Variedades

Imposto de Renda pode ser doado para crianças e adolescentes

O contribuinte pode destinar parte do IR (Imposto de Renda) para projetos de atendimento a crianças, adolescentes e idosos, garantindo a permanência e a aplicação dos recursos em Foz do Iguaçu. Para esclarecer e orientar a população sobre os procedimentos para converter o valor do imposto em investimento social, entidades realizam o workshop “Imposto de Renda para um futuro melhor”, nesta sexta-feira, 10, às 14 horas, no auditório da Polícia Federal.

Toda a comunidade está convidada a participar do encontro gratuito. No evento, os auditores fiscais Luiz Sauer e Gerson Minami irão apresentar as regras para a doação de parte do imposto federal e os esclarecimentos técnicos sobre a legalidade, a segurança e o funcionamento do procedimento. As instituições responsáveis pela campanha mostrarão os benefícios dos projetos mantidos pela rede de proteção à criança e ao adolescente com os recursos doados.

 A campanha é desenvolvida pela RF (Receita Federal), Codefoz (Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social), ACIFI (Associação Comercial e Empresarial de Foz do Iguaçu) e Sincofoz (Sindicato dos Contadores e Técnicos em Contabilidade de Foz do Iguaçu). Também participam o SESCAP/PR (Sindicato das Empresas de Serviços Contábeis e das Empresas de Assessoramento, Perícias, Informações e Pesquisas no Estado do Paraná), CCR/PR (Conselho Regional de Contabilidade do Paraná) e a Prefeitura de Foz do Iguaçu.

 A auditora fiscal da RF Ana Zucaro enfatiza que o evento será um momento para esclarecimentos e difusão dos benefícios. “As pessoas poderão conhecer as normas, saber quem são as entidades beneficiadas e tirar dúvidas para poder disseminar esse instrumento que temos, garantindo que parte dos impostos fique na cidade”, expõe. “Os auditores fiscais convidados demonstrarão que a doação é completamente segura e fácil de ser realizada”, completa.

Transparência

Conforme explica Ana, os recursos doados pela comunidade e deduzidos do Imposto de Renda são repassados diretamente para o Fundo Municipal da Criança e do Adolescente de Foz do Iguaçu (Funcriança). O fundo é gerido por um conselho formado por representantes do poder público e das entidades da sociedade civil. Os recursos captados são transferidos a instituições por meio de editais públicos de seleção.

“As entidades são selecionadas com base em critérios técnicos, que apuram o histórico e a finalidade dos proponentes, os benefícios gerados pelo projeto diretamente em favor da criança e do adolescente e o orçamento”, informa a auditora. “Isso tudo é feito com transparência, pois as instituições contempladas são obrigadas a prestar contas, e qualquer pessoa pode acompanhar a execução do projeto e do orçamento”, revela.

Garantia de um futuro melhor

Para Ana Zucaro, quando o contribuinte opta por doar parte do Imposto de Renda a iniciativas sociais, ele contribui para melhorar a vida de crianças e adolescentes de baixa renda ou em condições de vulnerabilidade. “São recursos que seriam integralmente transferidos para o governo federal. Assim, os valores ficam em Foz do Iguaçu, podemos constatar em que trabalhos estão sendo aplicados e ver as melhorias em Foz do Iguaçu”, diz.

Segundo a auditora fiscal e uma das organizadoras da campanha, a informação é uma ferramenta importante para que a sociedade conheça os benefícios desse instrumento previsto na legislação. “Esperamos que os participantes saiam do encontro prontos para compartilhar as informações com outras pessoas, pois as doações já fazem a diferença na vida de muitas pessoas, mas têm potencial para mudar a realidade e nossa cidade”, enfatiza.

Fonte: Assessoria

Deixe uma resposta