Esporte

Paraquedistas se reúnem neste domingo (7) para lançamento da aeronave Dragon

Neste domingo (07) o céu iguaçuense estará mais agitado. Cerca de 30 atletas paraquedistas realizarão diversas manobras radicais a mais de 3 mil metros de altura. Toda essa adrenalina tem um motivo: a data está reservada para o lançamento do avião Cessna 206, batizado de Dragon (dragão em tradução ao português). O encontro será realizado na sede da SkydiveFoz, e parte da verba arrecadada será destinada ao Lar dos Velhinhos de Foz do Iguaçu.

Thiago Peretti, paraquedista profissional e fundador do espaço, conta que a travessia para trazer Dragon até o Brasil levou 60 horas de voo. Saíram do Alasca (estado norte-americano) e partiram rumo a Las Vegas (Nevada) para substituir o conjunto de motor e hélice. “A escolha deste modelo foi estratégica, é um avião muito operacional para área, de tamanho e agilidade seguras para prática do paraquedismo”.

Com escala em Miami (Flórida), a última parada foi no do Caribe – parte sul da América Central, para enfim aterrizar em solo iguaçuense. “Agora Dragon é um avião brasileiro”, comemora, Thiago, depois registrar o Dragon na ANAC, Agência Nacional de Aviação Civil. O paraquedista acumulou mais de 20 mil saltos, foi o segundo homem do mundo a saltar de um avião, vestindo um wingsuit (macacão com asas para voos em alta performance), e que conseguiu voltar para aeronave em movimento, em 2015 no céu da fronteira. E para quem nunca saltou de paraquedas, Thiago recomenda: “A vida passa a ter outro sentido quando se está sob a perspectiva dos pássaros”.

 

Estabilidade
A aeronave, mesmo sendo de pequeno porte, se destaca na estabilidade e permite aos passageiros uma decolagem suave e com visão panorâmica. Durante os 20 minutos de sobrevoo realizado pela equipe da SkydiveFoz, os tripulantes conseguem ver todos os bairros da região Norte do município, a Itaipu Binacional com suas turbinas, incluindo a primeira hidrelétrica da região, a usina Acaray, que fica entre Hernandárias e Ciudad del Este, no Paraguai.

Além da área de reflorestamento na mata ciliar do lago, é possível ter ideia da magnitude do Lado de Itaipu, do Canal da Piracema e do rio Paraná. Henrique Britez, colaborador do Skydive afirma que é possível contemplar o Marco das Três Fronteiras, abrangendo Ciudad Del Este, e Puerto Iguazú, na Argentina.

Lar dos Velhinhos
Parte da verba arrecada com o evento será destinado ao Lar dos Velhinhos de Foz do Iguaçu. Segundo Britez, a entidade foi escolhida dois motivos: primeiro porque um senhor de 81 anos do Lar dos Velhinhos realizou o sonho de saltar de paraquedas. Ele e os amigos do Lar aproveitaram para passar o dia contemplando os voos. “Ele comprovou que nunca é tarde para voar”, sobre a segunda motivação, Henrique afirma: “O Dragon foi fruto de muito trabalho, queremos devolver esta conquista de alguma forma à sociedade”.

Programação
A previsão é que os paraquedistas comecem neste domingo a partir das 09h. A programação se estende a todas as idades. “Teremos cama elástica, food-truck do Costilha Burg, chope artesanal Hop Sheep, e espaço de test-drive da nova scooter da Honda”. Os dj’s, Beto e Marcelo Penayo, começam a tocar a partir das 13h e prometem agitar quem resolver ficar até o pôr-do-sol. Durante o dia haverá sorteio de sobrevoos panorâmicos de 20 minutos. O convite custa R$15,00 e o mesmo poderá ser retirado na recepção da SkydiveFoz. Para informações adicionais, entrar em contato pelo telefone: (45) 3027-5070, ou pelas redes sociais, @skydivefoz.

Fonte: Assessoria

Deixe uma resposta