Variedades

Foz do Iguaçu está entre as 5 cidades mais inteligentes do Paraná

O ranking Connect Smart Cities, documento nacional que indica as Cidades Inteligentes do Brasil, aponta que Foz do Iguaçu está na 44ª posição do país – o que significa que o município avançou 35 posições em apenas um ano, resultado de ações como o programa Vila A Inteligente, executado em parceria entre a Prefeitura de Foz do Iguaçu, Itaipu Binacional, Parque Tecnológico Itaipu (PTI-BR) e a Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI).

Foz está na quinta posição entre as cidades do Paraná. O desempenho no ranking depende das iniciativas desenvolvidas no município, e a subida de posição de Foz do Iguaçu demonstra a melhora nos indicadores analisados pelo Connect Smart Cities e o impacto das ações perante à sociedade.

“Esse reconhecimento através do ranking Connect Smart Cities demonstra que Foz do Iguaçu está no caminho certo para tornar-se uma cidade realmente inteligente, o que se traduz em melhorias para a qualidade de vida e o bem-estar da população. Essa parceria entre prefeitura, Itaipu, PTI e ABDI, pelo programa Vila A Inteligente, tem sido de muito sucesso e com certeza vamos expandir as ações em benefício de toda a população”, destacou o prefeito Chico Brasileiro.

O diretor superintendente do PTI, general Eduardo Garrido, destacou que “ações como o Vila A Inteligente, Hangar PTI Startups e o Programa Integração Universidade Empresa são enriquecedoras para que estes números sejam alavancados”. “Estamos trabalhando com muito afinco para tornar Foz do Iguaçu uma cidade verdadeiramente inteligente, inovadora e atrativa para novos negócios. O salto de Foz neste ranking é um indicador de que estamos no caminho certo”, complementou Garrido.

Avanço do empreendedorismo

“Enquanto o empreendedorismo de Foz no ranking nacional aponta 17,39% de crescimento, o PTI cresceu 280% no número de startups, ou seja, apoiamos 27 novas empresas de base tecnológica na região neste último ano”, aponta o gestor de Empreendendorismo do PTI e da Incubadora Santos Dumont, Regean Gomes. A perspectiva da Incubadora é que até o final de 2021 façam parte do ecossistema mais de 70 startups.

Como exemplo da perspectiva de crescimento dessas empresas, somente uma das startups vinculadas ao Parque Tecnológico, a Manfing, recebeu R$1 milhão de aporte. A startup de inteligência artificial pretende investir esse recurso em tecnologia e na ampliação de sua equipe comercial. A projeção da empresa é crescer dez vezes nos próximos dois anos.

Ranking Connected Smart Cities

O Ranking Connected Smart Cities é um estudo desenvolvido pela Urban Systems para o evento homônimo, idealizado pela Urban Systems e pela Necta e realizado desde 2015, criando uma plataforma de discussão e negócios sobre o de Cidades Inteligentes.

Com sete publicações entre 2015 e 2021, o Ranking Connected Smart Cities é um esforço da Urban Systems no entendimento e definição dos indicadores que apontem o estágio das cidades brasileiras para o seu desenvolvimento inteligente, sustentável e humano. Atualmente, o ranking é composto por 11 eixos temáticos e 75 indicadores conectados entre si.

Para a elaboração desse levantamento, foram mapeadas as principais publicações internacionais e nacionais sobre o tema de cidades inteligentes, cidades conectadas, cidades sustentáveis, cidades humanas e demais artigos sobre o assunto.

O Ranking Connected Smart Cities pode ser consultado diretamente em plataforma on-line, clicando aqui. O site permite a consulta não apenas dos resultados do estudo, mas também a visualização dos indicadores coletados para cada uma das cidades analisadas.