Turismo

Fronteira da Argentina está aberta para brasileiros

O prefeito de Foz do Iguaçu, Chico Brasileiro, participou do ato de abertura da Ponte da Fraternidade, que liga o Brasil à Argentina, na tarde desta segunda-feira (27). A solenidade em Puerto Iguazu, que faz fronteira com Foz, contou com a presença do ministro de Estado do Interior argentino, Wado de Pedro.

“Hoje, 27 de setembro, comemoramos o Dia Mundial de Turismo com uma grande festa. A abertura desta ponte era esperada há muito tempo, pois apesar de estarmos em países diferentes, na fronteira vivemos como um só povo”, comentou o prefeito.

A fronteira com a Argentina estava fechada há mais de um ano e meio. “Este foi um passo de extrema importância para que o turismo, a nossa indústria sem chaminé, ganhe ainda mais impulso neste momento de retomada, gerando emprego e renda para a nossa região”, disse Brasileiro.

O livre trânsito terrestre está permitido desde que as pessoas cumpram os protocolos estabelecidos pelo governo argentino, como a apresentação de comprovante de imunização contra a Covid-19 completa e teste RT-PCR negativo, realizado até 72 horas antes da entrada.

“Esta é uma região vocacionada para o turismo, e abrir a ponte neste momento com a segurança sanitária garantida é uma grande vitória tanto para os argentinos como para os brasileiros que nos visitam”, comentou Wado de Pedro.

A participação da Prefeitura de Foz do Iguaçu no ato foi uma construção diplomática articulada pelo Alejandro Massucco, Cônsul da Argentina em Foz do Iguaçu. “Temos boas relações com Foz e todas as suas autoridades, e neste momento tão importante, a presença de autoridades brasileiras fortalece ainda mais a integração dos povos”, ressaltou.

Presenças:

Também participaram do ato o vice-prefeito de Foz, delegado Francisco Sampaio; o secretário municipal de Turismo, Paulo Angeli; o secretário municipal de Segurança Pública, Reginaldo José da Silva; e o diretor de Assuntos Internacionais, Jihad Abu Ali.