Variedades

Exemplo de sucesso: Ex-aluno da UDC vive e trabalha nos Estados Unidos

O Engenheiro Civil Frediany Augusto Alves de Souza Holanda se formou no Centro Universitário UDC em julho de 2018, hoje, vive em Boston, Massachusetts nos Estados Unidos, onde estuda e exerce sua profissão em duas empresas.

Um dos trabalhos é em uma Companhia de Fundações. Também presta serviços para outra Companhia, onde trabalha com a Geotecnia, área da qual o Engenheiro está se especializando nos Estados Unidos.

Quando estava no último período da faculdade, primeiro semestre de 2018, participou do Programa de Intercâmbio da UDC – Texas Tech que durou 45 dias. “Durante esse período acompanhei dois cursos da matriz de ensino da Texas Tech e várias visitas técnicas dos estudantes dos EUA quando estavam na UDC, esse intercâmbio foi um dos principais motivos para eu decidir me especializar nos Estados Unidos”, contou o Engenheiro.

Como chegou lá?

Frediany conta o caminho feito para chegar até a realidade que vive hoje. Com o início das aulas no Programa de Intercâmbio, começou a buscar por alternativas para estudar fora do Brasil, com foco nos EUA. A ideia principal foi estudar inglês juntamente com um curso de especialização das áreas que havia escolhido para trabalhar após a conclusão da faculdade. “Amigos e alunos da Texas Tech que conheci durante o intercambio tiveram papeis fundamentais nas escolhas que fiz para vir estudar aqui, mostrando-me propostas de ensinos de várias regiões”.

Atualmente se dedica aos estudos e trabalhos. “Minha rotina se resume: de segunda-feira a sexta-feira trabalho/especialização, curso de idioma e nos fins de semana atividades de lazer e turismo”.

Para seguir o caminho

O Egresso da UDC dá dicas para os estudantes que, estejam pensando em estudar e trabalhar fora, mas imaginam ser uma realidade muito distante. “Minha dica aos acadêmicos que têm uma ideia parecida, de buscar treinamentos, cursos ou até mesmo viver em outro país é que tenham objetivo, foco, façam um planejamento, busquem por informações diretamente com as instituições, procure participar ativamente das atividades proposta com instituições, profissionais e acadêmicos internacionais durante a faculdade. É muito importante fazer contatos”.

Fonte : Assessoria

Deixe uma resposta