Turismo

Novo atrativo: Prédio em Foz ganha mural com elementos da flora e fauna iguaçuense

O prédio da Secretaria Municipal de Assistência Social está ganhando uma cara nova. Um mural a base de grafite com elementos da fauna e da flora de Foz do Iguaçu está em fase de acabamento e já chama a atenção de quem passa pela esquina entre as Avenidas Jorge Schimmelpfeng e JK, em frente à Praça Getúlio Vargas.
 
A obra foi idealizada pelo “Graf Art”, um grupo de estudantes do Projeto Trilha Jovem Iguassu do PTI. O projeto do mural foi desenvolvido durante uma das oficinas do programa voltadas a iniciativas turísticas. Em uma parceria entre o PTI, empresários e a Secretaria Municipal da Assistência Social, o projeto saiu da sala de aula e virou uma ação para divulgar e valorizar os atrativos naturais da cidade. “A ideia do projeto é chamar a atenção dos turistas e divulgar a riqueza natural que temos através da arte”, comentou Letícia, uma das integrantes do grupo que também é composto por Júlia, Bruna, Larissa, João e Allan. 
 
“Escolhemos o muro da Secretaria de Assistência Social porque é um prédio histórico que também faz parte do patrimônio cultural da cidade, e a ideia é ampliar a ação para vários espaços, dando uma cara nova para Foz do Iguaçu”, acrescentou Júlia. 
 
O desenho desenvolvido pelo próprio grupo ganhou vida através das mãos do artista visual Lucas Escalandi. O artista é pai de Júlia, uma das integrantes do grupo, e está grafitando o mural de forma voluntária. O carinho e o orgulho pela filha e a contribuição para divulgar o turismo da cidade motivaram Escalandi a fazer parte do projeto. “Estou muito feliz, é um projeto da minha filha e fazer parte é muito bom, pois estamos fazendo algo útil para a cidade, para ajudar na divulgação do turismo”, comentou. 
 
Incentivo
O diretor da Secretaria de Assistência Social André dos Santos, elogiou a iniciativa do grupo de jovens. Para ele, promover a ação reflete a importância dos projetos de capacitação e de inclusão para gerar uma juventude protagonista e cidadã. “Além de valorizar o espaço público e contribuir para a divulgação turística da cidade, a ação incentiva o protagonismo dos jovens, o que desperta o exemplo para outros jovens. O Poder Público e a sociedade tem o dever de criar as condições e incentivar essas ações no caminho pela inclusão e pela cidadania”, ressaltou Santos.

Deixe uma resposta