Lançamentos

Nissan é eleita a melhor Empresa Exportadora na 20ª edição do prêmio “Os Melhores do Segmento Automotivo 2019”

O Gerente de Exportação, Cláudio Souza, a coordenadora de Exportação, Raysa Lellys, e o Coordenador de Comunicação, Alexandre Carvalho, representaram a Nissan na cerimônia

A Nissan foi premiada como “Empresa Exportadora” de 2019 na 20ª edição do prêmio “Os Melhores do Segmento Automotivo”, promovido pela editora AutoData. A cerimônia de entrega dos troféus da edição 2019 ocorreu em São Paulo.

A Nissan foi indicada para a finalíssima pelos jornalistas da AutoData em duas categorias: exportação e inovação tecnológica, com o projeto SOFC, que utiliza etanol para gerar energia para a célula de hidrogênio. Os vencedores das 18 categorias do prêmio foram escolhidos pelo voto dos leitores da revista e pela agência AutoData entre julho e outubro.

Nissan Kicks
O principal motivo para a fabricante japonesa ser premiada na categoria “Empresa Exportadora” é o Nissan Kicks, crossover produzido no Complexo Industrial em Resende, Sul fluminense, e modelo mais vendido da marca no Brasil e na América Latina.

O Nissan Kicks foi o terceiro modelo a ser exportado pela fábrica da Nissan em Resende. Ao longo dos cinco anos de operação, e com apenas três anos do projeto de exportação, a fábrica já produziu mais de 300 mil veículos no total. Ela começou suas atividades poucos dias depois da criação da organização regional Nissan América Latina, que engloba um total de 38 países, e também está completando cinco anos em 2019.

O Brasil é uma peça-chave para a estratégia de crescimento da Nissan na América Latina. O projeto de exportação da fábrica de Resende começou em 2016, com a produção do Nissan March e do Nissan Versa, em diferentes versões.

Atualmente, o Complexo Industrial de Resende é um importante centro de exportação para a América Latina, e quase 20% da produção total da fábrica nos últimos cinco anos foi enviado ao mercado externo. Os modelos produzidos em Resende têm como destino Argentina, Bolívia, Chile, Costa Rica, Panamá, Peru, Paraguai e Uruguai.

 

Deixe uma resposta