Câmara aprova projeto de apoio sensorial para crianças com TEA

Em sessão ordinária realizada nesta terça-feira, 15 de agosto, a Câmara de Foz do Iguaçu discutiu e aprovou o projeto de lei que trata da disponibilização de tampões e fones de ouvidos para as crianças com Transtorno do Espectro Autista (TEA). A proposta de autoria da vereadora Anice Gazzaoui (PL) é tornar obrigatório para hospitais públicos e privados de Foz do Iguaçu providenciar estes recursos, podendo ocorrer por meio de parcerias público-privadas.

A proponente esclarece que “a criança autista tem, muitas vezes, uma hipersensibilidade a ruídos. Então, barulhos que podem ocorrer em uma unidade hospitalar podem acarretar um desconforto maior”. A medida procura evitar circunstâncias em que crianças com TEA sejam prejudicadas e tenham dificuldades de adaptação ao ambiente devido a sensibilidade sensorial, promovendo mais um dispositivo de apoio à causa.

“Esse projeto traz a ideia de poder as crianças que tem autismo, de forma que, ao buscar uma unidade hospitalar, elas possam ter a prerrogativa de usar os tampões ou fones de ouvidos e que esses possam ser oferecidos pelo Poder Público”, reitera Anice.

Segundo ela, o projeto foi amplamente discutido o projeto com membros das entidades envolvidas. A matéria foi aprovada por unanimidade de votos e segue para o Executivo para sanção do prefeito Chico Brasileiro.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp