Turismo

Conhecendo Foz como Turista, por Abilene Rodrigues

 

Mas sempre tive vontade de ser turista por um dia. Saber como os guias falam das belezas, atrativos e da própria história da região às milhares de pessoas que visitam o destino todos os anos. 

No último domingo, 20, vivi esta experiência através do CityTour. Embarquei, com meu marido, filho, irmã e cunhado às 9h15 na Avenida Brasil, em frente à agência que administra o ônibus vermelho chamativo, chamado de Sightseeing. Dali em diante foram três horas percorrendo ruas, avenidas e três pontos turísticos da cidade: Mesquita Árabe, Templo Budista e o Complexo Marco das Américas.

No trajeto, fizemos uma verdadeira viagem no tempo. A cada quadra, a guia mostrava os lugares, imagens e falava de fatos que marcaram a história de Foz do Iguaçu, Ciudad del Leste e Puerto Iguazú. Detalhes das culturas que aqui vivem, como comunidade muçulmana não foram deixado de lado.

Além de curioriorisdades sobre o incêndio que destruiu a primeira igreja católica, o primeiro aeroporto que funcionou durante 30 anos no atual Gresfi e o significado das grandes bolas de concreto na Avenida Brasil.

Para os iguaçuenses

Acredito que iguaçuenses como eu deveriam viver esta experiência, pois assim, saberão falar da nossa cidade com mais propriedade. Evitar dar informações equivocadas ou simplesmente falar mal.

A agência que administra o City Tour está com uma promoção super especial. O valor para visitantes é R$ 60, mas para os moradores de Foz o ingresso custa R$ 30 ou ainda melhor, durante o mês de março, 1kg de alimento.

Os alimentos serão entregues ao Projeto Sol Nascente, projeto localizado no bairro Portal da Foz. 

O City Tour pode ser realizado em dois horários: às 9h e às 14 horas e tem saída em frente ao hotel Águas do Iguaçu, na Avenida Brasil.

 

Deixe uma resposta