Esporte

Queniano é bicampeão da Maratona Internacional de Foz do Iguaçu

A 9ª Maratona Internacional de Foz do Iguaçu conheceu, na manhã deste domingo (25), seu terceiro bicampeão. O queniano David Kiprotich Bowen, 31 anos, que havia vencido em 2012, ganhou pela segunda vez a competição, com o tempo de 2h20min40seg. No feminino, o Quênia também levou o ouro: Priscilla Lorchima ficou em primeiro com o tempo de 2h47min25seg.

“A maior dificuldade é a subida no final da prova, mas nossa equipe treina bastante esta condição”, diz David que já se compromete a participar da 10ª edição da maratona em 2017. Mas por que o Quênia sempre se dá bem em provas de longa distância? A resposta é fácil: treino. “Nós treinamos muito e quando você treina, você vence”, resume David.

A competição organizada pelo Sesc-PR reuniu 2.500 atletas de todo o Brasil e do exterior, nas três modalidades: maratona individual, maratona de revezamento em duplas e a corrida de 11,5 km, feita inteiramente dentro do Parque Nacional do Iguaçu (PNI). A largada do pelotão de elite aconteceu às 6h30 no Mirante do Vertedouro, dentro da usina hidrelétrica de Itaipu. Perto das 9h, os primeiros colocados cruzaram a linha de chegada, no Porto Canoas, no PNI.

“É uma prova sensacional, que só acontece graças ao apoio da Itaipu Binacional, nossa parceira desde as primeiras maratonas”, afirmou o diretor regional do Sesc-PR, Dieter Lengning. “É um momento maior que não envolve só a parte esportiva, mas é de congraçamento, de alegria, de apoio ao turismo. A maratona de Foz é especial devido ao local onde ela acontece e por ter esta dimensão internacional”, conclui.

Fonte: Assessoria

Deixe uma resposta