Variedades

CCZ realiza palestra sobre a prevenção contra a dengue e doenças tropicais para crianças e adolescentes

O trabalho aliado com a comunidade para o combate à dengue se tornou uma das grandes estratégias da Prefeitura de Foz para vencer a doença. No último sábado (4), cerca de 50 crianças e adolescentes se reuniram para uma palestra sobre cuidados com o meio ambiente e prevenção às doenças tropicais.

O encontro foi ministrado pelo Programa de Educação em Saúde e Mobilização Social do Centro de Controle de Zoonoses, no Centro de Convivência Clóvis Cunha Viana, na região do bairro Residencial Lagoa Dourada.

Conforme conta o coordenador da área no CCZ, Igor Batista, trabalhar com um público mais jovem possibilita a explicação detalhada sobre como é importante manter os espaços sem o acúmulo de resíduos por conta dos perigos que geram.

“Com esse conhecimento prático, eles se animam e passam a se tornar replicadores em casa, na escola e nos ambientes que frequentam. Esse é um papel que todos podem exercer e contribuir para manter a cidade livre de doenças causadas pelo descuido com descarte de materiais”, afirmou.

Outro importante tema tratado na palestra foi o manejo de animais peçonhentos e sinantrópicos, como os morcegos.

“Muitas pessoas possuem esse velho costume de tentarem lidar por conta própria, o que é um grande erro. É necessário entrar em contato com o CCZ para que a equipe vá até o local. recolha o animal e cuide da situação”, explicou.

Os ensinamentos marcaram a Eduarda Vitória, de 15 anos. “Aprendi a lidar melhor quando encontrar alguma situação errada e a fazer a limpeza do formato certo para não criar o mosquito que transmite a dengue”, contou.

Trabalho comunitário

Os jovens e adolescentes integram o Clube de Desbravadores, projeto social que realiza trabalhos comunitários e projetos ambientais. Após a palestra, os participantes realizaram uma ação de limpeza na região para recolher resíduos e também orientaram os vizinhos com o que aprenderam.

“Buscamos essa parceria com o CCZ para termos mais combatentes contra a dengue e contribuir com a diminuição de casos na cidade. Os Desbravadores estão em todas as regiões de Foz e agora teremos esse novo compromisso”, disse o professor e coordenador do clube, Mateus Willmbrink.