Variedades

Dia Mundial do Sorrio: Especialista em Neurociência fala sobre os benefícios do Sorriso

Nesse Dia Mundial do Sorriso, celebrado em 1º de outubro, sorria! Sem Moderação! Olhe no espelho e sorria! Olhe para um amigo e sorria! Olhe para os seus filhos e, sorria!

O cérebro recebe as informações e, de lá, manda reações motoras. Quando  se sorri , as pessoas comunicam ao  cérebro que estão felizes. O corpo reage com gestos mais leves.

Segundo Abilene Rodrigues, jornalista e especialista em Neurociência em Performance Humana, mesmo quando se está triste, ao emitir um sorriso “forçado”, comunicamos ao nosso cérebro que estamos bem.

Esse sorriso foi estudado e defendido em meados do século XIX pelo neurologista Guillaume Duchenne, como um sorriso diferente.

Nada de ruim tem nele, tampouco falso. É um tipo de sorriso que se origina com a contração dos músculos zigomáticos maior e menor próximo à boca, que, por sua vez, elevam os cantos dos lábios.
Quando você começa a praticá-lo, o cérebro entende que você está feliz e todo o seu corpo reage com emoções positivas. Ele libera dopamina e endorfina, responsáveis pela sensação do prazer ou de anestesiar os sofrimentos que estamos passando. Que por sua vez, reduz a liberação de cortisol, o hormônio do estresse.

Confira os benefícios do sorriso

Lógico que é melhor estarmos felizes para sorrir, mas independente se ele for natural ou espontâneo, o sorriso oferece uma série de benefícios. Inclusive é um grande amortecedor. “Quando chegamos em um lugar e ninguém nos conhece, o sorriso é um grande amortecedor, pois passamos a sensação de otimismo, simpatia e leveza”, afirma.

O sorriso:
Melhora o humor
Dá uma sensação de bem-estar físico e mental
Diminui o estresse
Diminui as dores
Diminui a fome
Diminui o medo
Melhora os relacionamentos
Permite transmitir emoções sem palavras
Melhora a produtividade e as vendas em até 30%

Espalhando sorrisos!

O mais bacana de tudo é que podemos espalhar sorrisos. Transformar a nossa casa, o nosso ambiente de trabalho, o trânsito e todos os lugares onde frequentamos graças aos neurônios-espelhos. Se você estiver sorrindo, quem olhar para você começará a sorrir.
Bora sorrir, mesmo com os olhos?!

Abilene Rodrigues, é esposa do Samuel, mãe do Davi e da Ana. É jornalista, coach e especialista em Neurociência e Performance Humana. Conheça mais em @abilenerodrigues.