Turismo

Parque das Aves recebe 10 mil visitantes durante a Páscoa de 2022

Um total de 10.829 pessoas passaram pelo Parque das Aves, um dos atrativos mais visitados de Foz do Iguaçu, durante o feriado de Páscoa. Com uma programação especial, que contou com atividades e informações sobre ovos de espécies de aves da Mata Atlântica para crianças e adultos, além da tradicional Páscoa das Aves e um cardápio especial com quitutes de chocolate, turistas e colaboradores ficaram muito felizes com o resultado.

“Nossos visitantes aproveitaram cada minutinho das atividades propostas, e foi incrível e muito gratificante ver nosso trabalho de semanas de preparação ter sido tão bem recepcionado por eles. A atividade pretendia ser lúdica, mas também informativa e que sensibilizasse principalmente as crianças sobre a importância dos ovos para as espécies de aves da Mata Atlântica, mas o resultado foi muito além, e sentimos que todos que passaram por aqui nesse feriado saem um pouco como aliados nesta luta para salvar espécies”, comenta Daniella França, gerente de Educação Ambiental do Parque das Aves.

Do total de visitantes, 64,3% (6.606) eram brasileiros, enquanto 21,1% eram argentinos (2.171). Além disso, paraguaios (8,8%), uruguaios (1,4%), chilenos (0,6%) e norte-americanos (0,4%) passaram no feriado pelo Parque das Aves.

Formação de vários miniornitologistas
Durante a atividade, batizada de “Passarinho de Páscoa, que trazes pra mim?”, crianças e adultos receberam passaportes de pesquisadores, com várias perguntas que iam sendo respondidas conforme o visitante avançava no passeio.

“Nossos educadores na trilha conversaram com o público, principalmente com as crianças, sobre a importância dos ovos, mostrando que para salvar as aves da extinção precisamos aprender sobre a sua reprodução. E no final puderam aprender ainda mais em uma exposição muito completa e preparada com carinho pela equipe. Além disso, as crianças que participaram das atividades receberam uma carteirinha de ornitologista, e agora são guardiões e guardiãs da Mata Atlântica e suas espécies”, comenta Daniella.

No total, mais de 600 crianças participaram das atividades, fora as famílias que passaram pela exposição. Além disso, muitas pessoas ficaram tão envolvidas com a exposição e atividades nos viveiros que pediram o certificado de ornitologista no final, inclusive adultos.

Cardápio especial para a ocasião
Para celebrar a data, a equipe do Restaurante Sabores da Floresta, localizado dentro do Parque das Aves, preparou muitos quitutes à base de chocolate, como bolos, tortas, bombas de chocolate e até um coelho de chocolate recheado de brigadeiro.

“A recepção das guloseimas pelos visitantes foi tão incrível que vamos manter o cardápio de quitutes por mais algumas semanas”, comenta Sandra Grego, gerente do restaurante.

A festa das aves durante a Páscoa das Aves
Além das atividades e quitutes que aconteceram nos três dias de feriado, no domingo de Páscoa os visitantes puderam acompanhar a Divisão de Bem-estar Animal instalando itens de enriquecimento ambiental com a temática da data no Viveiro das Araras.

“A atividade de enriquecimento ambiental realizada hoje foi um sucesso! As aves interagiram bastante com todos os itens e os visitantes puderam vê-las bem de perto desempenhando diversos comportamentos naturais”, comenta Roberta Manacero, curadora de Animais e Registros Zoológicos.

Os animais que vivem no Parque das Aves recebem itens de enriquecimento ambiental de maneira regular, conforme programação estabelecida pela Divisão de Bem-estar Animal, com objetivo de proporcionar um grau elevado de bem-estar físico e psicológico aos animais, fornecendo estímulos sociais, físicos, nutricionais, cognitivos e sensoriais.

“As atividades ofertadas buscam proporcionar aos animais oportunidades de desempenhar comportamentos naturais, como por exemplo o forrageio, que é o comportamento natural de procurar alimentos. Para nos certificarmos de que nosso objetivo está sendo atingido, fazemos observações e coletas de dados comportamentais durante as atividades”, explica Roberta.