Turismo

Prefeitura é parceira do 1º Festival Gastronômico e Cultural da Vila Yolanda

A Prefeitura de Foz do Iguaçu é uma das parceiras e apoiadora do primeiro Festival Gastronômico e Cultural da Vila Yolanda, evento que acontece neste sábado e domingo (14 e 15 de maio) e deve reunir mais de três mil pessoas.

Além da boa comida e dos pratos criados exclusivamente para o evento, o festival terá uma extensa programação, com capacitações voltadas à sustentabilidade na área da alimentação, workshops de grafite, elaboração de drinks, origami e crochê de flores, feira de artesanato e apresentações com artistas locais.

Organizado pelo Núcleo Gastronômico e Cultural da Vila Yolanda, o festival tem como objetivo fomentar a economia local e dar ainda mais visibilidade ao bairro, que reúne dezenas de empreendimentos comerciais na área gastronômica. “A idéia é promover a circulação e a identidade do bairro, fortalecer e incentivar os pequenos produtores e empresários”, comentou o presidente do Núcleo, Ralf Smaha.

Neste primeiro festival, vinte empresas na área cultural e gastronômica integram a programação. A maioria delas está localizada na Avenida das Cataratas, o que garante maior facilidade de acesso ao público.

“A programação foi pensada para que atingisse todos os tipos de públicos, desde os profissionais que atuam no setor com as capacitações, palestras e oficinas, até o público final com as apresentações dos artistas locais, valorizando a cultura da região”, disse Renata Sakamoto, uma das organizadoras do festival.

Sábado

A programação começa no dia 14, a partir das 9 horas, com palestra e oficina de arte e grafiti com Pas Schaefer no Colégio Estadual Almirante Tamandaré e workshop de origami com Renata Sakamoto, no Tetris Container Hostel, às 14h. Das 17h as 21h acontece em frente ao Tetris uma feira de artesanato e produtores locais.

Às 17h também está programado um workshop sobre diálogos comestíveis com PANC (plantas alimentícias não convencionais) no Pátio Pomare e às 19h um workshop sobre elaboração de drinks e coquetéis com PANCs e frutas nativas, no Tetris. Para fechar o primeiro dia do festival, o Zeppelin promove tributo ao Charlie Brown Jr., com a banda Alado 013.

Domingo

No domingo, o artista Pas Schaefer inicia o dia com um workshop de grafite no Tetris, às 9h. Às 14h está programado o workshop de crochê de flores, com Dani Aguilera, também no Tetris. Às 16h a chefe de cozinha Jade Zamarchi ministra um laboratório de pão de queijo com ingredientes locais no Pátio Pomare e às 17h um novo workshop sobre PANC e suas propriedades nutracêuticas, com Will Camapu, na Cantina da Bea.

Às 18h acontecerá a palestra sobre gastronomia e sustentabilidade: como os restaurantes podem colaborar com a produção sustentável local, com Willian Rodrigo Lopes, do SENAC, no Pátio Pomare. Esta oficina terá a participação da Cooperativa dos Agricultores Familiares de Foz do Iguaçu (Coaffoz).

A noite de domingo será marcada pela música com artistas locais: Duo Malungo Samba e MPB no Zeppelin, às 19h; Felipe Diniz com voz e violão na Casinha Laranja às 20h e em seguida acontece o encerramento do festival com Dj João Ritchie no Tetris.

Para as oficinas, é necessária a inscrição prévia por contatos disponíveis no site: https://festivalvilayolanda.com.br/. As vagas são limitadas e para algumas atividades têm taxa de inscrição. No caso das apresentações, as casas normalmente cobram por couvert artístico.