Autos e Motos - Roberto Nunes

Renegade Moab, a porta de entrada dos veículos 4×4 com motor diesel

A oferta do motor turboflex tem crescido entre os SUVs urbanos no mercado brasileiro. O segmento que mais cresce no pais oferece modelos compactos, médios e grandes com tecnologia embarcada, pacotaço de equipamentos e conectividade. Líder de vendas no segmento de SUVs, a Jeep é pioneira e reina sozinha na oferta de utilitários esportivos com motorização diesel, opção mecânica que representa vendas expressivas nos estados do Nordeste do Brasil.

O segmento dos SUVs urbanos é dominado pelo Renegade, modelo fabricado em Pernambuco e lançado em 2015 no país. A Jeep destaca a versão Moab, em alusão ao deserto de Utah nos Estados Unidos e quartel-general para os testes de rodagem da marca americana, como a versão de entrada do utilitário equipado com motor turbodiesel. Tem preço na faixa dos R$ 155 mil e a Jeep ganha o amante das trilhas 4×4 com o equilibrado conjunto mecânico dominado pelo motor 2.0 turbodiesel, de 170 cavalos, câmbio automático de 9 velocidades e seletor de tração para diversos tipos de terreno.

O jornalista Roberto Nunes testou por 15 dias o Jeep Renegade Moab e traz agora quais são os atributos deste utilitário compacto e urbano.

Você pode até achá-lo apertado e querer dizer que o Renegade não é um autêntico Jeep-raiz. Lego engano, ledo engado. Para os mais exigentes amantes das trilhas inóspitas do mundo 4×4, é bom afirmar que há limites para entrar num trecho offroad para o carro como também para o motorista, seja ele experiente ou sem tantas noções de vias alagadiças, areia fofa e riachos, por exemplo.

No ano do lançamento do Renegade em 2015, a Jeep realizou eventos em Moab e na Chapada Diamantina com o intuito de mostrar a capacidade ofrroad do modelo que ganharia o mercado no pais. Fui convidado para os dois eventos e usei um Renegade a diesel nas trilhas entre Lencois, Andaraí, Mucugê e outros lugares da Chapada Diamantina. E é este conjunto motriz que a Jeep valoriza tanto na configuração Moab.

A força deste motor turbodiesel com seus 35,7 kgfm de torque deixa o Renegade esperto para entrar e sair das trilhas. Para quem deseja maior aderência, é possível fazer um trabalho de suspensão e colocar pneus mais adequados para situações mais brabas de terrenos acidentados.

De fábrica, a Jeep equipa o Renegade com seletor de terrenos e Hill Descent Control, o controle de descidas, pneus Pirelli Scorpion ATR de uso misto de 17 polegadas, grade de proteção frontal e ganchos de reboque.

O Renagade Moab é um degrau abaixo do Trailhawk e, por conta disso, a Jeep dispensou itens como sensores crepusculares e de chuva, airbags laterias, de joelho e de cortina, além de faróis ful-led e paddle shift para as trocas de marchas. A tela do Moab é a menor de todas ofertadas pela Jeep com apenas 7 polegadas, itens a menos para deixar o preço mais atrativo.

Na prática, é possível perceber mais atributos do que defeitos no Renegade Moab. Os mais exigentes devem realmente ponderar na crítica e avaliar que essa configuração ganha força para quem deseja um utilitário urbano com capacidade de deslocamento em situações offroad.

O Renegade Moab é baseado na configuração Sport e vem com sensor de estacionamento, ar-condicionado de duas zonas, duas entradas USB, multimídia compatível com Apple Car Play e Android Auto, além de faróis de neblina de led e porta-malas com 320 litros de espaço para bagagens.

A brincadeira fica divertida num carro com 4,23 metros de comprimento e entre-eixos de 2,57 metros. Sua direção é de assistência elétrica e sua suspensão McPherson segura o rojão. Pesando apenas 1.627 kg, o Renegade anda bem nas situações urbanas e nas viagens também. Seu desempenho é, digamos assim, justo pelas características do utilitário da Jeep com 21,6 cm de altura de vão livre do solo, ângulo de ataque de 30 graus e ângulo de saída de 33 graus.

O Renegade Moab usa sim seus atributos com um sistema moderno de tração com cinco opções: auto, snow, sand, mud e rock e uso 4×4 Low, 4×4 Lock e com freio automático para descidas.

Num segmento com opções de modelos com motor turboflex e urbano com multimídia mais conectado e moderninho, a Jeep oferece o Renegade Moab como a porta de entrada para o mundo diesel e offroad. Mas para quem deseja um SUV somente urbano, é bom aguardar a remodelação do Renegade e o motor turboflex no líder do mercado dos utilitários esportivos do Brasil. Mas isso só em 2022.