Nesta sexta (8), uma das principais atrações da Feira Internacional do Livro de Foz do Iguaçu será um bate-papo e lançamento da obra “Conversas Cariocas” do cantor e compositor Martinho da Vila. O encontro com Martinho está marcado para as 21h, na arena literária. 

Mas até lá, a cada minuto ocorre uma série atividades. Afinal, até dia 17, serão mais de 200 atrações, incluindo recreação infantil, contação de histórias, lançamentos de obras, cinema, saraus e a Cozinha Literária, onde chefs preparam uma combinação de gastronomia e literatura. Nesta sexta-feira, haverá a contação da história de Ana Maria Machado, a homenageada do ano, “Menina bonita do laço de fita”. 

MENINA BONITA DO LAÇO DE FITA

Era uma vez uma menina linda, linda.

Os olhos pareciam duas azeitonas pretas brilhantes, os cabelos enroladinhos e bem negros.

A pele era escura e lustrosa, que nem o pelo da pantera negra na chuva.

Ainda por cima, a mãe gostava de fazer trancinhas no cabelo dela e enfeitar com laços de fita coloridas.

Ela ficava parecendo uma princesa das terras da áfrica, ou uma fada do Reino do Luar.

E, havia um coelho bem branquinho, com olhos vermelhos e focinho nervoso sempre tremelicando. O coelho achava a menina a pessoa mais linda que ele tinha visto na vida.

E pensava:

- Ah, quando eu casar quero ter uma filha pretinha e linda que nem ela...

Por isso, um dia ele foi até a casa da menina e perguntou:

- Menina bonita do laço de fita, qual é o teu segredo para ser tão pretinha?

A menina não sabia, mas inventou:­

- Ah deve ser porque eu caí na tinta preta quando era pequenina...

O coelho saiu dali, procurou uma lata de tinta preta e tomou banho nela.

Ficou bem negro, todo contente. Mas aí veio uma chuva e lavou todo aquele pretume, ele ficou branco outra vez.

Então ele voltou lá na casa da menina e perguntou outra vez:

- Menina bonita do laço de fita, qual é o seu segredo para ser tão pretinha?

A menina não sabia, mas inventou:

- Ah, deve ser porque eu tomei muito café quando era pequenina.

O coelho saiu dali e tomou tanto café que perdeu o sono e passou a noite toda fazendo xixi.

Mas não ficou nada preto.

- Menina bonita do laço de fita, qual o teu segredo para ser tão pretinha?

A menina não sabia, mas inventou:­

- Ah, deve ser porque eu comi muita jabuticaba quando era pequenina.

O coelho saiu dali e se empanturrou de jabuticaba até ficar pesadão, sem conseguir sair do lugar. O máximo que conseguiu foi fazer muito cocozinho preto e redondo feito jabuticaba. Mas não ficou nada preto.

Então ele voltou lá na casa da menina e perguntou outra vez:

- Menina bonita do laço de fita, qual é teu segredo pra ser tão pretinha?

A menina não sabia e... Já ia inventando outra coisa, uma história de feijoada, quando a mãe dela que era uma mulata linda e risonha, resolveu se meter e disse:

- Artes de uma avó preta que ela tinha...

Aí o coelho, que era bobinho, mas nem tanto, viu que a mãe da menina devia estar mesmo dizendo a verdade, porque a gente se parece sempre é com os pais, os tios, os avós e até

com os parentes tortos.E se ele queria ter uma filha pretinha e linda que nem a menina,

tinha era que procurar uma coelha preta para casar.

Não precisou procurar muito. Logo encontrou uma coelhinha escura como a noite, que achava aquele coelho branco uma graça.

Foram namorando, casando e tiveram uma ninhada de filhotes, que coelho quando desanda

a ter filhote não para mais! Tinha coelhos de todas as cores: branco, branco malhado de preto, preto malhado de branco e até uma coelha bem pretinha.

Já se sabe, afilhada da tal menina bonita que morava na casa ao lado.

E quando a coelhinha saía de laço colorido no pescoço sempre encontrava alguém que perguntava:

- Coelha bonita do laço de fita, qual é o teu segredo para ser tão pretinha?

E ela respondia:

- Conselhos da mãe da minha madrinha...

 

Abertura

A abertura a maratona cultural foi por conta do cantor Zeca Balero que levou os fãs ao delírio e também com a presença de Ana Maria. 

Foto: Adilson Borges

A feira está montada numa área de 4 mil metros, no Complexo Bordin, na Avenida Juscelino Kubitscheck. O evento é organizado pela Fundação Cultural e tem o patrocínio da Itaipu. 

 

Confira a programação deste final de semana: 

DIA 08/09 (SEXTA-FEIRA) 

9h – Abertura da Feira

OFICINAS:

19h30 – Oficina de Contação de Histórias – UDC – Profa. Mestre Luciane Ferreira de Andrade Gomes

RECREAÇÃO:

9h

16h

19h

CONTAÇÃO DE HISTÓRIA:

10h30 – Menina bonita do laço de fita – Aladir da Silva

17h30 – Menina bonita do laço de fita – Aladir da Silva

20h30 – Menina bonita do laço de fita – Aladir da Silva

PALESTRA

ESPAÇO LITERÁRIO I:

16h – Etiqueta Profissional: do currículo ao comportamento – Prof. Mestre Giuliano Derosso/UDC

MESA:

ESPAÇO LITERÁRIO I:

16h30 – Uma questão de identidade: discussão sobre os imigrantes no mundo de hoje

19h – 5000 Dias, o Brasil na era do Lulismo. Discussão sobre o momento atual – Ivan Seixas e Gilberto Maringoni

ESPAÇO LITERÁRIO II:

19h30 – Homo Lexicographus – Jaqueline Nahas

LANÇAMENTOS

ESTANDE DA FUNDAÇÃO CULTURAL DE FOZ DO IGUAÇU

09h30 – Portal da Cultura de Foz do Iguaçu

09h30 – Mapa da Cultura de Foz do Iguaçu

LANÇAMENTO 1 E 2

09h30 – Termo de Cooperação entre o PTI – Parque tecnológico de Itaipu e Fundação Cultural de Foz do Iguaçu

17h30 – Uma questão de identidade: discussão sobre os imigrantes no mundo de hoje

20h30 – 5000 Dias – O Brasil na era do Lulismo – Gilberto Maringoni

20h30 – Homo Lexicographus – Jaqueline Nahas

COZINHA LITERÁRIA

19h – Pratos da Região Trinacional – SENAC

SARAU/SHOW

ARENA LITERÁRIA:

21h – Martinho da Vila

22h – Encerramento da Feira

DIA 09/09 (SÁBADO)

09h – Abertura da Feira

OFICINAS:

16h – Fronteiras da Mediação de Leitura em Espaços Interculturais – Elisa Ines Christ Dill – Unila

19h – Oficina de RPG – Maias e Popol Vuh – Coletivo de trabalhadores da palavra aos que vierem depois de nós – Unila

RECREAÇÃO:

09h

19h

CONTAÇÃO DE HISTÓRIA:

10h30 – O corpo seco do morro do bom brinquedo – Aladir da Silva

17h30 – Menina bonita do laço de fita – Aladir da Silva

20h30 – O corpo seco do morro do bom brinquedo – Aladir da Silva

CIRCO

ARENA LITERÁRIA:

16h – Circo do Luar

PALESTRA

ESPAÇO LITERÁRIO II:

15h – Síndrome do Imperador – Lilian Zolet

19h – Barbáries por um fio – Marcos Ziemann

ESPAÇO LITERÁRIO I:

19h – O que os muçulmanos ofereceram ao mundo – Sheikh Ahmad Mazloum

LANÇAMENTO

16h30 – Sindrome do Imperador – Lilian Zolet

20h30 – Quem tem medo de monólogo? – Luiz Silva (Cuti)

19h40 – Barbáries por um fio – Marcos Ziemann

20h – O que os muçulmanos ofereceram ao mundo – Sheikh Ahmad Mazloum – Centro Cultural Beneficente Islâmico Mesquita Branca

COZINHA LITERÁRIA

19h – Pizza – Chef Elvis

TEATRO

ARENA LITERÁRIA:

19h – Quem tem medo de monólogo?

CINEMA

ESPAÇO LITERÁRIO I:

16h – O Menino 23 – Documentário

SARAU/SHOW

ARENA LITERÁRIA:

21h – PONTO BR

22h – Encerramento da Feira

DIA 10/09 (DOMINGO)

09h – Abertura da Feira

OFICINAS:

15h – Oficina de Produção de Rap – Educação Ambiental da PMFI

16h – Oficina de Livro Bordado – Elza Mendes / Proex – Unila

19h – Microficções Latino-Americanas / Coletivo de trabalhadores da palavra Aos Que Vierem Depois De Nós – Unila

RECREAÇÃO:

09h

16h

19h

CONTAÇÃO DE HISTÓRIA:

10h30 – Menina bonita do laço de fita – Aladir da Silva

FEIRA LIVRE DAS NAÇÕES – JK

10h30 – A princesa que escolhia – Cia Girolê

16h30 – A princesa espertalhona – Cia Girolê

20h30 – A princesa espertalhona – Cia Girolê

CIRCO

ARENA LITERÁRIA:

16h – Circo do Luar

PALESTRA

ESPAÇO LITERÁRIO I:

16h – Pequeno pesquisador – Débora Klippel

ESPAÇO LITERÁRIO II:

17h – Vivências de um pediatra – Jovilde Montagna

LANÇAMENTO

17h30 – Pequeno pesquisador – Débora Klippel

20h – Curva de vento – Clóvis Torres

COZINHA LITERÁRIA

19h – Cultura Gastronômica Fitness – Chef Sandro / Chef Marcelo

TEATRO

ARENA LITERÁRIA:

18h – Me dá tua mão

SARAU/SHOW

ARENA LITERÁRIA:

09h – Semana Farroupilha – Artística do CTG Estância Criola / Tertúlia Fogo de Chão

21h – Fernando Anitelli – Teatro Mágico

22h – Encerramento da Feira

 

Foto: Marcos Labanca

Começa nesta quinta-feira (31) e prossegue terça-feira (5) em Foz do Iguaçu a 100ª edição do Campeonato Brasileiro de Pôquer, o BSOP (Brazilian Series of Poker). O torneio, que começou a ser disputado em todo o Brasil em 2006  vai distribuir R$ 4 milhões em prêmios para jogadores de pôquer de todo o país e do mundo e, além disso, apresenta uma série de novidades para celebrar este que é o maior e principal circuito nacional do esporte da mente.

O evento será realizado no  Wish Gof Resort & Convention, em Foz. Entre as novidades, há um torneio inédito, chamado Torneio dos Campeões, oferecido pelo PokerStars (o maior site de pôquer online do mundo) e com distribuição de R$ 60 mil para os oito primeiros. Deste evento, só participam, como sugere o nome, os campeões das 99 etapas anteriores do BSOP, ao longo de mais de dez anos de história do circuito. Estão confirmadas as presenças do humorista da TV Globo Marcius Melhem (foto), dos YouTubers de sucesso Pyong Lee e Caio Brogui (Ana Maria Brogui) e do cozinheiro e ex-participante do Masterchef Brasil Abel Chang. 

O PokerStars também vai oferecer para os vencedores e um acompanhante um coquetel exclusivo no dia 1º de setembro a partir das 17h45 horas, no qual todos os campeões poderão confraternizar e desfrutar deste momento histórico. Há possibilidade de credenciamento de imprensa.

Além disso, diversas promoções como a do "Jogador da Série" e o "Desafio dos Times" também distribuirão somas substanciais de prêmios para os jogadores. Adicionalmente, haverá outras surpresas que os jogadores só descobrirão em Foz do Iguaçu e que somarão ainda mais valor a esta etapa.

Os satélites (classificatórios) online continuam classificando dezenas de competidores por semana no PokerStars e haverá torneios classificatórios para o Main Event até a véspera do início do evento, no dia 30 de Agosto. Nesta semana começaram os torneios Freeroll que premiarão dois jogadores com o pacote completo (buy-in do Main Event e hospedagem no hotel Wish). Portanto, ainda são muitas as formas de se classificar para a maior comemoração do pôquer nacional, pagando muito pouco e até mesmo de forma 100% gratuita.

BSOP

O BSOP é uma série de torneios de poker realizada no Brasil desde 2006. Hoje é o maior evento de poker da América Latina, tendo alcançado o recorde de 3.457 participantes em sua etapa de final da temporada 2015, e com esta marca alcança o status de segundo maior torneio de poker do mundo. O BSOP é realizado em alguns dos melhores destinos turísticos do Brasil e do Uruguai e em algumas das maiores capitais do país. O BSOP 2017 terá 7 etapas.

Uns dizem que uma taça de vinho equivale a uma hora de academia. Outros que faz bem para o coração. Independente do benefício, o vinho é uma das bebidas mais antigas e saboreadas no mundo todo. Os amantes de vinho podem participar nesta sexta-feira (1) e sábado (2), às 18h30, da 3ª edição da Feira Oda al Vino, no Iguassu Urban Mall, em Puerto Iguazú, Argentina.

Os ingressos estão sendo vendidos nas duas lojas da Vinoteca Oda, em Puerto Iguazú em Foz do Iguaçu na Loumar Turismo (45) 3521-4000 ou através no disque-entrega, no telefone (45) 99980 7948. A entrada, no valor de R$ 200, é válida por um dia e dá direito a uma taça de cristal para provar todos os vinhos e espumantes em exposição e um vale-vinho de R$ 100,00 para ser trocado durante o evento ou até o dia 20 de setembro nas lojas Oda Vinoteca. 

Novidades

A terceira edição da feira está recheada de novidades, iniciando com um espaço maior do que as edições anteriores. Isso se deve ao aumento de estandes reservados parmais de 80 bodegas e a demonstração de mais de 650 rótulos de vinhos e espumantes aos participantes, incluindo lançamentos de novas marcas de vinhos de alta gama. 

Este ano os profissionais do setor de gastronomia das cidades que compõem as Três Fronteiras, poderão participar de uma degustação especial, que acontecerá no dia 1º de setembro, às 16h30 até às 18h, antes da abertura da feira ao público em geral.

A degustação deve atrair sommelières, garçons, maitres, gerentes de A&B, chefs e outros profissionais da área que queiram aprender e provar os produtos da vitivinicultura argentina. Eles serão atendidos exclusivamente por profissionais que representam as empresas, incluindo sommelières, enólogos, diretores e proprietários de marcas de vinhos. 

Além das famosas picadas (porções) de queijo, salame, presunto cru, pães finos, azeitonas eágua mineral premium, tudo à disposição do público, a feira terá um espaço gastronômico com três restaurantes para a venda de pratos regionais, incluindo o bife de chorizo.

Lembrando que o evento é direcionado a um público adulto, não sendo permitida a entrada de pessoas menores de 18 anos.  Para evitar problemas de álcool e direção, recomenda-se a utilização de serviços de vans e táxis para a locomoção entre os países da fronteira.   

A Feira Oda al Vino é uma realização da Oda Vinoteca e conta com o apoio de Águas de Misiones, Yvy Hotel de Selva, El Quincho del Tio Querido e Multimedios Cataratas.

Com assessoria 

 

 

A Universidade Federal da Integração Latino-Americana (UNILA) está com mais de 200 vagas em cursos de extensão com inscrições abertas. Entre os temas abordados pelos cursos estão matemática, dança, ensino e música. As atividades têm previsão de inicio para o próximo mês.

Música

O curso Preparatório de Violão é voltado para estudantes do ensino médio da Tríplice Fronteira - principalmente aos interessados em ingressar no curso de graduação em Música - e prevê aulas de teoria musical e de violão, individuais ou em grupo. As atividades serão realizadas aos sábados. Cada aluno terá 2 horas de aula, e os horários serão definidos em uma reunião inicial. As inscrições estão abertas até o dia 31, pelo Sistema SIGAA (goo.gl/HmI9yb). São 24 vagas.

Dança

Desenvolver atividades lúdicas e pedagógicas que possibilitem explorar a dança coral, a partir de práticas corporais, é o objetivo do curso “Movimento fronteiriço na dança coral”, que oferece 50 vagas. As aulas serão realizadas às terças e quintas-feiras, das 13h às 18h, na sala G107, da UNILA-Jardim Universitário (Avenida Tarquínio Joslin dos Santos, 1000). Inscrições também pelo Sistema SIGAA (goo.gl/HmI9yb).

Matemática

Os alunos do ensino médio também podem participar de aulas de reforço em Matemática. As inscrições poderão ser feitas até 3 de setembro, no Portal Inscreva (inscreva.unila.edu.br). As aulas começam no dia 4 de setembro e seguem até dezembro. Serão oferecidos cinco minicursos: geometria básica plana, trigonometria, funções, álgebra e sistemas de equações lineares e matrizes. O objetivo é melhorar o aproveitamento nas disciplinas que precisam de conhecimentos em matemática básica. O curso será oferecido às quartas-feiras, das 16h às 18h, na UNILA-PTI, e às quartas e sextas-feiras, das 16h às 18h, na UNILA-Jardim Universitário (Avenida Tarquínio Joslin dos Santos, 1000).

Para professores

Além de estudantes, os cursos de extensão oferecem oportunidades para professores da cidade e região. Um deles é o curso "Raça em três perspectivas: Kant, Foucault e Quijano", que recebe inscrições até 10 de setembro, pelo Sistema SIGAA (goo.gl/HmI9yb). O objetivo é preparar professores para o ensino de história e cultura afro-brasileira e indígena, cuja obrigatoriedade está disposta na Lei 11.645/08. Durante o curso, serão discutidos os conceitos de raça a partir das propostas teóricas dos filósofos Immanuel Kant e Michel Foucault e do sociólogo Aníbal Quijano. As aulas serão realizadas às sextas-feiras, na sala C307, da UNILA-Jardim Universitário (Avenida Tarquínio Joslin dos Santos, 1000), das 14h às 16h.

Outro curso voltado para professores do ensino médio é o que se propõe a compreender os fundamentos do método Paulo Freire e as possibilidades de sua aplicação nos sistemas pedagógicos atuais. Podem participar professores de qualquer disciplina. Haverá algumas vagas para interessados que não sejam professores. Serão 30 horas em sala de aula e outras 10 horas em atividades extras (seminários e debates). As inscrições podem ser realizadas pelo Sistema SIGAA (goo.gl/HmI9yb), até 31 de agosto.

Fonte: Assessoria 

 

Entre as mais de 200 atrações, os cantores-escritores Zeca Baeiro e Martinho da Vila serão atrações da 13ª edição da Feira Internacional do Livro que ocorrerá em Foz do Iguaçu entre os dias 7 e 17 de setembro. O lançamento do maior evento cultura da cidade ocorreu na manhã desta terça-feira, 29, no Complexo Bordin (novo endereço da feira) com a presença do prefeito Chico Brasileiro; do vice, Nilton Bobato; do diretor-presidente da Fundação Cultural, Juca Rodrigues; do assessor do diretor-geral da Itaipu, Alexandre Teixeira, secretários municipais, autoridades convidadas e imprensa.

No espaço, já estão montados os estandes da Itaipu Binacional e PTI. Esta semana inicia a montagem da estrutura no espaço que possui mais de 4 mil metros quadrados e vai abrigar a praça do livro com aproximadamente 50 estandes, arenas literárias, cozinha literária e todas as novidades desta edição. A entrada é franca.

Para o prefeito, a realização da feira representa a materialização de um dos grandes pilares da administração; fazer bem o que se gosta. “O que buscamos é fazer com planejamento e engajamento o que podemos oferecer à comunidade, nossa maior contribuição para engrandecer o conhecimento de quem vive aqui. Precisamos pensar em nossas próprias expressões, precisamos pensar em como construir nossa própria cultura, não só relacionada à leitura de livros, mas compreendê-lo, e sentir o estímulo que isso pode dar na vida de qualquer pessoa”.

Na plateia, representantes de pelo menos cinco secretarias estavam representados. “O engajamento e o trabalho coletivo também estão presentes nesse evento justamente para que possamos trabalhar juntos nessa construção”, disse o prefeito ao elogiar a presença das autoridades.

As parcerias também foram elogiadas pelo diretor presidente da Fundação Cultural, Juca Rodrigues. “Este ano a participação dos parceiros foi fundamental para a realização do evento, assim como já vem acontecendo há alguns anos. Mas esse apoio é ainda mais valioso se pensarmos que servirá para fomentar a elaboração de um a política pública de incentivo à leitura”.

Rodrigues salientou ainda que a feira deve iniciar uma nova fase na cultura local onde a colaboração dos parceiros é fundamental. “Ao longo do ano vamos continuar provocando esse diálogo com a comunidade através de projetos que motivem a leitura como a reativação do Roda Livro (dentro dos ônibus), e Estação Literatura (bibliotecas dentro de estações tubos), e muitos outros que serão possíveis graças à colaboração dos nossos parceiros”. Com as iniciativas, Rodrigues ainda revelou a principal intenção do movimento, de dar início a um a uma política eficaz para retomada  do projeto do Plano Municipal do Livro, Leitura e Literatura.

Para o vice-prefeito, Nilton Bobato que também é escritor, a realização e retomada do evento numa grande estrutura representa o início de grandes transformações na área. “A fera precisa ter o tamanho que a cidade merece”. Bobato também reforçou a necessidade de políticas públicas de cultura na cidade ganharem atenção e andamento nesta administração.

Um dos grandes parceiros na realização da feira é a Secretaria de Educação. “Este ano não teremos o Vale Livro, pois não estava previsto no orçamento, mas já estamos desenvolvendo trabalhos nas escolas com as obras da escritora homenageada da feira, Ana Maria Machado. A feira nos traz essa necessidade de renovação, por isso o trabalho de incentivo vem sendo feito constantemente nas escolas”, disse o secretário da pasta, Fernando Ferreira.

Ferreira também adiantou que durante o período, uma renovação dos acervos das bibliotecas nas escolas será realizado pelo município, com intuito de ampliar o interesse pela leitura. Outra da secretaria será durante feira, quando será disponibilizado transporte para as escolas. “As crianças já estão acostumadas à feira, esperam por ela. E nosso incentivo é que frequentem não somente na companha de professores, mas também de suas famílias”.

Visão

A feira, para muitos dos parceiros será uma oportunidade singular de contato com o público. Representando a Unila, Luca Mesquita, coordenador do Instituto Mercosul de Estudos Avançados da Unila sintetizou a importância da parceria para a difusão do conhecimento da universidade junto à comunidade.  “Este ano a nossa parceria ampliou e incluímos a participação de órgãos dentro da Unila; a reitoria, a editora, a pró-reitoria de extensão e o Instituto Mercosul de Estudos Avançados. Com isso vamos unir a produção de trabalhos e projetos para apresenta-los à comunidade. Será um espaço importante para debates, conversas sobre temas que envolvem tanto a universidade quanto a comunidade”.  

De acordo com o editor da editora da universidade, Marcelo Kunde, a Edunila levará pela primeira vez a experiência para a feira. “A editora foi criada há dois anos, fizemos nossos primeiros lançamentos  ano passado e agora vamos levar a experiência para a feira, mostrar esse processo, e atrair público para o debate”. 

 Com assessoria 

Mal estar. Tontura. Visão turva. Esses são os sintomas iniciais do portador da Esclerose Múltipla, uma doença silenciosa que 2,5 milhões de pessoas em todo o mundo, Federação Internacional de Esclerose Múltipla, na maioria mulheres, na faixa dos 20 aos 50 anos. Só no Brasil, são mais de 40 mil casos da doença, de acordo com a Associação Brasileira de Esclerose Múltipla (ABEM), mas grande parte nem sabe, pois confunde com labirintite, por exemplo.

Nesta quarta-feira, 30 de agosto, é celebrado o "Dia Nacional de Conscientização da Esclerose Múltipla". 

A governadora em exercício, Cida Borghetti, e o ministro da Saúde, Ricardo Barros, anunciaram, na manhã de domingo (27), a construção da nova sede do Hemonúcleo do Hospital Ministro Costa Cavalcanti (HMCC), de Foz do Iguaçu. O terreno de 2.700 m², onde será construído o prédio, foi doado pela Itaipu Binacional.

A nova sede terá área construída de 1.470 m² e ficará localizada em frente ao HMCC. De acordo com a governadora, a licitação já foi aberta. A expectativa é de que a obra comece em 60 dias e seja finalizada no prazo de um ano. O investimento previsto é de R$ 4 milhões.

A comitiva visitou a sede atual do Hemonúcleo na manhã de domingo. Na ocasião, a governadora parabenizou os diretores do HMCC e a Alessandra Ritt, que está no comando do Hemonúcleo há 17 anos. De acordo com Cida Borguetti, todos os envolvidos nos trabalhos do HMCC são pessoas que “com amor e dedicação colocam suas vidas de lado para salvar outras pessoas”.

O Hemonúcleo está localizado na Avenida Gramado, ao lado do Hospital Costa Cavalcanti. Atualmente é o responsável pelo abastecimento do banco de sangue de hospitais de Foz do Iguaçu, Santa Terezinha de Itaipu, São Miguel do Iguaçu, Missal, Medianeira e Matelândia. Desde o início do ano, as instituições fizeram mais de mil transfusões por mês.

Fonte: JIE

O guarda-roupa feminino é vasto, cheio de opções e tendências, mas existem algumas peças que são essenciais e que toda mulher deve ter no armário. São peças-chave que combinam com tudo. Maria Inês Borges da Silveira, consultora de Comportamento Profissional e de Etiqueta Social e professora do ISAE – Escola de Negócios, dá algumas dicas sobre em quais peças as mulheres devem investir.

Uma boa pashmina nunca sai de moda, por exemplo. Vale a pena investir em uma de qualidade para ter no guarda roupa. “As legítimas pashminas são as de cashmere de fina lã de cabra da região de Caxemira (entre Afeganistão, Paquistão e Índia). Com brilho ou sem, de lã ou seda, com franjas ou clássicas, sempre são elegantes”, comenta.

Camisas combinam com quase tudo, e também são ótimas aliadas para  uma rotina agitada. O importante é saber compor o look sempre observando suas cores, para que o conjunto fique harmonioso. Um bom blazer também não pode faltar, eles são clássicos, práticos e nunca saem de moda. “A peça pode ser combinada com jeans, saia reta ou lápis, calças compridas e com vestidos”, detalha Maria Inês.

Outra peça indispensável é um bom terninho. Ele pode ser preto, ou de outra cor de preferência. Acompanhados de calça e saia, é perfeito para encontros e reuniões de negócios e empresariais, ou eventos mais formais que possam surgir na sua agenda. Isso vale para aquele vestido preto básico, que também é indispensável. “Um vestido sóbrio, limpo, com comprimento no joelho com um casaquinho também é prático. Valorize-o com acessórios atraentes, entre elas joias ou uma bolsa estilo carteira”, completa Maria Inês.

Fotos: Lex Kozlik

As representações da “Morte”, da “Medusa” e de “Súcubo” feitas pela psicóloga Sonia Lyra fizeram com que os quase 400 psicólogos, médicos e psiquiatras que participaram da abertura da exposição fotográfica “Arquétipos”, na noite desta quinta-feira (24), entrassem por alguns segundos num mundo paralelo. Imaginário. Entre eles, dos sonhos, da alegria, da felicidade e do pavor. A mostra faz parte da programação cultural do 24º Congresso Nacional da Associação Junguiana do Brasil, que acontece até domingo (27), no Mabu Thermas e Resort, em Foz do Iguaçu. 

A 13ª edição da Feira Internacional do Livro de Foz do Iguaçu, que ocorrerá em entre dias 7 e 17 de setembro, será realizada em um novo espaço e também terá mais atrações, como a “Cozinha Literária”.

O lançamento oficial da semana mais cultural da cidade ocorrerá na próxima terça-feira (29), às 9h, no “Complexo Bordin”, na Avenida Juscelino Kubitscheck, novo endereço da Feira. Durante a solenidade que, contará com a presença de autoridades públicas, segmento literário e acadêmico, imprensa e comunidade, será divulgada a programação completa do evento. Serão mais de 200 atividades, divididas entre oficinas literárias, sessões de autógrafos, lançamentos de livros, palestras, contações de histórias, apresentações artísticas e musicais.

Assim como nas edições anteriores a feira reunirá os maiores nomes da literatura local, regional, nacional e internacional. Uma das presenças confirmadas para conversar com o público e a homenageada do evento será a escritora Ana Maria Machado, autora de mais de cem livros e 20 milhões de exemplares vendidos, em 26 idiomas. Também estarão presentes o cantor, compositor e escritor Martinho da Vila; o autor Miguel Sanches Neto e o jornalista, comentarista esportivo e escritor gaúcho, Fernando Baldasso.

Segundo o assistente do diretor-geral da Itaipu, Alexandre Teixeira, a Itaipu apoia o evento por acreditar que a cultura e a educação são as molas propulsoras para um país mais desenvolvido. “Investir em Cultura é investir no futuro. Numa sociedade mais igualitária, solidária e amiga. A feira é um evento de sucesso e a Itaipu estará ao lado sempre, fomentando a cultura na cidade”.

Novidades

De acordo com Juca Rodrigues, diretor-presidente da Fundação Cultural, este ano a Feira além de ganhar um novo endereço, também terá um espaço físico maior. Serão 4,100 metros. Serão três auditórios (dois com capacidade para 300 pessoas e um para mil pessoas) para palestras, salas para contação de história e a “Cozinha Literária”, onde serão apresentados  livros de gastronomia e cozinha experimental com chefes paranaenses e também de outros estados brasileiros.

A Fundação Cultural decidiu mudar o local porque no Complexo Bordin funcionam diversas secretarias da prefeitura municipal, em especial a Secretaria Municipal de Educação e por contar com um bom espaço físico tanto para montagem dos estandes como também para estacionamento. “Acreditamos que o local atenderá as nossas necessidades e também dos visitantes, pois integra o corredor turístico e possui fácil acesso, tanto para quem irá de carro como de ônibus”.

E também tem capacidade para atender os estudantes, pois estão programadas caravanas de alunos das redes municipal, estadual e particular de ensino. A expectativa é receber cerca de mil estudantes por dia.

A Feira Internacional do Livro é uma realização da Fundação Cultural de Foz do Iguaçu e conta com o apoio da Itaipu Binacional.