Turismo

Hotéis de Foz terão ocupação histórica no réveillon: quase 90%

Foz do Iguaçu é o destino escolhido por milhares de pessoas para festejar o réveillon. Pesquisa realizada pelo Sindhotéis (Sindicato de Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares de Foz do Iguaçu e Região) revela que a rede hoteleira comemora o maior movimento, pelo menos, nos últimos 12 anos na cidade.

A ocupação média já está em 86,3% de sábado, 29 de dezembro, a terça-feira, 1º de janeiro. Os brasileiros são responsáveis por 93% do total das reservas. A projeção dos dados mostra que, entre os hotéis de luxo, 80% das reservas são de brasileiros; e 20%, de estrangeiros.

Conforme histórico das pesquisas do sindicato, a previsão de lotação deste ano estará acima do réveillon de 2008 para cá. Só para se ter uma ideia: em 2018 foi de 85,3%; já em 2017 foi de 80,9%; em 2016 ficou em 70,9%; em 2015 girou na casa de 74%; em 2014 a média foi de 77,5%; em 2013 o levantamento indicou 78,8%; e em 2012 chegou a 79,1%.

Para o presidente do Sindhotéis, Neuso Rafagnin, esse movimento no réveillon indica que Foz do Iguaçu se consagra como um destino escolhido pelos turistas para festejar a virada do ano. Ele destacou que “isso comprova o desejo do turista vir para uma cidade preparada para atender aquele que pretende descansar, aproveitar os atrativos turísticos na cidade e agradecer pelas conquistas no ano”.

Rafagnin ressaltou que o turista que pretende viajar para Foz do Iguaçu e desfrutar um réveillon repleto de atividades turísticas, assim como aproveitar a infraestrutura e a gastronomia na cidade, ainda tem leitos disponíveis. Mas é importante garantir a vaga, pois o feriado é concorrido.

O levantamento do Sindhotéis foi realizado na primeira quinzena de dezembro. E com os novos passeios e atrações na cidade, o número de turistas pode aumentar, principalmente por parte de quem mora no estado e deixa as reservas para a véspera do feriado.

A pesquisa é feita por amostragem em diferentes estabelecimentos do Destino Iguaçu. Foz possui cerca de 180 meios de hospedagem e aproximadamente 30 mil leitos, em hotéis, pousadas, albergues e hostels, além de em torno de 200 estabelecimentos gastronômicos de interesse turístico.

Natal – O Sindhotéis também pesquisou a expectativa dos hotéis para o Natal (de 22 a 25 de dezembro). O destino vai receber muitas famílias que optaram por celebrar a data em uma ceia na Tríplice Fronteira. Hotéis e restaurantes estão preparando jantares e uma programação natalina para recepcionar os turistas. Para este ano, a ocupação será de 66% (desse público, 90% são brasileiros; e outros 10%, estrangeiros); em 2018 foi de 64%; já em 2017 chegou a 68%; em 2016 ficou em 53%; em 2015, média de 61%; e em 2014, 57%.

Histórico da pesquisa de ocupação no réveillon em Foz

2008: média de 62,4%

2009: média de 66,4%

2010: média de 81,5%

2011: média de 81,6%

2012: média de 79,1%

2013: média de 78,8%

2014: média de 77,5%

2015: média de 74,0%

2016: média de 70,9%

2017: média de 80,9%

2018: média de 85,3%

2019: média de 86,3%


Observação: o Sindhotéis realiza a pesquisa de ocupação na primeira quinzena de dezembro.

Fonte: Assessoria

Deixe uma resposta