Variedades

Procon orienta consumidores sobre as compras de final de ano: lojas abertas até às 22h

Muitos consumidores devem aproveitar o horário especial do comércio, até as 22 horas, para começar a fazer as compras de Natal. Por isso, o Procon de Foz do Iguaçu orienta sobre como fazer boas escolhas e evitar contratempos nesta época do ano.

As principais recomendações, de acordo com a diretora do órgão, Claudineia Pliacekos, é considerar a disponibilidade financeira, fazer pesquisas de preço e garantir a nota fiscal dos produtos.

“Uma das regras básicas é o bom senso. Fugir do consumo por impulso, tentar comprar com antecedência e optar pelo pagamento à vista. Em caso de compra parcelada, é importante fazer uma pesquisa de preços para evitar gastos desnecessários e cuidar com juros acima de 5 ou 8 parcelas”, afirma.

Cada produto possui suas especificações, e é importante estar atento ao valor da etiqueta e suas descrições, aos rótulos e também à funcionalidade – no caso de eletrodomésticos e eletroeletrônicos. “Informações quanto ao gasto de energia e a voltagem do produto são muito importantes. Aparelhos com vários recursos ou muito sofisticados costumam ser mais caros e nem sempre atendem às reais necessidades dos consumidores”, explica Claudinéia.

A compra de brinquedos também deve ser feita com um cuidado especial. Eles devem obrigatoriamente apresentar o selo do Inmetro, que garante a qualidade do produto e assegura o material utilizado na fabricação das peças.

Garantias

Uma dica importante é sempre garantir a nota fiscal do produto, para caso seja necessária a troca. O Código de Defesa do Consumidor estabelece prazo para reclamação de 90 dias para produtos duráveis e 30 dias para produtos não duráveis, no caso de vício ou defeito.

A troca de produtos sem defeitos é uma liberalidade do estabelecimento e cabe ao consumidor consultar essa possibilidade com o lojista. Lógico, se o produto apresentar defeito, o consumidor deve exigir a troca, mediante a nota fiscal, porém o fornecedor tem até 30 dias para reparar o produto, encaminhando- o para assistência técnica. Produtos importados adquiridos no Brasil em estabelecimentos devidamente legalizados seguem as mesmas regras dos nacionais.

Internet

A pesquisa também deve ser feita se a opção do consumidor for comprar pela Internet. Nessas situações, é importante ficar atento ao endereço eletrônico, que deve começar com https:// e ao cadeado de segurança que deve aparecer na tela.

Quanto mais informações forem prestadas no site, melhor. Por isso, vale a pena ficar sempre atento, solicitando todos os dados que achar necessário para ter uma melhor idéia do que está comprando: especificação, marca, cor e tamanho disponíveis. “O mais importante é constatar a veracidade do site. Procurar se existem reclamações daquele fornecedor no site Reclame Aqui, e saber se é uma empresa real”, alerta a diretora do Procon.

Nas compras feitas pela Internet, o consumidor tem prazo de sete dias após o recebimento da mercadoria ou da assinatura do contrato de serviço para desistir da contratação. Além disto, todos os valores pagos devem ser restituídos, inclusive o frete.

Serviço

O Procon de Foz do Iguaçu atende de segunda à sexta, das 8h às 14h. O agendamento pode ser feito pelo telefone: 2105-8700 ou pelo Whatsapp 99820-0235.

Reclamações de grandes empresas podem ser feitas pelo site: www.consumidor.gov.br para empresas fora da cidade e pelo e-mail: [email protected] para empresas na nossa cidade.