidrelétrico de Itaipu. Ele falou sobre “Integração e Desafios de Hoje na América Latina”. Antes, concedeu entrevista coletiva a veículos de imprensa do Brasil e do exterior, acompanhado do reitor da Unila, Josué dos Passos Subrinho, e do representante-geral do Mercosul, Florisvaldo Fier, o Dr. Rosinha.

“Sei que no Brasil há uma velha discussão, de que é preciso primeiro integrar internamente. Entendo isso. Mas já não há tempo: a Europa está construindo uma grande nação, mesmo com um histórico de guerras e massacres. Os Estados Unidos, todos conhecemos, assim como a China. E é com esse mundo que vamos ter de negociar”, disse Mujica.

Para o ex-presidente, o Brasil avançou muito na última década, ampliando o relacionamento com os países vizinhos, especialmente por meio do Mercosul, e também com mercados distintos, como o continente africano. No entanto, ele avalia que será preciso superar diferenças para acelerar o processo – a começar por um diálogo mais efetivo entre Brasil e Argentina, as duas maiores forças da região.

“Os desafios que temos são de caráter político, mas nos falta estatura política. É muito discurso, muito banquete, mas não avançamos. Disputamos entre nós e não temos uma política em comum”, criticou, antes de defender a criação de ministérios que promovam a integração regional.

Questionado sobre o atual momento político da América Latina, Mujica disse que existe na história recente um movimento pendular constante – entre direita e esquerda – e que é importante o ser humano saber conviver com vitórias e derrotas. “Aprendi uma coisa: os únicos derrotados na vida são os que não voltam a se levantar. [Porque] o problema não é triunfar, o problema é viver: ser derrotado e seguir vivendo.”

Vida simples

Aos alunos que lotaram o auditório do Cineteatro dos Barrageiros, Mujica explorou um dos lados que o tornaram mais conhecido no mundo: a simplicidade. Ele defendeu que as pessoas devem trabalhar menos e viver mais, de forma mais simples e solidária.

“Você não compra uma coisa com dinheiro, mas com o tempo que você gastou para ganhar dinheiro”, ensinou. “Porém, não se pode comprar anos de vida. Por isso, para mim, o valor mais importante que temos é a vida”, concluiu.

Visita à usina

Após a aula magna no Cineteatro dos Barrageiros, Pepe Mujica e comitiva, acompanhados do diretor-geral brasileiro de Itaipu, Jorge Samek, visitaram a usina hidrelétrica e o Parque Tecnológico Itaipu (PTI).

Nesta quarta-feira (16), pela manhã, o ex-presidente fará um passeio na principal atração turística da região, o Parque Nacional do Iguaçu, que abriga as Cataratas do Iguaçu. À tarde, ele se reunirá com autoridades e lideranças do Brasil, Paraguai e Argentina, para discutir o tema “Estratégias de Desenvolvimento Territorial Sustentável”.

Fonte: Assessoria Itaipu

Como identificar? Como investigar? O que perguntar na hora de uma abordagem? Essas são algumas das perguntas que serão respondidas durante o seminário “Atuação multiprofissional no combate à violência sexual contra crianças e adolescentes”, a ser realizado nos dias 17 e 18, a partir das 9h, no Miniauditório da Unioeste, em Foz do Iguaçu.

O evento, organizado por Furnas Centrais Elétricas, tem o apoio da Rede Proteger e da Itaipu, por meio do Programa de Proteção à Criança e ao Adolescente (PPCA). Devem participar cerca de 150 profissionais de diferentes áreas – como psicólogos, assistentes sociais e pedagogos – que atuam na defesa dos direitos de meninos e meninas na fronteira.

De acordo com a assistente social Cláudia Monteiro, coordenadora do evento, a proposta é unificar a forma como os profissionais agem desde o momento em que recebem a denúncia de violência contra meninos e meninas, passando pelo interrogatório até o encaminhamento para as casas de apoio e tratamento psicológico. “Queremos construir junto com esses profissionais um olhar mais refinado. Dificilmente a criança vai dizer que foi violentada. Cabe a nós identificar”, disse.

Adultos inseguros

A preocupação em identificar adequadamente cada ocorrência acontece não apenas porque o número de casos de violência contra meninos e meninas é cada vez maior, mas também para prevenir cada vez mais cedo possíveis sequelas psicológicas causadas pelas agressões – como insegurança e falta de autonomia. “Precisamos estar prontos para oferecer segurança a essas crianças”, enfatizou Cláudia.

Somente de janeiro a setembro de 2015, o Gabinete de Gestão Integrada Municipal (GGIM) de Foz do Iguaçu registrou 209 casos de atendimentos a crianças vítimas de violência no município. Mais da metade (115) ocorreu na própria residência.

Punição

Segundo a coordenadora do PPCA, Maria Emília Medeiros de Souza (AS.GB), a Itaipu vem há 12 anos atuando intensamente no combate à violência contra meninos e meninas na região e essa é mais uma ação na tentativa de coibir este crime. “Acredito que esse evento, além de uma capacitar profissionais que atuam na cidade, também colocará o assunto em evidência”, ressaltou.

As denúncias podem ser feitas pelo Disque 100 ou diretamente no Núcleo de Proteção à Criança e ao Adolescente Vítimas de Crimes (Nucria), pelo telefone (45) 3524-8565.

Fonte: JIE

Foto: Marcos Labanca

Mais de 40 atores profissionais e amadores, selecionados para integrar equipe da encenação da Paixão de Cristo, já começaram a ensaiar no Marco das Américas, local onde será realizado espetáculo nos dias 22 e 23 de março. 

O grupo ocupou o estacionamento do Complexo onde serão montados nove palcos e quatro ambientações, para conhecer os detalhes e ensaiar. “É interessante que os atores possam conhecer o espaço para que se ambientem”, disse a diretora cultural, Arinha Rocha. 

O Hospital Municipal de Foz do Iguaçu (HMFI), já realizou este ano, por meio da Comissão Intra-Hospitalar de Doação de Órgãos e Tecidos para Transplante (CIHDOTT) da instituição, cinco captações de órgaos. A primeira foi em fevereiro.

A captação ocorreu na madrugada de domingo (13), e foi realizada após a autorização da família de um paciente de 29 anos, vítima de Traumatismo Cranioencefálico (TCE) grave e que teve a morte encefálica confirmada através de exames realizados seguindo rigorosamente todos os itens descritos no protocolo específico.

Foram captados além do coração para válvulas, pulmão, pâncreas, rins, fígado e globo ocular.

“A dedicação e comprometimento dessa equipe multidisciplinar e da instituição vai ao encontro da necessidade de reforçar esse compromisso com a vida”, diz a gerente de Divisão da UTI e secretária da CIHDOTT, enfermeira Karin Aline Zilli Couto.

 

Levantamento divulgado pela Central de Atendimento à Mulher – Ligue 180 aponta que houve aumento de 44,74% no número total de relatos de violência recebidos pelo serviço em 2015, comparados ao ano anterior. No total, foram 76.651 atendimentos correspondentes a relatos de violência recebidos pelo serviço de denúncias anônimas da Secretaria Especial de Políticas para as Mulheres do Ministério das Mulheres, Igualdade Racial e Direitos Humanos.

Os números ainda mostram que o total de relatos envolvendo cárcere privado cresceu 325%, computando a média de 11,8 registros por dia, enquanto os relatos de violências sexuais (estupro, assédio e exploração sexual) cresceram 129%, em uma média de 9,53 por dia.

Decorrida uma semana do prazo de entrega da Declaração do Imposto de Renda da Pessoa Física (DIRPF/2016), a Receita Federal do Brasil já recebeu 1,57 milhões de declarações em todo o Brasil, o que representa 5,5% do total esperado (28,5 milhões). O ritmo atual de entrega dos documentos no País é de aproximadamente 20 mil declarações por hora.

No Paraná, o número de declarações já entregues até dia 7 era de 66,3 mil, de um total de 1,78 milhão de declarações esperadas, o que significa que 3,7% das declarações foram entregues.

Em Foz do Iguaçu, estima-se que serão entregues 46,5 mil declarações, mas até o momento foram contabilizadas 1.728 declarações, o que corresponde a 3,7% do total esperado.

O prazo vai até dia 29 de abril. A multa mínima para quem perder o prazo é de R$ 165,74, limitada a 20% do imposto devido.

Acompanhe abaixo o número de entregas até dia 7 nos municípios situados no âmbito da jurisdição fiscal desta Delegacia da Receita Federal do Brasil em Foz do Iguaçu: