Autos e Motos - Roberto Nunes

Líder entre SUV´s, Renegade tem versão a diesel como “a cereja” da Jeep

Sucesso de vendas desde o lançamento em 2015 no mercado brasileiro, o Renegade fechou 2019 no topo do segmento de SUV´s no país. Produzido junto com o Compass na fábrica da FCA em Goiana, Pernambuco, o Jeep Renegade tem realmente mais atributos ao ser comparado com rivais diretos como o Hyundai Creta, Nissan Kicks, Volkswagen T-Cross e o pioneiro e já sem fôlego Ford EcoSport.

De todos, é o único com a opção do motor a diesel (e isso faz uma grande diferença entre os utilitários). Desta forma, o Jeep Renegade (68.726 unidades) ganhou seu espaço e desbancou seus concorrentes (Hyundai Creta – 57.480 unidades – e Nissan Kicks – 56.060 unidades) ao longo do ano passado no país. É bem verdade que em 2018 a Jeep fez leves mudanças no visual e na parte interna com a adoção de um multimídia similar ao do irmão Compass. Por fora, o Renegade incorporou novas lanternas em LED a partir da versão Longitude. O modelo conta com motores 1.8 Flex e 2.0 Diesel, e tem preços entre R$ 89.990 e R$ 145.990.

O jornalista Roberto Nunes andou com a versão Trailhawk equipada com motor 2.0 turbodiesel, de 170 cavalos e 35,7 kgfm de torque, câmbio automático de 9 velocidades e tração 4×4. Esta é a configuração mecânica mais ajustada para o jipinho, que pode transitar bem nos engarrafamentos das grandes cidades como também nas trilhas inóspitas pelo Brasil afora.

De fato, o Renegade herdou o DNA Jeep, que ofereceu no ano passado uma série limitada Willys. No pacote de itens ofertados pela marca controlada pelo Grupo FCA, o utilitário exibe recheio de segurança, conforto e comodidade para motorista e demais passageiros. Seu conjunto mecânico é auxiliado pelo direção elétrica e há ainda freio de estacionamento elétrico. O Renegade 2020 tem sistemas de controles de tração e estabilidade, assistente de partida em rampa, controle eletrônico anti-capotamento e os obrigatórios freios ABS e airbag duplo.

O Renegade evoluiu mais internamente. A Jeep equipa seu veículo com alarme perimétrico de série e um novo pacote opcional. Batizado de Uconnect, o utilitário ganhou uma nova central multimídia de 7 polegadas com integração a Android Auto e Apple CarPlay, bem similar ao do irmão Compass. Além disso, o ar-condicionado é de duas zonas e o carro tem sensor de obstáculos traseiro. A central multimídia original tem tela de 5″.

A Jeep ajustou sua estratégia e oferece o Renegade como um SUV de dimensões compactas. Nas versões com motor flex, a fabricante inclui ar-condicionado, volante multifuncional, chave-canivete, rodas de liga leve de 17″ e pneus de uso misto, além de sistema Start&Stop, luze diurnas de LED e vidros elétricos nas quatro portas. Ainda fazem parte dos itens de série alarme, ajustes elétricos dos retrovisores externos, freio de estacionamento eletrônico, banco traseiro bi-partido e câmera de ré.

O Renegade Trailwawk é o mais equipado de todos e, entre os destaques, há controle eletrônico de velocidades em descida, ganchos de reboque (dois dianteiros e um traseiro), tapetes em borracha, rodas de liga leve de 17″ com pneus de uso misto, além do tão útil seletor para cinco tipos de terreno para o uso da tração 4×4 Jeep Active Drive Low. A suspensão off-road deixa o Jeep Renegade com maior altura em relação ao solo e há também estepe full size.

O modelo tem pegada de Jeep e vontade de Jeep em situação offroad. Quem anda em trilhas, das leves até as pesadas, pode com calma usar bem a capacidade do jipinho que possui bons ângulos no fora de estrada: 31,3° de entrada, 22,8° ou  33° de rampa.

Para dar maior opção, a Jeep oferece a versão Trailhkw na cor sólida Verde Recon Bicolor sem custo. Já as metálicas são Vermelho Tribal Bicolor, Preto Carbon Bicolor, Azul Jazz Bicolor, Cinza Antique Bicolor com o custo de R$ 1.650. Já a perolizada Branco Polar Bicolor tem custo extra de R$ 2.300.

O porta-malas ficou maior, mas tem a mesma dimensão do modelo anterior. Isso é explicado e justificado com 47 litros a mais por conta do uso de um estepe temporário ao invés do estepe full size, chegando a 320 litros.

Deixe uma resposta