Lançamentos

Jeep® registra novamente recorde com maior participação de mercado

O ano de 2021 para a Jeep® no Brasil deve entrar para a história pela quebra de recordes a cada mês. Mais uma vez, em outubro, a marca aumentou sua participação percentual do mercado total (não apenas em seu segmento), chegando a 8,8% de market share na indústria pela primeira vez. No décimo mês do ano foram 13.231 veículos Jeep comercializados. Entre os utilitários esportivos novamente a marca foi líder, com 23% dos modelos vendidos no mês. Outro grande destaque foi a posição inédita do Renegade, que conquistou o segundo lugar no ranking geral de automóveis e comerciais leves. Já o Compass ocupou a quarta posição.

“Outubro foi um mês muito importante para a Jeep não só porque confirmamos que seremos líderes em SUVs em 2021, vencendo mais uma vez essa batalha mesmo com novos competidores, mas também porque tivemos o maior market share histórico da Jeep no Brasil sobre o mercado total e ainda garantimos o segundo e quarto lugares entre os carros mais vendidos. Tudo isso graças à nossa linha de produtos, que é um sucesso e que ainda assim tem ganhado novidades para ficar ainda melhor, e à nossa rede de concessionários, que tem sido fundamental na nossa estratégia comercial no Brasil”, destaca Everton Kurdejak, diretor de Operações Comerciais da Jeep para o Brasil.

O Renegade foi líder em SUVs em geral com 11,7% e 6.723 unidades vendidas e o Compass ficou em segundo lugar com 10,6% e 6.096 carros comercializados. Em suas respectivas categorias (SUVs Compactos e SUVs Médios) os dois modelos da Jeep também ficaram no topo. O Renegade liderou com 17,1% do seu segmento (B). Já o Compass obteve o primeiro lugar com mais do que o dobro de participação percentual do mercado que o segundo colocado em sua categoria (C).

Outubro também marcou a chegada do Jeep Commander à rede de concessionárias. O modelo até então estava em pré-venda (desde seu lançamento em 26 de agosto). Com o open door em 14 de outubro, o modelo mais sofisticado produzido pela Jeep no Brasil já alcançou o terceiro lugar no ranking entre os SUVs grandes (D), com 8,8%.