Carlos Oliveira

Carlos Oliveira

Sobraram as ruas

Reunidos em grupos ou eventualmente sós, jovens se apresentam em cruzamentos de ruas e avenidas de cidades de médio e grande porte como que querendo soltar um grito de socorro por uma maior atenção às suas necessidades e expectativas. E...

Carlos Oliveira

Flagrantes da vida real!

Visivelmente incomodadas, porém, e paradoxalmente, interessadas naquele lugar ficar, duas mulheres, acomodadas em um espaço visível de um calçadão cujo movimento e o vai-e-vem de pessoas se fazia intenso, ali  conversavam. A cena tudo tinha a ver com o trágico...

Carlos Oliveira

Livre Pensar

Das várias mortes vividas a que mais o marcou foi àquela em que - livre das amarras do comportamento condicionado - o fez ressurgir para um sentido de vida cujos valores, embora sabidos, pois recebidos na escola ou de alguém...

Carlos Oliveira

Alienado?

<p class="MsoNormal" style="text-align: justify;">De bem com sua autoestima, Zeferino absolutamente se constrangia por estar, àquela hora, 9 da manhã de uma segunda-feira, bebericando sua cervejinha gelada no barzinho do Zé Português.</p>

Carlos Oliveira

Conto – Maria Rita

<p>Por onde andará Maria Rita, que de tanto buscar pelos prazeres da vida se exauriu, cansada, pelo esforço vil?</p> <p>Sempre a perambular pelos inebriantes caminhos da inconsequência – enquanto na fase do viço –, não se ateve aos questionamentos que o tempo traz e para os quais exige respostas.</p>

Carlos Oliveira

Sociabilidade

<p>Não bastasse a indiferença daqueles que, incapazes de manifestar qualquer tipo de solidariedade a suas comunidades, fecham-se em castas, acumulando, desta forma, vazios cujas bolhas, ao explodirem, só se prestam a disseminar o nada, o que dizer de um grupo de pessoas – oito ao todo – que, reunidas em torno de duas mesas, em um local público, acomodadas lado a lado e frente a frente, sequer se entreolhavam tão grande a concentração em seus aparelhos celulares ou smartphones?</p>

1 7 8
Page 8 de 8