Variedades

Futuros prefeitos se comprometem a aderir ao Oeste em Desenvolvimento

Prefeitos recentemente eleitos em municípios da região Oeste do Paraná se comprometeram, nessa quinta-feira (24), em Toledo (PR), a aderir ao Programa Oeste em Desenvolvimento (POD) assim que assumirem seus mandatos, em janeiro. Uma reunião promovida pela Itaipu Binacional – uma das entidades apoiadoras do POD – com os futuros mandatários, em um hotel da cidade, foi precedida por uma apresentação sobre o programa e, então, seguida pelo comprometimento informal dos futuros mandatários.

No grupo estavam 26 eleitos para prefeito, 11 vices e dois reeleitos e ainda cumprindo mandato. Eles acreditam que o POD seja uma ferramenta capaz de alavancar de forma sustentável a economia das 54 cidades da região, que, juntas, somam quase 1,3 milhões de habitantes (estimativa do Censo de 2015) e um Produto Interno Bruto (PIB) de R$ 32 bilhões.

Visão moderna

“Passou da hora de a região encontrar seu rumo e aproveitar ao máximo sua vocação. Acredito este seja o caminho. Esse programa tem uma visão bastante moderna. A gestão compartilhada é mais responsável e erra menos”, afirmou o novo prefeito de Guaíra, Heraldo Trento.

Quase todos os municípios da região têm atividades econômicas ligadas aos grãos, peixe, leite, suíno, frango, turismo e transporte. Só a produção de grãos e de sua transformação em proteína, por exemplo, já coloca a região em destaque. As 14 cooperativas agropecuárias do Oeste representam 48% do PIB do cooperativismo paranaense e 50% dos postos de trabalho regionais. Reúnem 60 mil produtores e geram 50 mil empregos diretos.

O futuro prefeito de Jesuítas, Aparecido José Junior, concordou. “Se queremos que nossos municípios cresçam, precisamos caminhar e trabalharmos juntos. Não é possível pensar no Oeste do Paraná sem pensar na parceria. Assim que todos nós prefeitos estivermos com as equipes montadas, temos a obrigação de acompanhar e apoiar essas ações, que só visam a melhorar a qualidade de vida das pessoas, nas mais diversas áreas.”

Para Airton Copatti, prefeito de Santa Helena, somente com trabalho integrado e sem política partidária, como prevê o Oeste em Desenvolvimento, será possível criar soluções para resolver as demandas da população. “A partir de janeiro quero atuar junto. Entendo que muitas das ações precisam da contribuição municipal. Terão o meu apoio.”

A prefeita de Mercedes, Cleci Rambo, que iniciará seu segundo mandato, já vem atuando em parceria. “Criamos uma Secretaria Municipal do Desenvolvimento Econômico. Nossa equipe abraçará esse projeto. Trabalharemos juntos porque sabemos que, para crescermos, precisamos atuar em parceria.”

Sem vaidades

Para o presidente do Oeste em Desenvolvimento, Mario Costenaro, ao se comprometerem a fazer parte deste projeto, os próximos prefeitos demonstraram maturidade. “Queremos iniciar um novo tempo. Buscar um ambiente propício para o desenvolvimento.”

O superintendente de Energias Renováveis da Itaipu, Herlon de Almeida, reforçou a importância da participação dos prefeitos. “Nunca poderemos resolver os problemas regionais sem começarmos pelas bases.

Dependemos do empenho de cada município, respeitando suas peculiaridades, pois muitas ações que vamos realizar ocorrem a nível municipal.”

Ferramentas

Segundo o diretor-geral brasileiro da Itaipu, Jorge Samek, o Oeste nunca viveu momento melhor, com a implantação de universidades, centro de pesquisas e instalações de indústrias, entre outras conquistas. “Quero ressaltar que todos os processos foram encabeçados pelos prefeitos. Vocês são essenciais para transformarmos a nossa região em uma grande potência, onde todos os cidadãos sejam beneficiados. Nós da Itaipu e do Oeste em Desenvolvimento somos apenas meios para isso.”

Ainda na agenda

Além da convocação para a participação ativa no POD, os prefeitos conheceram as ações desenvolvidas pela Itaipu na região e as ferramentas disponíveis pela empresa para que os municípios atuem de acordo com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), da Organização das Nações Unidas (ONU).

O diretor-superintendente da Fundação Parque Tecnológico Itaipu (FPTI), Juan Carlos Sotuyo, apresentou os projetos disponíveis no parque na área de tecnologia e educação. Já o diretor de Coordenação da Itaipu, Nelton Friedrich, incentivou os prefeitos a criarem planos municipais de saneamento e gestão de resíduos sólidos, para que todo o lixo gerado nas cidades tenha destinação correta.

A reunião foi encerrada pela presidência da Associação dos Municípios do Oeste do Paraná (Amop). Como muitos vão assumir as prefeituras pela primeira vez, o presidente da Associação, o prefeito de Tupãssi, José Carlos Cal Mariussi, fez uma apresentação do funcionamento da instituição.

Deixe uma resposta