Variedades

Rede Proteger intensifica ações contra o trabalho infantil no carnaval

Para combater o trabalho e a exploração infantil durante o Carnaval, a Rede Proteger, formada por Itaipu e outras 40 instituições, e o Ministério Público do Trabalho organizaram em parceria a campanha “Você pula o Carnaval. Eles pulam a infância”. Durante todo o feriado de carnaval, entre os dias 24 e 28 de fevereiro, serão realizadas diversas ações em Foz do Iguaçu, voltadas a foliões e turistas. 

A principal ação será entre os dias 26 e 28, durante o “Carnaval da Saudade”, realizado na rua Marechal Deodoro. Os foliões receberão abanadores com a imagem de uma criança vendendo produtos nos semáforos e a mensagem lembrando que a prática não deve ser incentivada, e sim denunciada por meio do Disque 100. 

Além disso, nos pontos de grande circulação de pessoas, como aeroporto, rodoviária, hotéis e restaurantes, serão afixados cartazes. As rádios da cidade ainda veicularão spots da campanha. 

Durante o período também será reforçada a proibição do fornecimento de bebida alcoólica, cigarro e narguilé a jovens com menos de 18 anos de idade, bem como reforçado o combate ao tráfico e à exploração sexual infantojuvenil.

Segundo Erika Davies, do Programa de Proteção à Criança e ao Adolescente (PPCA), da Itaipu, a campanha atende ao Artigo 227 da Constituição Federal, que afirma ser dever da família e da sociedade assegurar à criança e ao adolescente o direito à dignidade, a salvo de toda forma de exploração, violência e crueldade. “Nesta época do ano, a Rede Proteger percebeu que há um aumento no trabalho infantil e casos de exploração sexual. Precisamos ficar atentos e incentivar a denúncia através do Disque 100”. 

Denúncias 

As denúncias de casos de violação dos direitos da infância podem ser feitas através do Disque Denúncia da Secretaria de Direitos Humanos (SDH), o Disque 100; na própria página do Disque 100 na internet (www.disque100.gov.br); em delegacias das polícias civil e militar, e nos conselhos tutelares.

Fonte: Assessoria

Deixe uma resposta