Variedades

Secretaria da Saúde de Foz realiza cerca de 1,2 mil exames por dia

A Secretaria Municipal da Saúde de Foz do Iguaçu realizou, nos últimos 10 dias,  11.728 exames. Isso representa a média de quase 1.200 exames por dia, realizados pelos laboratórios cadastrados, Masterlab e Laborfoz. O objetivo é que em 30 dias os laboratórios façam 23 mil exames.

A demanda de exames vem sendo atendida na cidade. O serviço voltou ao normal depois que a secretaria de Saúde adotou medidas administrativas na atual gestão municipal. O resultado positivo demonstra, acima de tudo, a recuperação da credibilidade da prefeitura com as empresas do setor, após as investigações aos casos de corrupção no governo anterior.

A diretora de Atenção Básica, Lizete Palma de Lima, explica que as coletas estão sendo feitas nas unidades de saúde, e casos de urgência e emergência são coletados na Unidade de Pronto Atendimento (UPA), depois encaminhados ao laboratório para análise. “Os laboratórios estão recebendo quase 1.200 exames por dia, coletados por nossas equipes, que estão à disposição nas unidades de saúde”, disse Lizete.

Os pacientes com prioridade estão sendo chamados na frente, como gestantes e doentes crônicos, seguidos por pacientes de rotina. “As unidades estão chamando de acordo com a urgência dos exames para atender a população da melhor forma possível”, acrescenta.

As coletas acontecem em todas as unidades de saúde conforme cronograma, unidades maiores têm dois dias de coletas e as demais um dia na semana. “Este cronograma está organizado desta maneira devido à quantidade de exames que estamos ofertando no momento, que é de 23 mil exames por mês”, frisa.

Este número de exames deve atender a rede básica uma vez que os pronto atendimentos (UPA Maracanã e UPA João Samek) e Hospital Municipal são atendidos pelo laboratório municipal (atendimento que não teve interrupções).

Mais laboratórios

A partir da primeira quinzena de maio mais dois laboratórios estarão atendendo a demanda dos pronto-atendimentos. A documentação dos laboratórios já está em andamento, aumentando a oferta de exames para população.

“Eles estarão liberados para coleta assim que os papéis estiverem de acordo. Estamos fazendo um levantamento de quantos exames irão fazer por mês, reduzindo ainda mais a demanda reprimida”, adianta Lizete. 

Deixe uma resposta