Variedades

Hoje é o Dia Mundial do Cérebro. O que você pode fazer hoje para deixá-lo FELIZ? , por Abilene Rodrigues

Afinal, hoje é o dia dele.

O que você pode fazer de diferente do que fez ontem para poder provocar nele a necessidade de criar novos neurônios e se manter saudável? Estar com alguém especial? Fazer exercício? Ler um livro? Dormir? Sorrir?
Eu estou cada vez mais apaixonada por ele. Sabe o porquê?
Tudo, mas tudo que fazemos ou fizemos em algum momento da vida está conectado ao nosso cérebro. Inclusive as nossas emoções.

Quando sentimos um cheiro, a informação vai direto para o nosso cérebro (córtex olfatório), e ele vai reagir de forma motora (córtex motor). Vai nos informar se é um cheiro bom ou ruim, se está ligado a uma lembrança feliz ou triste. Já sentiu isso?

O mesmo acontece quando vimos (córtex visual) ou tocamos algo. Inclusive quando amamos alguém. É, é o nosso cérebro que armazena e distribui as informações ligadas ao amor e à paixão.
O beijo que damos tem um espacinho, ou melhor um espação, lá no nosso cérebro que ativa um montão de sensações.

Ele também tem uma mega farmácia e disponibiliza umas químicas capazes de fazer nossa vida ser mais leve e feliz através das sinapses. Ele tem serotonina (neurotransmissor da felicidade), acetilcolina (memória), endorfina (bem-estar) oxitocina (amor), dopamina (motivação), entre outros. Basta estimularmos a produção.

O mais legal é que podemos estimulá-lo diariamente. Ele é bem maleável. Aceita mudanças. Sim, podemos muda-lo sempre que desejamos. Inclusive um hábito nocivo. Ele também é bom aluno. Podemos ensinar algo novo para ele todos os dias. Ele gosta. Os neurônios que ativam o nosso cérebro, ficam tão excitados diante de um aprendizado, que ocorre a produção de outros.

Ele gosta tanto de aprender que quando deixamos de ensinar algo para ele, vai perdendo a força e os neurônios morrem, causando doenças degenerativas como Alzheimer e Parkinson, por exemplo.
O que você vai fazer hoje para estimula-lo?