Autos e Motos - Roberto Nunes

e-Delivery, primeiro caminhão elétrico da Volkswagen, começa a ser produzido no Brasil

A Volkswagen Caminhões e Ônibus iniciou a produção do primeiro caminhão 100% elétrico, o novo VW e-Delivery. Inicialmente oferecido nas versões de 11 e 14 toneladas de peso bruto total, o e-Delivery já chega às lojas com uma encomenda de peso: a Coca-Cola FEMSA Brasil adquiriu um lote de 20 unidades do modelo de 14 toneladas.
“Com o e-Delivery, mostramos uma vez mais o nosso propósito de deixar um legado de consciência ambiental às futuras gerações. Porque nosso maior compromisso sempre foi com as pessoas. Elas são o centro de nossas preocupações em 40 anos de história. Por isso, saudamos a Coca-Cola FEMSA Brasil, que atua em 48% do território brasileiro, pela iniciativa da primeira compra neste lançamento, que vai revolucionar o transporte urbano de cargas”, comemora Roberto Cortes, presidente e CEO da Volkswagen Caminhões e Ônibus.
Com a aquisição, a Coca-Cola FEMSA Brasil reforça seu pilar de sustentabilidade e a estratégia de mobilidade sustentável, que tem por objetivo reduzir o impacto da distribuição de bebidas: “Nosso objetivo é sermos líderes em mobilidade sustentável, gerando uma redução significativa na emissão de poluentes. Essa iniciativa se soma a outras ações de eficiência e tecnologia já adotadas ao longo dos últimos anos em nossas operações”, ratifica Ian Craig, CEO da companhia, acrescentando que as 20 unidades do e-Delivery vão entrar em operação até o fim deste ano.
Os novos modelos farão com que a Coca-Cola FEMSA Brasil deixe de emitir 12,6 toneladas de dióxido de carbono ao ano, impacto equivalente ao plantio de 2.232 árvores.
A fábrica da Volkswagen Caminhões e Ônibus em Resende tem uma encomenda para a produção de 1.600 unidades da AmBev até 2023. A planta é a primeira no mundo a produzir o caminhão e-Delivery.
O calcanhar de Aquiles dos modelos elétricos é a autonomia. Segundo números apresentados pela Volkswagen, o e- Delivery tem autonomia de 250 km, o que ainda é baixo mas consegue atender o transporte de cargas na zona urbana.
O caminhão elétrico é ofertado em duas versões: VW e-Delivery 11 toneladas 4×2 e VW e-Delivery 14 toneladas 6×2. O primeiro vem com motor elétrico de 300 kW (408 cv) e 2.150 Nm (220 kgfm), suspensão pneumática de série, seis módulos de bateria (três módulos opcionalmente), peso bruto total de 10.700 kg; capacidade máxima de carga útil de 6.320 kg. Já o segundo tem motor elétrico de 300 kW (408 cv) e 2.150 Nm (220 kgfm), suspensão pneumática permite suspender um dos eixos, seis ou três módulos de bateria, peso bruto total de 14.300 kg, capacidade máxima de carga útil de 9.055 kg.
O sistema elétrico de 650 volts do caminhão é alimentado por baterias de lítio-ferro-fosfato (LFP) da chinesa CATL importadas e montadas pela Moura que garantem autonomia de até 250 km – o tempo para recarga completa é de 3 horas (carregamento lento) ou 30% de autonomia em 15 minutos (carga rápida) – o caminhão elétrico comporta até 150 kW de potência em corrente contínua.