Esporte

Foz do Iguaçu está preparada para receber a chama Olímpica nesta quinta-feira (30)

Victória Nieradka é atleta iguaçuense

Está tudo pronto para a passagem do Revezamento da Tocha Olímpica Rio 2016 por Foz do Iguaçu, nesta quinta-feira (30). O comboio passa antes por Matelândia, Medianeira, São Miguel do Iguaçu e Santa Terezinha de Itaipu. O revezamento terá início às 15h, no Batalhão de Foz do Iguaçu, e a pira de celebração será acesa às 19h10, no Gramadão da Vila A, com a apresentação do grupo Rodas de Viola.

Nesta terça-feira (28), durante o encontro com a imprensa, alguns condutores tiveram o prazer de conhecer a tocha Olímpica. Estiveram presentes os condutores Victoria Nieradka, indicada pela Coca-Cola; Roberto Fava, indicado pela prefeitura; e Clóris Veiga, também indicada pela prefeitura. Ivone Barofaldi, vice-prefeita de Foz do Iguaçu; Roberto Costa, secretário municipal de Esportes; e Paulo Chrusciak, coordenador esportivos de Foz do Iguaçu também estiveram presentes ao encontro.

 “Estou super feliz pela chegada da chama Olímpica em Foz do Iguaçu. Como atleta, estou muito orgulhosa de poder participar dos Jogos Olímpicos no Brasil através do Revezamento da Tocha Olímpica. Será um marco não apenas para mim, mas para toda a minha família, que está muito orgulhosa de mim”. Victoria Nieradka praticou vôlei e taekwondo, mas foi no atletismo que ela se destacou. Hoje, tem 18 anos e é especialista em salto triplo e em altura. É considerada uma promessa do Paraná nas competições.

“É um momento ímpar para minha vida e da cidade. Só de pensar que o dia tão esperado se aproxima, a emoção no peito cresce e me enche ainda mais de alegria. Só quem está vivendo esse grande acontecimento em nossa cidade e que irá conduzir a tocha Olímpica pode ter a verdadeira noção do que estou sentindo”. Roberto Fava é ginecologista e jogador do campeonato de futebol máster de Foz do Iguaçu. Apesar dos seus 70 anos de idade, joga futebol nos finais de semana com os amigos na cidade. É um dos primeiros médicos de Foz de Iguaçu, tendo realizado mais de 15 mil partos na cidade.

“Fiz de tudo na minha vida. Fui até presidente de uma liga de futsal por 20 anos. Sempre amei o esporte e estou muito honrada por receber o convite para conduzir a tocha Olímpica aqui, em Foz do Iguaçu. Posso dizer para vocês que erguer a tocha Olímpica diante de todos, será o meu maior troféu”. Clóris Maia Veiga é aposentada, mãe de cinco filhos, onze netos e cindo bisnetos. Foi administradora do antigo Hospital São Vicente de Paula e presidente da Liga Iguacuense de Futsal por 20 anos.

“Nos preparamos muito bem para receber a chama Olímpica e tenho certeza de que a maneira como iremos receber o comboio do Revezamento da Tocha Olímpica será muito mais do que especial. Convidamos também as nossas nações vizinhas para participar desse evento que marca também o esporte na América do Sul”, disse Ivone Barofaldi, vice-prefeita de Foz do Iguaçu.

A TOCHA EM FOZ DO IGUAÇU

Rota: 19,4 km de percurso

Início do revezamento: 15h, no Batalhão de Foz do Iguaçu.

Mais de 80 condutores em Foz do Iguaçu.

Cerimônia de celebração: 19h10, no Gramadão da Vila A, com a apresentação do grupo Rodas de Viola, em seguida.

A TOCHA NO BRASIL

– Mais de 300 cidades recebem o Revezamento da Tocha Olímpica Rio 2016, envolvendo 90% da população brasileira em todos os 26 estados além do Distrito Federal.

– 12.000 condutores, escolhidos por meio de campanhas públicas ou nomeações diretas (do Rio 2016 e dos patrocinadores oficiais – Coca-Cola, Nissan e Bradesco).

. São 95 dias circulando pelo Brasil, desde a saída em 3 de maio, em Brasília. A chegada ao Rio de Janeiro será em 4 de agosto. No dia seguinte, as ruas da cidade olímpica serão palco do Revezamento até a chegada ao Estádio do Maracanã, quando o último condutor acenderá a pira Olímpica na Cerimônia Oficial de Abertura dos Jogos Olímpicos Rio 2016.

. Serão percorridos 20 mil quilômetros por estradas e 10 mil milhas aéreas no trecho ao Norte e Centro-Oeste, entre Teresina e Campo Grande. Essa distância é mais da metade de uma volta ao redor da Terra pela linha do Equador (40.075km).

. Alguns lugares icônicos receberão a Tocha, como Fernando de Noronha, Chapada Diamantina, as Ruínas de São Miguel das Missões, Inhotim, Chapada dos Guimarães, Lençóis Maranhenses, entre outros;

. O objetivo do Revezamento é levar os Jogos Olímpicos Rio 2016 para todo o país. O Revezamento da Tocha no Brasil quer mostrar a essência, o calor e a diversidade dos brasileiros. A ideia é atrair os brasileiros para a rua, mostrar a multiplicidade cultural, natural e popular do povo.

Fonte: Assessoria

 

 

 

 

Deixe uma resposta