Lançamentos

Seguro DPVAT indeniza mais de 68 mil pedestres por invalidez permanente

O Dia Internacional da Pessoa com Deficiência foi celebrado no dia 03/12 e alerta para a importância da conscientização sobre igualdade de oportunidades para todos. Segundo os dados divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), 6,7% da população tem algum tipo de deficiência. Os números do Seguro DPVAT mostram que os acidentes de trânsito envolvendo pedestres têm grande participação nestas estatísticas. De janeiro a outubro deste ano, o seguro obrigatório indenizou mais de 68 mil pessoas que circulavam a pé no momento da ocorrência e ficaram com algum tipo de invalidez permanente. O número representa 77% do total de pagamentos destinados a vítimas pedestres.
As motocicletas foram responsáveis pela maioria dos acidentes com sequelas definitivas envolvendo pedestres, somando mais de 48 mil pagamentos. Na sequência, estão os automóveis (16.123); caminhões e pick-ups (2.739); ônibus, micro-ônibus e vans (1.423); e ciclomotores (313).

As estatísticas do Seguro DPVAT ainda mostram que os jovens são os mais atingidos. Do total de sinistros pagos para pedestres vítimas de invalidez permanente em função de acidente de trânsito, 28.286 foram para pessoas com idade entre 18 e 34 anos, que formam população economicamente ativa. A segunda faixa etária mais afetada é de 45 a 64 anos, concentrando mais de 17 mil pagamentos.

A análise por estado indica que São Paulo lidera o ranking de indenizações pagas para pedestres com invalidez. De janeiro a outubro, foram 6.141 pagamentos na região. Minas Gerais (5.811), Goiás (5.515), Mato Grosso (5.090) e Ceará (4.915) completam, respectivamente, a lista dos cinco primeiros colocados.

Deixe uma resposta